• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2016.tde-30112015-110523
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Godoi Calil da Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Adorno, Rubens de Camargo Ferreira (Presidente)
Giulio, Gabriela Marques di
Rui, Taniele Cristina
Título em português
Condições do lugar: Relações entre saúde e ambiente para pessoas que usam crack no bairro da Luz, especificamente na região denominada cracolândia
Palavras-chave em português
Ambiente
Cracolândia
Cuidado
Políticas
Redução de Danos
Saúde
Resumo em português
O Bairro da Luz surge como uma região nobre no centro da cidade de São Paulo no final do século XIX. Com a queda da economia do café e a expansão da cidade para outras regiões mais valorizadas, o bairro passou a viver mudanças significativas em suas dinâmicas econômicas e sociais. Após a desativação do Terminal Rodoviário em 1982, intensificou-se o processo de degradação urbana e social que já acompanhava a história do bairro. A chegada do crack - mistura de pasta base de cocaína, água e bicarbonato de sódio (e outras substâncias desconhecidas) - no início dos anos 1990, configurou nova dinâmica local e contribuiu para diversas ações do poder público, que trouxeram mudanças ambientais significativas para moradores e frequentadores. Neste contexto, o crack é uma substância que passou a ter um uso social e cotidiano para a população da região. A relação de consumo e comércio desta substância se territorializou e agravou uma considerada desqualificação social e urbana no bairro, que associada à política proibicionista em relação às drogas, teve efeitos perversos. Tal condição potencializa o forte estigma da sociedade associado a este espaço, o que leva a uma consequente exclusão dos que lá estão. Para a Saúde Ambiental, a deterioração física e social deste ambiente pode propiciar condições de baixa qualidade de vida e facilitar a ocorrências de agravos à saúde para além da condição de uso de uma determinada substância. Nesse sentido, este projeto se propõe a investigar a relação entre saúde e ambiente (contexto) no cotidiano das pessoas que fazem uso do crack na cracolândia, região central da cidade de São Paulo. A partir desta aproximação este estudo tem o objetivo de trazer informações capazes de subsidiar políticas públicas mais eficientes.
Título em inglês
Place Condition: Relations between health and environment for people who use crack in the Luz neighborhood, specifically in the region called cracolândia.
Palavras-chave em inglês
Care
Cracolândia
Environment
Harm Reduction
Health
Political
Resumo em inglês
R. Luso-Brasileira, 4 - Jardim Estoril IV, Bauru - SP, 17016-230 The Luz district emerges as a prime area in the center of São Paulo in the late nineteenth century. With the fall of the coffee economy and the city's expansion to more valued regions, the neighborhood lived significant changes in its economic and social dynamics. The deactivation of the Bus Terminal in 1982 intensified the process of urban and social degradation that has accompanied the history of the neighborhood. The 'arrival of crack' - mixture of cocaine base paste, water and baking soda (and other unknown substances) - in the early 1990s, set up new local dynamics and contributed to several government actions that brought significant environmental changes for locals and other people that regularly attend the place. In this context, the crack is a substance which has a social use in a daily life for the population of the region. The relationship of consumption and trade of this substance have aggravated a territorialized considered social and urban disqualification in the neighborhood, which associated with the prohibitionist policy on drugs, had perverse effects. This condition enhances the strong stigma in society associated with this space, which leads to a consequent exclusion of those who are there. For Environmental Health, physical and social deterioration of this environment can provide conditions of low quality of life and facilitate the health problems of occurrence beyond a condition of use of a substance. In this sense, this project aims to investigate the relationship between health and environment (context) in the daily life of people who use crack in cracolândia, central region of São Paulo. From this approach, this study aims to bring information that can support more efficient public policies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-02-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.