• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2011.tde-19012012-112017
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Garcia Peloggia de Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Jaime, Patrícia Constante (Presidente)
Mancuso, Ana Maria Cervato
Scagliusi, Fernanda Baeza
Spinelli, Monica Gloria Neumann
Villar, Betzabeth Slater
Título em português
Intervenção educativa para promoção do consumo de frutas e hortaliças sob a perspectiva de gestores de Unidades de Alimentação e Nutrição
Palavras-chave em português
Ambiente de Trabalho
Comportamento Alimentar
Frutas e Hortaliças
Programas e Políticas de Nutrição e Alimentação
Promoção da Saúde
Resumo em português
Introdução: O incentivo ao consumo de frutas e hortaliças ocupa importante espaço na atual agenda de promoção de saúde, já que sua ingestão insuficiente representa risco para a obesidade e doenças crônicas. O ambiente de trabalho é reconhecido como um lugar importante para facilitar este acesso e consumo. Objetivo: Avaliar o efeito de uma intervenção educativa para promoção do consumo de frutas e hortaliças nos gestores de Unidades de Alimentação e Nutrição. Materiais e métodos: Trata-se de um ensaio comunitário controlado aleatorizado desenvolvido com 29 gestores de Unidades de Alimentação e Nutrição (UANs) vinculadas ao Programa de Alimentação do Trabalhador, divididos em dois grupos (15 do grupo intervenção e 14 do grupo controle). Foi realizada uma intervenção multicomponente que abordou aspectos referentes ao planejamento de cardápio, oficina culinária e estratégias de motivação para o consumo de frutas e hortaliças, em quatro etapas, com intervalo médio de um mês e meio e duração média de seis meses, e em todas elas ocorreu a participação dos gestores da Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN). A coleta de dados foi realizada antes e após a intervenção e para avaliar o seu efeito sobre os gestores, observou-se a alteração nos estágios de mudança, no planejamento do cardápio e a adesão aos materiais e recursos educativos utilizados. As associações de interesse foram estudadas por meio do teste exato de Fisher e do qui-quadrado. Resultados: Todos os gestores eram mulheres e a maioria nutricionistas. A maior parte das empresas apresentava gestão terceirizada da UAN. A intervenção não alterou os estágios de mudança dos gestores, mas observou-se que a maioria dos gestores do grupo intervenção referiu mudar o planejamento das refeições, sendo o principal motivo dessa mudança aumentar a oferta de frutas e hortaliças. Diante dos recursos educativos utilizados, os que tiveram mais adesão foram o display de mesa e a oficina culinária, assim como também, na percepção dos gestores, estes foram os recursos educativos mais efetivos. Observou-se que os materiais educativos que dependiam das empresas e dos gestores para sua implantação tiveram menor adesão que os materiais entregues pelos pesquisadores. Conclusão: Embora a intervenção não tenha alterado o estágio de mudanças dos gestores, proporcionou modificação do planejamento dos cardápios, indicando que mais ações devem ser direcionadas a esses atores para promoção da oferta e consumo de frutas e hortaliças
Título em inglês
Educational intervention to promote the intake of fruits and vegetables under the perspective of managers in Food and Nutrition Units
Palavras-chave em inglês
Food Behavior
Fruits and Vegetables
Health Promotion
Nutrition Programs and Policies
Workplace
Resumo em inglês
Introduction: The promotion of the consumption of fruits and vegetables occupies an important place on the health promotion agenda. Low intake of these foods increases the risk of developing chronic diseases and obesity. The workplace is recognized as an important place to increase access and consumption of fruits and vegetables. Objective: Evaluate the effect of an educational intervention to promote the intake of fruit and vegetables with managers of Food and Nutrition Units. Methods: A randomized intervention involving a sample of 29 managers of workplace cafeteria, participating in the Worker Food Program, divided into two groups (15 in the intervention group and 14 in the control group), was employed. A multicomponent intervention based on the ecological model of health promotion, with an average duration of six months, with four different stages was used. The cafeterias managers participated in all steps of the intervention strategies that involved aspects like menus planning, culinary workshops and motivational strategies for the intake of fruit and vegetables. Data collection occurred in two stages, before the intervention and after intervention. The effect of the intervention in the managers was investigated using the following indicators: alteration in the state of change, changes on menus planning and the adhesion to the educational resources. It was used Fishers exact test and Chi-Square test to evaluate the change. Results: All interviewed managers were women, most were dietitian and the majority of the surveyed Units were outsourced managed. The intervention did not affect the stages of change of cafeterias managers, however most of the managers in the intervention group, reported changing meal planning. The main change mentioned was the increase in the offer of fruit and vegetables. In the evaluation of educational resources used in intervention, the managers indicated the table display and culinary workshop as the most effective. It was observed that the educational materials that depended on the companies and managers for its implementation were considered less effective, in the evaluation of the managers. Conclusion: Although the intervention hasnt altered the stage of change in the managers, it provided modifications on the menus planning, designating that more actions should be directed to these players in order to promote the offer and consumption of fruit and vegetables
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AdrianaPeloggia.pdf (3.23 Mbytes)
Data de Publicação
2012-03-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.