• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.60.2017.tde-04052017-111951
Documento
Autor
Nome completo
Otávio Pelegrino Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Danielle Palma de (Presidente)
Barbosa Junior, Fernando
Oliveira, Gisele Augusto Rodrigues de
Fischer, Evandro Gaiad
Grisolia, Cesar Koppe
Título em português
Avaliação do risco ecogenotoxicológico da utilização de corantes têxteis
Palavras-chave em português
Acid Black 210
Avaliação de risco
Corantes
Disperse Violet 93
Efluentes
Toxicologia
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo principal a avaliação do risco ecogenotoxicológico dos corantes Acid Black 210 e Disperse Violet 93, utilizados pelas indústrias têxteis e coureiras nacionais e internacionais. Para atingir este objetivo foi realizada uma abordagem integrada da avaliação da toxicidade utilizando a avaliação da permeabilidade através do Ensaio de Permeabilidade em Membrana Artificial Paralela (PAMPA), a avaliação do potencial genotóxico através do Ensaio do Cometa com células HepG2, a avaliação do potencial mutagênico do através do Teste de Ames com as linhagens de Salmonella typhimurium TA98 e TA100 na ausência e na presença de metabolização exógena (mistura S9), a avaliação do potencial embriotóxico através do Ensaio de Toxicidade Aguda com Embriões de Zebrafish (Danio rerio), e, por fim, juntando os dados disponíveis na literatura científica, a avaliação do risco ecogenotoxicológico da utilização deste corante têxtil. Devido à observação de ausência de toxicidade nos ensaios realizados e nas informações constantes da literatura científica, não há indícios de que o Acid Black 210 apresente ecogenotoxicidade, podendo ser considerado seguro à luz dos conhecimentos atuais. Ainda, este trabalho apresenta a avaliação do potencial genotóxico do corante Disperse Violet 93 através do Ensaio do Cometa e a avaliação do potencial embriotóxico deste corante através do Ensaio de Toxicidade Aguda com Embriões de Zebrafish (Danio rerio). Considerando que houve toxicidade morfofisiológica em embriões de zebrafish e que na literatura científica também consta sua mutagenicidade em linhagem de S. typhimurium YG1041, o Disperse Violet 93 necessita de avaliações nos demais níveis tróficos para que uma avaliação do risco seja realizada. Para finalizar, este trabalho apresenta a avaliação do potencial embriotóxico de efluente de curtume pré e pós-tratamento através do Ensaio de Toxicidade Aguda com Embriões de Zebrafish, onde o efluente pós-tratamento mostrou menor potencial embrio-tóxico, porém ambos apresentando (mesmo após diluições) coagulação de ovos fertilizados, edema do saco vitelínico, escoliose, má-formação da cauda e má-formação da bexiga natatória. Estes resultados ressaltam a importância da realização de estudos toxicológicos visando fornecer subsídios para a realização de avaliações do risco do uso de corantes, já que estes se encontram em exposição constante aos seres vivos e ao meio ambiente
Título em inglês
Assessment of the ecogenotoxicologic risk of using textile dyes
Palavras-chave em inglês
Acid Black 210
Disperse Violet 93
Dyes
Effluents
Risk assessment
Toxicology
Resumo em inglês
This study had as main objective the evaluation of the ecogenotoxicologic risk of the Acid Black 210 and Disperse Violet 93 dyes, used by national and international textile and tanneries industries. To achieve this goal was accomplished an integrated approach to evaluate the risk assessment with the permeability through the Parallel Artificial Membrane Permeability Assay (PAMPA), the evaluation of the genotoxic potential using the Comet Assay with HepG2 cells, the assessment of the mutagenic potential through the Ames Assay with the Salmonella typhimurium TA98 and TA100 strains in the absence and presence of exogenous metabolism (S9), the evaluation of the embryo-toxic potential through the Zebrafish (Danio rerio) Embryo Acute Toxicity Test, and, finally, joining the data available in the scientific literature, the evaluation of ecogenotoxicologic risk of using this textile dye. Due to the observation of the absence of toxicity in the testes performed and the information available in the scientific literature, there is no indication that the Acid Black 210 dye has any ecogenotoxicity, and it can be considered safe in the light of current knowledge. Additionally, this study presents the evaluation of the genotoxic potential of the Disperse Violet 93 dye by the Comet Assay and the assessment of embryo-toxic potential of this dye through the Zebrafish (Danio rerio) Embryo Acute Toxicity Test. Considering the observed morphophysiological toxicity in zebrafish embryos and the mutagenicity in S. typhimurium YG1041 strain described by the scientific literature, the Disperse Violet 93 dye needs more studies in other trophic levels to perform its risk assessment. Finally, this study presents the assessment of embryo-toxic potential of effluent pre tannery and aftercare through the Zebrafish (Danio rerio) Embryo Acute Toxicity Test, where the post-treatment effluent showed less embryo-toxic potential, but both presented (even after dilution) coagulation of fertilized eggs, yolk sac edema, scoliosis, malformation of the tail and malformation of the swim bladder. These results highlight the importance of conducting toxicological studies to provide input data for conducting risk assessments of the use of dyes, as they are in constant exposure to the living organisms and the environment
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2019-05-04
Data de Publicação
2017-07-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.