• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2011.tde-28032011-110221
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Sanches Marins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Rezende, Magda Andrade (Presidente)
Fujimori, Elizabeth
Maranhão, Damaris Gomes
Ohara, Conceição Vieira da Silva
Sigaud, Cecília Helena de Siqueira
Título em português
Percepções, crenças e práticas de pais e educadores acerca de sobrepeso e obesidade em pré-escolares
Palavras-chave em português
Enfermagem pediátrica
Obesidade
Pré-escolar
Saúde escolar
Sobrepeso
Resumo em português
A Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica o excesso de peso (sobrepeso e obesidade) como epidemia, uma vez que é um dos dez principais problemas de saúde atuais. Sua etiologia é multifatorial: genética, endócrina, metabólica, comportamental e ambiental. Tendo em vista estes fatores e os primeiros cinco anos de vida, cruciais para o desenvolvimento de hábitos saudáveis, é necessário conhecer o ambiente, bem como as influências a que a criança está exposta. Assim, este estudo teve como objetivo identificar, conhecer e analisar percepções e crenças de pais e educadores de pré-escolares acerca de sobrepeso e obesidade infantil. Trata-se de estudo qualitativo exploratório, realizado por meio de entrevistas semiestruturadas com quatro educadores, cinco mães e um pai de crianças de duas pré-escolas, uma pública e outra privada, localizadas em São Bernardo do Campo (SP). As entrevistas foram realizadas entre maio e dezembro de 2008. Para a análise dos dados foi utilizada a Análise Temática de Conteúdo de Bardin e o referencial da Bioecologia do Desenvolvimento Humano de Bronfenbrenner. Este propõe um sistema composto por vários níveis: micro, meso, exo e macro, além da própria criança, um sistema por si só, os quais se articulam de modo que os mais amplos vão sucessivamente englobando os menores, em um sistema de círculos concêntricos. O microssistema é o mais próximo da criança e abarca o local no qual faz as refeições, as interações com adultos e pares, as práticas e estratégias utilizadas durante os momentos de alimentação e atividade física. O mesossistema, por sua vez, consiste na interação entre os microambientes, nos quais a criança participa ativamente (família e pré-escola). O exossistema é composto da família extensa, da comunidade, da mídia, do trabalho parental, bem como pela forma de organização dos ambientes urbanos (disponibilidade de alimentos e ambientes públicos de lazer). Afeta a criança intensamente, tanto na alimentação quanto nas oportunidades para brincar e praticar atividades físicas ao ar livre. O macrossistema é constituído por práticas culturais ligadas à alimentação, influência do pertencimento social e econômico, influência do clima e da política governamental. Os entrevistados têm maior clareza acerca da influência dos componentes mais concretos de seu cotidiano. Assim, conseguem perceber, por exemplo, a influência das práticas familiares e da pré-escola, mas tem dificuldade para perceber que falta uma política de segurança que possibilite o uso dos poucos locais públicos de lazer e atividade física. Conclui-se, assim, que as crianças pré-escolares deste estudo estão expostas a muitas influências negativas nos diversos sistemas, o que pode prejudicá-las quanto à aquisição de bons hábitos alimentares e de atividade física, prejudicando-as consequentemente quanto à manutenção de um peso corporal saudável. A temática estudada tem implicações para a profissão de enfermagem em termos de assistência direta, ensino e pesquisa. Propõe-se a continuidade das pesquisas, especialmente levando-se em conta a influência de fatores relacionados ao macrossistema, que geralmente são pouco considerados na gênese do excesso de peso, mas que se revelaram importantes de acordo com os depoimentos estudados.
Título em inglês
Perceptions, beliefs and practices of parents and educators about overweight and obesity in preschool children
Palavras-chave em inglês
Child preschool
Obesity
Overweight
Pediatric nursing
School health
Resumo em inglês
The World Health Organization (WHO) classifies excessive weight (overweight and obesity) as an epidemic, once it is one of nowadays main ten problems. Its etiology is multifactorial: genetic, endocrine, metabolic, behavioral and environmental. Considering these factors and a persons first years of life, which are crucial for the development of healthy habits, it is necessary to know the environment and the influences children are being exposed to. Thus, this study aims at identifying, understanding and analyzing parents and preschool educators beliefs and perceptions about childhood overweight and obesity. This is an exploratory and qualitative study which was conducted through semi-structured interviews with four educators, five mothers and one father of children from two preschools, one of which was public and the other was private, both located in São Bernardo do Campo (SP). The interviews were conducted from May to December 2008. In order to analyze the data, Bardins Thematic Content Analysis and Bronfenbrenners Bioecology and Human Development referential were used. This suggests a system composed of several levels: micro, meso, exo and macro, and also the children themselves, who represent one entire system. These levels are articulated and the widest ones successively encompass the smaller ones in a system of concentric circles. The microsystem is the closest one to the child and it encompasses the place in which the child has their meals, where they interact with adults and peers, the practices and strategies used during their feeding and physical activities. The mesosystem is the interaction between microenvironments, in which the child actively participates (family and preschool environment). The exosystem corresponds to the extended family, the community, media, parental jobs, as well as the form in which the urban environments are organized (availability of food and entertainment public places). It intensely affects children in their feeding and in the opportunities they have to play and practice outdoor physical activities. The microsystem consists of cultural practices related to feeding habits, influence of social and economic status, and to climate and political government influence. Those interviewed are more aware of the influence of more concrete components in their everyday lives. Thus, they can notice, for example, the influence of family and preschool practices. However, it is hard for them to realize they lack a security policy which allows the utilization of the few public places meant for recreation and physical activities. Therefore, it is possible to conclude that the preschool children who participated in this study are exposed to many negative influences in the various systems, which may harm their acquisition of healthy eating habits and physical activities, thus harming their maintenance of a healthy body weight. The thematic studied in this paper has implications for the nursing profession in terms of direct care, teaching and research. It is suggested that this research be continued, especially taking into account the influence of factors related to the macrosystem, which are not often taken into consideration in the overweight genesis, but which have been proven to be important according to the statements analyzed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-03-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.