• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Bartira Mendes Gorgulho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Marchioni, Dirce Maria Lobo (Presidente)
Bandoni, Daniel Henrique
Chiavegatto Filho, Alexandre Dias Porto
Domene, Semíramis Martins Álvares
Segri, Neuber José
Título em português
Diferenças e similaridades na qualidade da refeição do Brasil e  Reino Unido: que lições podemos aprender?
Palavras-chave em português
Brasil
Padrão Alimentar
Qualidade da Dieta
Refeição
Reino Unido
Resumo em português
Introdução. Apesar de consumirmos alimentos combinados e estruturados em refeições, a maioria dos estudos ainda se concentra em nutrientes ou alimentos consumidos isoladamente. Além disso, comparar a alimentação entre países em diferentes fases de transição nutricional e epidemiológica pode fornecer informações relevantes relacionadas à prevenção da obesidade e DCNT. Objetivo. Caracterizar e comparar a qualidade nutricional da principal refeição consumida por adultos residentes no Brasil e Reino Unido. Materiais e Métodos. A primeira etapa do estudo consistiu na revisão sistemática da literatura, que subsidiou a etapa seguinte, o desenvolvimento do Main Meal Quality Index. Para comparar a qualidade das refeições utilizou-se dados dos inquéritos alimentares Inquérito Nacional de Alimentação INA/POF 2008/09 e National Diet and Nutrition Survey - NDNS. Para a identificação e avaliação da qualidade da refeição utilizou-se duas diferentes abordagens: (1) abordagem híbrida, com a descrição da composição das refeições por meio da árvore de decisão de classificação, e (2) abordagem dirigida pela hipótese, através da aplicação do Main Meal Quality Index. Além disto foram analisados modelos de regressão múltipla a fim de identificar os fatores associados. Resultados. Considerando o horário de consumo e a contribuição energética, os eventos alimentares definidos como principal refeição foram o almoço, para o Brasil, e jantar, para o Reino Unido. A refeição principal brasileira (58 pontos) apresentou melhor qualidade nutricional, com maior participação de fibras e carboidratos, e menor teor de gorduras total e saturada, e densidade energética. No entanto, a principal refeição do Reino Unido (54 pontos) foi composta por mais frutas, verduras e legumes. Os ingredientes culinários, como arroz e feijão, foram classificados pelo algoritmo como componentes característicos da refeição brasileira, enquanto os itens de fast food, como batatas fritas, sanduíches e bebidas açucaradas, foram classificados como refeições Britânicas. No Brasil, o escore final do indicador associou-se positivamente com a idade, e negativamente com o gênero, energia consumida, estado nutricional e renda familiar; enquanto que, no Reino Unido, o indicador associou-se apenas com a idade (positivamente). Conclusão. Embora a principal refeição consumida no Brasil, quando comparada ao Reino Unido, apresente melhor qualidade e composição, as refeições consumidas em ambos os países estão aquém do recomendado.
Título em inglês
Similarities and differences of meal quality between Brazil and United Kingdom: what lessons can we learn?
Palavras-chave em inglês
Brazil
Dietary Pattern
Dietary Quality
Meals
United Kingdom
Resumo em inglês
Introduction. Although individuals consume foods combined and structured at meals, most authors still have studied nutrient or single food. Furthermore, compare countries in different stages of nutritional and epidemiological transition can provide relevant information related to the prevention of obesity and NCDs. Objective. To characterize and compare the nutritional quality of meals consumed by adults living in Brazil and UK. Subjects and methods. The first stage of the study consisted of a systematic review of the literature, which subsidized the next step, the development of the Main Meal Quality Index. Data from food surveys "National Survey of Food - INA / HBS 2008/09" and "National Diet and Nutrition Survey - NDNS" were used to analyzed and compare the main meals quality. Two different approaches for the identification and evaluation of the main meal pattern were used: (1) hybrid approach, to evaluate of the meal patters using data reduction techniques; and (2) hypothesis-driven approach, with the Main Meal Quality Index. Then, regression models were applied to analyzed associated sociodemographic factors. Results. Considering time slot and energy content, the eating events defined as main meal were lunch, for Brazil, and dinner, for UK. Brazilian main meal (58 points) had better nutritional quality, with greater participation of fiber and carbohydrates, and lower content of total and saturated fat, and energy density. However, the main meal consumed in UK (54 points) had more fruits and vegetables. Cooking ingredients, such as rice and beans, were classified as characteristic components of a Brazilian meal, while fast food items, like chips, sandwiches and sugary drinks, were classified as a British meal. In Brazil, the final score was positively associated with age, and negatively correlated with gender, energy consumption, nutritional status and family income; whereas, in the United Kingdom, the indicator is only associated with age (positively). Conclusion. Although Brazilian main meal, when compared with UK main meal, provide best quality and composition, meals consumed in both countries need improvement.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-10-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.