• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.60.2003.tde-04062020-165928
Documento
Autor
Nome completo
Andresa Aparecida Berretta e Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Marchetti, Juliana Maldonado (Presidente)
Bastos, Jairo Kenupp
Lara, Marilisa Guimarães
Título em português
Desenvolvimento e avaliação de uma forma farmacêutica de liberação sustentada contendo extrato padronizado de própolis para o tratamento de queimaduras
Palavras-chave em português
Liberação sustentada
Própolis
Queimadura
Resumo em português
Nos últimos anos houve um crescente interesse no desenvolvimento de formas farmacêuticas de liberação sustentada e liberação controlada para uso oral, tópico e parenteral. Tensoativos não-iônicos são vastamente empregados como solubilizantes, emulsificantes, estabilizantes, umectantes e como sistemas de liberação em cosméticos e medicamentos. O copolímero não-iônico em bloco composto por polioxietilenopolioxipropileno foi empregado neste trabalho por apresentar rearranjo micelar em solução aquosa e produzir mudança na viscosidade em função da alteração da temperatura, sendo que este pode ser aquecido e esfriado sem prejuízo das suas propriedades. Tal forma farmacêutica termorreversível foi desenvolvida e avaliada. Pacientes queimados são particularmente susceptíveis à colonização bacteriana e infecção em função da ruptura física da pele normal e redução da imunidade celular. Assim, a fim de se obter uma proteção do sistema fisiológico exposto, alguns autores recomendam o uso de uma "pele artificial" nos pacientes queimados, protegendo desta forma frente aos agressores do meio externo. Atualmente, observamos um crescente interesse em produtos naturais de aplicação tópica. Muitos tipos de inflamações de pele, queimaduras e ferimentos estão sendo tratados com extrato de própolis. A própolis, uma resina coletada pelas abelhas de muitas fontes vegetais, teve as seguintes propriedades biológicas comprovadas: antioxidante, antiinflamatória, antibiótica, antifúngica, anticancer, dentre outras. O desenvolvimento de um sistema de liberação de fármacos para uso tópico se justifica nas queimaduras, uma vez que a aplicação e reaplicação de produtos constituem um processo doloroso. Neste trabalho foi desenvolvido e caracterizado este tipo de forma farmacêutica contendo própolis. Demonstrou-se que a substância marcadora da própolis neste trabalho, DPB (2,2- dimetil-6-carboxietenil-8-prenil-2H-l-benzopirano), se mostrou estável nas preparações estudadas (± 10%), sendo que as propriedades de termorreversibilidade dos géis foram mantidas. A caracterização reológica das amostras mostrou que elas apresentam comportamento viscoelastico com temperatura de geleificação para o Gel 02 e Gel 03 de, respectivamente, 10°C e 6°C. Os controles e o Gel 01 não apresentaram temperatura de geleificação nas condições estudadas. Os estudos de liberação in vitro demonstraram que as amostras apresentam cinética de ordem zero. Os resultados encontrados possibilitam os estudos de fase pré-clínica e dependendo dos resultados, também a fase clínica
Título em inglês
Development and evaluation of a sustained release pharmaceutical form containing standardized propolis extract for the treatment of burns
Palavras-chave em inglês
Burn
Propolis
Resumo em inglês
In recent years there has been increasing interest in the development of prolonged-action and controlled release drug delivery systems for oral, topical, and parenteral use. Nonionic surfactants are widely used in cosmetics and pharmaceuticals as solubilizers, emulsifiers, stabilizers, wetting agents and as delivery systems. One non-ionic polyoxyethylene-polyoxypropylene block copolymer was ysed in this work because its micellar rearrangement in aqueous solution will produce a change in viscosity with change in temperature and it can be cooled and warmed many times without changing its properties. This pharmaceutical preparation was developed and studied. Burn patients, are particularly susceptible to bacterial colonization and infection due to the physical disruption of the normal skin barrier and the reduction in cell-mediated immunity. In order to solve the exposition of physiologic system, some authors recommend an "artificial skin" to protect the burn patients organism of externai invasors. Actually, we observed an increasing interest in natural products for topical aplication. Many kinds of some skin inflammatory diseases such as: burns and wounds, are being treated with propolis extract. Propolis is a resinous hive product collected by honeybees from various plant sources and also it has been reported to possess various biological activities, such as antioxidant, antiinflammatory, antibiotic, antifungal and anticancer. The development of a drug delivery systems to topical use is justified in several burns, since the aplication and reaplication of product is a dolorous process. In our work we developed and characterized these kind of pharamceutical form. We demonstrated that the substance DPB (2,2- dimetil-6-carboxietenil-8-prenil-2H-l-benzopirano), was stable in the studied preparations (± 10%) and the thermoreversible properties were maintained. The rheologycal characterization of samples showed that they are viscoelastic fluids with temperature of gelation to GEL 02 and GEL 03, respectively, 10°C and 6°C. The Controls and GEL 01 did not show temperature of gelation in the studied conditions. In vitro drug release experiments demonstrated that samples maintain a zero-order delivery. The found results encourage the undertaking of new experiments with the formulations in pre-dinical phase and depending on the obtained results, the clinicai phase could also be undertaken
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
001365787.pdf (2.35 Mbytes)
Data de Publicação
2020-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.