• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.60.2010.tde-19012011-130832
Documento
Autor
Nome completo
Kaori Kubota
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Leonardo Régis Leira (Presidente)
Mastroianni, Patricia de Carvalho
Coêlho, Harnôldo Colares
Título em português
Analise do tratamento das hepatites virais B e C nos usuários atendidos pelo Sistema Único de Saúde no estado do Amapá
Palavras-chave em português
hepatite B
hepatite C
infecção crônica
região amazônica
saúde pública
tratamento
Resumo em português
As hepatites são as causas mais comuns de cirrose hepática e carcinoma hepatocelular (HCC) no mundo, sendo as infecções por Vírus da Hepatite B (HBV) e Vírus da Hepatite C (HCV) consideradas aquelas de maior importância como problemas de saúde pública, devido ao grande número de indivíduos atingidos (cerca de 350 milhões com hepatite B crônica e 170 milhões com HCV). No Brasil, avaliações realizadas nas últimas décadas sugerem que a endemicidade da hepatite B na região amazônica não tem decaído, com o agravante da precariedade do acesso aos cuidados de saúde nessa região. Assim, este estudo tem por objetivo avaliar o tratamento dispensado aos pacientes com hepatites virais B e C no Amapá, que faz parte da Amazônia Legal, para que seja possível conhecer a situação da saúde publica dessa localidade. A coleta de dados foi realizada em um centro de referência que centraliza o atendimento aos pacientes portadores de hepatite B e C, por meio de instrumento de coleta de dados previamente validado e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (CEPFCFRP/USP), entre 1º de julho de 2007 e 30 de junho de 2009, e o programa estatístico EPI INFO, versão 3.5.1, foi utilizado para o lançamento e análise dos dados coletados. Foram incluídos 123 pacientes suspeitos ou portadores de hepatites virais B e/ou C, com idade média de 48,3 anos e 85,4% dos indivíduos entre 30 e 69 anos de idade, sendo 55,3% do sexo masculino, 61,0% casados, 82,1% residentes em Macapá, e 39,0% encaminhados por detecção de suspeita através de exames de rotina/pré-operatório ou pelo HEMOAP. Somando-se monoinfecções e coinfecções, 66,4% e 33,6% eram de pacientes infectados por HCV e HBV, respectivamente, sendo que os crônicos eram 61,0%. O acompanhamento clínico/ambulatorial desses pacientes foi inferior a 6 meses em 52% dos casos, e 40,0% apresentavam algum grau de severidade da doença, mas em 28,6% e 65,1% desses pacientes houve ausência de exames de ultrassonografia abdominal e determinação de níveis de aminotransferases, respectivamente. O genótipo para HCV só foi determinado em 30,6% dos casos de HCV e houve falha de notificação no SINAN em 25,2% dos pacientes do estudo. Três (7,0%) portadores de HBV e 16 (18,8%) de HCV receberam tratamento farmacológico específico, entretanto, outros seis pacientes com HBV e 19 com HCV apresentavam um critério de inclusão no tratamento, mas não foram tratados por ausência de exames de monitoramento. Na avaliação dos protocolos clínicos brasileiros para tratamento de HBV e HCV em relação aos internacionais, os primeiros se mostraram adequados e atualizados, entretanto, as falhas em seu seguimento pelas unidades de saúde que integram a rede assistencial para pacientes com HBV e HCV resultaram em deficiências nos serviços oferecidos, possivelmente decorrentes de treinamentos e capacitações insuficientes, ausência serviços de maior complexidade, e também devido isolamento natural da região. Diante dessas evidências, verifica-se a necessidade de ações governamentais no combate às hepatites virais mais abrangentes e que alcancem essa região.
Título em inglês
Analysis of treatment to the viral hepatitis B and C for users attended by the Unified Health System (SUS) in the state of Amapa.
Palavras-chave em inglês
Amazon area
chronic infection
hepatitis B
hepatitis C
public health
treatment
Resumo em inglês
Hepatitis are the most common cause for cirrhosis and hepatocelullar carcinoma (HCC) in the worldwide, and infections by the Hepatitis B Virus (HBV) and Hepatitis C Virus (HCV) are considered the most importance as public health problems, due to the large number of affected individuals (about 350 millions with chronic hepatitis B and 170 millions with HCV). In Brazil, evaluations made in the last decades suggest that the endemicity in Amazon area has not decreased, with the worsen situation of uncertain access to the health care in this location. Therefore, this research has the purpose to evaluate the treatment delivered to the patients infected by hepatitis virus B and C in Amapa, which belongs to the Legal Amazon, due to become possible to know the public health situation in this location. The data collection was placed in a reference center which concentrates the attendance to the hepatitis B and C carriers, using a data collection instrument previously validated and approved by the Ethics Committee in Research of the College of Pharmaceuticals Sciences of Ribeirão Preto, University of São Paulo (CEP-FCFRP/USP), between July 1st 2007 and June 30th 2009, in addition, the statistical software EPI INFO, version 3.5.1, was used to register and analyze the collected data. The 123 included individuals were suspected to have the infection or hepatitis B and/or C carriers, mean age of 48.3 years and 85.4% of these individuals were aged between 30 and 69 years old, 55.3% were men, 61.0% of them were married, 82.1% were resident in Macapa, and 39.0% of them were forwarded to the reference center due to detection of the infection by the routine exams / before surgery or by the HEMOAP, the blood bank. By the total of monoinfections and coinfections, 66.4% and 33.6% were patients infected by HCV and HBV, respectively, and the chronic patients were 61.0%. The clinical/ambulatorial follow-up of these patients were less than 6 months in 52.0% from the total, and 40.0% showed some severity grade due to the disease, however, 28.6% and 65.1 of these patients were lack of abdominal ultrasonography and aminotransferases determination exams, respectively. The genotype for HCV were determinate only in 30.6% of HCV infections and there were in SINAN notification failure in 25.2% of patients of study. Three (7.0%) HBV carriers and 16 (18.8%) HCV carriers receipt specific pharmacological treatment, nevertheless, others six HBV patients and 19 HCV patients had at least one criteria of inclusion in the treatment, but they were not treated because of monitoring exams absence. In the evaluation of Brazilian clinical protocol to HBV and HCV in regard to the international ones, those ones showed to be appropriates and updated, however, the failures in their following by the health units that integrate the assistance network to the HBV and HCV infected patients had outcomes in lack of offered services, probably due to insufficient training and qualification of the professionals, lack of more complex services, and also due to natural isolation of this area. Because of these evidences, it verifies the need of more including and reaching government actions to fight the viral hepatitis in this location.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Mestrado.pdf (1.47 Mbytes)
Data de Publicação
2011-06-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.