• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2009.tde-11012010-120308
Documento
Autor
Nome completo
Sheila Katia Cozin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Turrini, Ruth Natalia Teresa (Presidente)
Silva, Maria Julia Paes da
Vasoncelos, Eliane Maria Ribeiro de
Título em português
Idosos e Florais de Bach: em busca do restabelecimento da auto-estima
Palavras-chave em português
Auto-imagem
Medicamentos florais
Saúde do idoso
Resumo em português
A preocupação em compreender o indivíduo de forma holística está gradativamente aumentando na área da saúde. Neste cenário os Florais de Bach consolidam-se, buscando suprir as necessidades emocionais dos indivíduos, incluindo a auto-estima, degradada em muitos idosos pela falta de auto-confiança e auto-respeito que vivenciam. Acreditando que as essências florais são capazes de estimular comportamentos e atitudes positivas e aumentar a percepção e compreensão dos sentimentos, optou-se por avaliar a efetividade dos Florais de Bach na melhora da auto-estima de idosos. Desenvolveu-se um estudo experimental, tipo ensaio clínico, triplo-cego, com idosos atendidos em dois ambulatórios de geriatria de São Paulo. Para avaliação da auto-estima utilizou-se o instrumento de Dela Coleta e para caracterização dos idosos uma anamnese de dados sócio-culturais-demográficos. De Abril/2008 a Julho/2009 abordou-se para avaliação da auto-estima 665 idosos. Desses, 15,9% (106) apresentou escore de auto-estima referente à baixa/média auto-estima, porém somente 80 preencheram também os outros critérios de inclusão do estudo. Ao fim, com as desistências, obteve-se 67 idosos, 35 alocados no Grupo Experimental e 32 no Grupo Placebo. Estes idosos participaram de três atendimentos em Terapia Floral, um a cada 45 dias nos quais se avaliou a auto-estima e se registrou os relatos de evolução dos problemas e sentimentos relacionados à auto-estima. Em todos os atendimentos os idosos escolheram seis Florais de Bach através da técnica de escolha das fotos das flores correspondentes. A cada idoso forneceu-se dois frascos com solução base, sendo que aos do Grupo Experimental acrescentou-se as essência florais escolhidas. Somente no último atendimento os idosos souberam dos significados das flores escolhidas durante o estudo, e todos os participantes receberam mais dois frascos, agora com os Florais escolhidos, permitindo o contato de todos os participantes ao tratamento. Para a verificação estatística da efetividade dos Florais sobre a auto-estima realizou-se o Teste de Tukey-HSD, observando-se que não houve diferença estatística entre os Grupos Experimental e Placebo. Houve melhora da auto-estima em ambos os grupos de estudo, porém no Grupo Experimental observou-se tendência progressiva de melhora enquanto que no Grupo Controle a auto-estima sofreu melhora imediata e manteve-se inalterada. Acredita-se que o relacionamento terapêutico estabelecido durante os atendimentos foi capaz de melhorar a auto-estima dos idosos do Grupo Placebo, porém somente os Florais forneceram subsídios ao individuo trabalhar sua auto-estima efetivamente. Reforçando isto, somente no Grupo Experimental observou-se evolução positiva do bem-estar geral relatado pelos idosos. Sugere-se que o tempo de exposição ao tratamento foi muito curto para observação da uma melhora maior no Grupo Experimental e o instrumento utilizado não foi o mais adequado para esta população, visto que não abrangia questões especificas da auto-estima em idosos. Percebeu-se que a Flor de Bach mais relevante foi a Red Chestnut, a única Flor que nos três atendimentos esteve entre as preferidas dos idosos de ambos os grupos. Esta flor evidencia duas das principais queixas dos idosos: o excesso de preocupação, principalmente com os filhos, netos e com a condição financeira
Título em inglês
Elderly and Bach Flowers Remedies: in search of restoring self-esteem
Palavras-chave em inglês
Aging health
Floral drugs
Self-image
Resumo em inglês
The concern in understanding the individual in a holistic way is gradually increasing in the health field. In this scenario, the Bach Flower Remedies consolidate in an attempt to supply the emotional needs of individuals, including the self-esteem, degraded in many older people due to the lack of self-confidence and self-respect that they experience. Believing that flower essences are able to stimulate positive behaviors and attitudes and increase awareness and comprehension of feelings, we decided to evaluate the effectiveness of the Bach Flower Remedies in the improvement of the self-esteem of older people. We developed an experimental study, clinical trial, triple-blind, elderly assisted by two geriatric clinics in Sao Paulo. To assess self-esteem it was used the instrument of Dela Coleta and the characterization of an old history of socio-cultural and demographic. From April/2008 to July/2009 addressed to assessing self-esteem 665 people. Of these, 15.9% (106) had scores of self-esteem on the low / medium self-esteem, but only 80 also met the other criteria for inclusion in the study. The end, with the dropouts, we got 67 seniors, 35 allocated in the experimental group and 32 in the placebo group. These seniors participated in three appointments to Flower Therapy, one every 45 days during which we evaluated the self-esteem and registered reports of developments on issues related to feelings and self-esteem. At every appointment the elderly chose six Bach Flowers using the technique of choice of photos matching flowers. For every elderly were provided two bottles of base solution, and to the experimental group was added to the flower essence chosen. Only at the last treatment, the elderly had known the meaning of the flowers chosen for the study and all participants received two more bottles, now with the flowers chosen, allowing contact of all participants to treatment. For statistical verification of the effectiveness of Flowers on self-esteem was held to the Tukey-HSD, resulting in that there was no statistical difference between the Experimental and Placebo Groups. There was improvement in self-esteem in both study groups, but in the experimental group there was a trend of gradual improvement while in the placebo group self-esteem has improved immediately and remained unchanged. It is believed that the therapeutic relationship established during the sessions was able to improve self-esteem of older people in the placebo group, but only Bach flowers provided subsidies to improve individuals self-esteem effectively. Reinforcing this, only in the experimental group it showed positive development of well-being reported by the elderly. It is suggested that the exposure time to treatment was too short for the observation of a greater improvement in the experimental group and the instrument used was not the most appropriate for this population, as they did not cover specific issues of self-esteem in the elderly. It was noticed that the more relevant Bach flower was Red Chestnut, the only one that in all appointments was among the favorite flowers of the elderly in both groups. This flower shows the principal complaints of the elderly: over-concern, especially with the children, grandchildren and the financial condition
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Sheila_Cozin.pdf (1.51 Mbytes)
Data de Publicação
2010-01-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • COZIN, Sheila Katia, e TURRINI, R. N. T. Holistic therapy: agrimonia eupatoria as Bach Flower and Phytotherapeutic Remedy. Journal of Naturology and Complementary Therapies, 2012, vol. 1, p. 61-69.
  • Cozin, S.K., and Turrini, R. Elderly and Bach Flowers Remedies: In search of restoring self-esteem [doi:10.1016/j.eujim.2010.09.178]. In 3 rd European Congress for Integrative Medicine, Berlim. EUR J INTEGR MED.London : Elsevier, 2010. Abstract.
  • COZIN, Sheila Katia, e Turrini, Ruth Natalia Teresa. Auto-estima de idosos atendidos em ambulatórios de geriatria. In XII Colóquio Panamericano de Investigación en Enfermería, Florianópolis (SC), 2010. anais 62 Congresso Brasileiro de enfermagem.Florianópolis, 2010. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.