• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.60.2011.tde-30112011-084007
Documento
Autor
Nome completo
Viviane Cristina Gumiero
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Rocha Filho, Pedro Alves da (Presidente)
Baby, André Rolim
Freitas, Osvaldo de
Maruno, Monica
Rangel, Vera Lúcia Borges Isaac
Título em português
Desenvolvimento e avaliação de nanoemulsões à base de óleo de babaçu (Orbignya oleifera) e extratos vegetais (Areca catechu, Glycyrrhiza glabra e Portulaca oleracea) para uso pós-sol
Palavras-chave em português
Areca catechu
Glycyrrhiza glabra
Nanoemulsões
Orbignya oleifera
Portulaca oleracea
Resumo em português
A nanotecnologia é aplicada em praticamente todos os setores da ciência, incluindo a área cosmética. Nanoemulsões apresentam-se mais estáveis do que macroemulsões, possuem boa espalhabilidade e facilitam a penetração de ativos na pele. O óleo de babaçu (Orbignya oleifera) é utilizado no tratamento de várias afecções da pele, devido às propriedades anti-inflamatória, cicatrizante e antiséptica. O extrato de sementes de Areca catechu inibe a produção de elastase e colagenase, enzimas responsáveis pela flacidez e perda de elasticidade da pele no envelhecimento. Além disso, possui ação antioxidante, anti-hialuronidase, estimulante da proliferação de fibroblastos e inibidor da melanogênese. Outro extrato muito utilizado em cosméticos é o de raízes de Glycyrrhiza glabra que possui atividade antioxidante, anti-inflamatória, adstringente, bactericida e inibidor da tirosinase. Já o extrato de portulaca (Portulaca oleracea), possui propriedades anti-alérgica, anti-inflamatória, anti-irritante e cicatrizante. Nesta pesquisa, desenvolveu-se nanoemulsões contendo óleo de babaçu adicionadas ou não de extratos vegetais e avaliou-se a estabilidade físico-química e propriedades biológicas das mesmas, como potencial antioxidante, anti-irritante, anti-inflamatório, influência na hidratação, valor de pH e oleosidade cutânea. A ordem de adição dos componentes, temperatura, velocidade e tempo de agitação foram críticos na obtenção das nanoemulsões. No estudo de estabilidade acelerada, a 45°C, observou-se alteração significativa dos valores de diâmetro dos glóbulos, pH e condutividade elétrica no final de 120 dias, além da ocorrência simultânea dos processos de Ostwald ripening e coalescência nas duas nanoemulsões. Os extratos de areca, alcaçuz e a formulação aditivada apresentaram atividade antioxidante pelos métodos DPPH e xantina oxidase. Nos testes in vitro de irritação, as formulações foram classificadas como ligeiramente irritantes e não-irritantes pelos métodos HET-CAM e RBC, respectivamente. Por meio dos testes in vivo, observou-se que ambas as formulações apresentaram atividade anti-inflamatória, hidratante, aumento da oleosidade e nenhuma alteração no valor de pH cutâneo. Os resultados obtidos sugerem a segurança e eficácia do uso destas nanoemulsões após exposição solar.
Título em inglês
Development and evaluation of nanoemulsions containing babassu oil (Orbignya oleifera) and vegetable extracts (Areca catechu, Glycyrrhiza glabra e Portulaca oleracea) for after sun use
Palavras-chave em inglês
Areca catechu
Glycyrrhiza glabra
Nanoemulsions
Orbignya oleifera
Portulaca oleracea.
Resumo em inglês
Nanotechnology is applied in all science fields, including the cosmetic. Nanoemulsions are more stable than macroemulsions, have good spreadability and facilitate the active skin penetration. Babassu oil (Orbignya oleifera) is used to treat various skin disorders due to anti-inflammatory, healing and antiseptic properties. Areca catechu seed extract inhibits the collagenase and elastase production, enzymes responsible for sagging and loss of skin elasticity in aging. It also has antioxidant, anti-hyaluronidase, and melanogenesis inhibitor properties. Another extract often used in cosmetics is the Glycyrrhiza glabra roots extract. It has antioxidant, anti-inflammatory, adstringent, antibacterial and tyrosinase inhibitor activities. Yet the portulaca (Portulaca oleracea) extract is anti-allergic, anti-inflammatory, anti-irritant and healing. In this research, babassu nanoemulsions with or without extracts were developed and evaluated for physicochemical stability and biological properties as antioxidant, anti-irritant, anti-inflammatory, hydration, pH value and oily skin. The components addition order, temperature, stirring and time speed were critical in obtaining the nanoemulsions. In accelerated stability tests at 45°C, there was significant change in the droplets size, pH and electrical conductivity values at the end of 120 days. In addition, the Ostwald ripening and coalescence processes occurred simultaneous in nanoemulsions. The areca, licorice and the formulation containing this extracts showed antioxidant activity by DPPH and xanthine oxidase methods. In vitro tests of irritation, the formulations were classified as slightly irritating and non-irritating by HET-CAM and RBC methods, respectively. Both nanoemulsions showed anti-inflammatory, moisturizing characteristic, increased oiliness and none changing in the pH skin value. The results obtained suggest the safety and efficacy of these nanoemulsions after sun exposure.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Simplificada.pdf (1.96 Mbytes)
Data de Publicação
2012-04-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.