• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.61.2008.tde-28112008-091433
Documento
Autor
Nome completo
Simone Vianello Bastazini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2008
Orientador
Banca examinadora
Souza, Jeniffer de Cassia Rillo Dutka (Presidente)
Marino, Viviane Cristina de Castro
Yamashita, Renata Paciello
Título em português
Nasalância na presença e ausência da turbulência nasal e da hipernasalidade
Palavras-chave em português
Fala
fissura palatina
medidas de produção da fala
turbulência nasal
Resumo em português
Objetivos: Determinar e comparar os valores de nasalância em amostras de fala na presença e ausência da turbulência nasal (TN) e da hipernasalidade. Métodos: Foram analisadas um total de 288 amostras de fala com fonemas de alta e baixa pressão, sendo que, 110 foram excluídas por apresentarem articulação compensatória (AC) ou disfonia. Cinco (5) juízes avaliaram as 178 amostras (110 + 20%) para indicar a presença e ausência da TN e da hipernasalidade. Resultados: As palavras e frases contendo fonemas líquidos (baixa pressão) foram julgados, por todos os juízes, com ausência de TN, e não foi encontrada diferença significante entre as amostras analisadas (lalá, lalá olhou a lua, e frases LO). No caso das 5 amostras com fonemas de alta pressão (papai, bebê, papai pediu pipoca, o bebê babou, frases PO) observou-se que somente nas frases PO a diferença foi estatisticamente significante (p=0,02) para o fator hipernasalidade. Conclusão: Comparando os valores de nasalância na presença e ausência da TN podemos concluir que a nasalância apresentou-se elevada em todas as palavras e frases contendo fonemas orais de alta pressão, porém a diferenças encontradas não foram estatisticamente significantes. Comparando os valores de nasalância na presença e ausência da hipernasalidade notamos que os valores apresentaram-se elevados nas palavras e frases contendo fonemas orais sonoros de alta pressão e nas frases LO.
Título em inglês
Nasalance at the presence and absence of nasal turbulence and hypernasality
Palavras-chave em inglês
Cleft palate
nasal turbulence
speech
speech production measurement
Resumo em inglês
Objective:The objective of this study was to determine and to compare nasalance scores at the presence and absence of nasal turbulence (NT) and hypernasality. Methods: Nasometric scores and audio recordings were obtained simultaneously from 30 participants with operated unilateral cleft lip and palate during production of speech samples with low and high pressure phonemes. From a sample of 288 recording, 110 were excluded when rated with presence of compensatory articulation (CA) or dysphonia by a group of 5 judges and the remaining 110 sample were classified according to the presence or absence of NT and hypernasality and their mean nasalance scores were calculated. Results: Intra-rater agreement between the judges ranged from regular to perfect and inter-rater agreement ranged from moderate to substancial. The words and phrases with low pressure phonemes (lalá, lalá olhou a lua e low pressure phrases) were rated by all judges with absence of NT. All nasalance scores for low pressure phonemes were found to be suggestive of the presence of hypernasality for the samples rated as hypernasal. There was no significant difference between the nasalance scores for all low pressure samples analysed (lalá, lalá olhou a lua and other low pressure phrases). The nasalance scores for high pressure phonemes (papai, bebê, papai pediu pipoca, o bebê babou, phrases high pressure) were found to be suggestive of the presence of hypernasality for the samples rated as hypernasal and also when the samples were rated with presence of NT. There was significant difference between the nasalance scores only for the high pressure phrases (p=0,02). Conclusion: While statistically significant higher nasalance scores were found only for the longer speech sample of high pressure phrases, elevated nasalance scores were observed for all samples rated with presence hypernasality or presence of NT suggesting the importance, during clinical practice, of carefully interpreting nasalance scores at the presence of turbulence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-02-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.