• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2012.tde-14112012-103847
Documento
Autor
Nome completo
Adriana da Silva Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Cruz, Dina de Almeida Lopes Monteiro da (Presidente)
Jesus, Cristine Alves Costa de
Lopes, Maria Helena Baena de Moraes
Pimenta, Cibele Andruccioli de Mattos
Silva, Rita de Cassia Gengo e
Título em português
Raciocínio diagnóstico de enfermeiros e estudantes de enfermagem
Palavras-chave em português
Avaliação em enfermagem
diagnóstico de enfermagem.
raciocínio diagnóstico
Resumo em português
O conhecimento sobre o raciocínio diagnóstico de enfermeiros e estudantes de enfermagem é importante para orientar decisões sobre a formação e educação permanente de enfermeiros. Os objetivos deste estudo foram adaptar o Diagnostic Thinking Inventory (DTI) para uso no Brasil, estimar as propriedades psicométricas do instrumento adaptado, e analisar o raciocínio diagnóstico de enfermeiros e estudantes de enfermagem segundo variáveis selecionadas. O DTI é um inventário de origem canadense, alicerçado na teoria da geração de hipóteses, desenvolvido para avaliar o raciocínio diagnóstico em dois domínios (grau de flexibilidade do pensamento e grau de estrutura de conhecimento na memória). O processo de adaptação do DTI resultou em uma versão brasileira que foi aplicada em uma amostra de 83 enfermeiros (28,9%); idade média de 29,7±,6,66 anos e 205 estudantes (71,1%); idade média de 24,7 ±5,61 anos. A análise fatorial confirmatória dos 41 itens do DTI mostrou ajuste moderado do modelo (2 = 1369; GFI= 0,793; AGFI= 0,771; RMSEA= 0,053; NFI= 0,458; NNFI= 0,635; CFI= 0,654 e SRMR= 0,068) e consistência interna (alfa de Crombach) boa ou aceitável para o total dos itens (0,801), para o domínio de flexibilidade (0,635) e para o domínio de estrutura (0,742). O coeficiente de correlação de Pearson para o teste e reteste mostrou que o DTI apresenta boa reprodutibilidade (0,806; p=0,001). Não houve diferença de escores médios de flexibilidade entre os enfermeiros (4,1±0,48; IC 95% 3,98 4,18) e estudantes (4,2±0,51; IC 95% 4,1 4,3) (p=0215). Também não houve diferença de escores médios de estrutura do conhecimento entre os enfermeiros (4,3±0,59; IC 95% 4,1 4,4) e os estudantes (4,3±0,53 IC 95% 4,2 4,4) (p=0,742). Quanto às demais análises de associação entre o DTI e outras variáveis, houve significância estatística entre as seguintes: ter tido ensino sobre diagnóstico de enfermagem na graduação (flexibilidade p=0,001; estrutura p=0,009); ter tido ensino sobre raciocínio clínico na graduação (flexibilidade p=0,031; estrutura p>0,001); maior contato com diagnóstico de enfermagem por meio de leituras (estrutura p=0,001); por meio de pesquisa (estrutura p=0,001); por meio da prática clínica (estrutura p<0,001); autoavaliação de alta capacidade de raciocínio clínico (flexibilidade p= 0,003 e estrutura p< 0,001) e, para os enfermeiros, a prática diária que inclui o uso de diagnósticos de enfermagem (estrutura p<0,001). As análises realizadas permitem afirmar que o uso dos diagnósticos de enfermagem e seu ensino são importantes para o raciocínio diagnóstico na enfermagem, embora a versão brasileira do DTI ainda necessite de outros estudos para confirmar sua estrutura.
Título em inglês
Baccalaureate nurses and undergraduate students diagnostic reasoning
Palavras-chave em inglês
diagnostic reasoning
Nursing assessment
nursing diagnosis
Resumo em inglês
The knowledge about diagnostic reasoning of baccalaureate nurses and undergraduate students is important to the development of educational strategies. This studys objectives included to culturally adapt the Diagnostic Thinking Inventory (DTI) for the Brazilian culture, analyze its psychometric properties, and describe the diagnostic rationale nurses and nursing students with selected variables. The DTI is a Canadian inventory based on the theory of hypothesis generation, created to measure the diagnostic ability. The inventory has two sub-sections (flexibility in thinking and evidence structure knowledge in memory). The DTIs translation process resulted in a Brazilian version applied to a sample of 83 nurses (28,9%); average age of 29,7 ± 6,6 years, and 205 students (71,1%); average age of 24,7 ± 5,61years. The results of the confirmatory factor analysis concerning a moderate fit for the DTI model (2 = 1369; GFI= 0,793; AGFI= 0,771; RMSEA= 0,053; NFI= 0,458; NNFI= 0,635; CFI= 0,654 e SRMR= 0,068) and the internal consistence (Cronbachs alpha) showed a good internal consistency to total score (0,801), flexibility (0,635) and evidence (0,742). Persons coefficient of correlation showed that the DTI has good reproducibility over time (0.806; p=0,001). No have difference between nurses flexibility scores (4,1±0,48; IC 95% 3,98 4,18) and students scores (4,2±0,51; IC 95% 4,1 4,3) (p=0215). No have too difference between nurses evidence structure scores (4,3±0,59; IC 95%, 4,1 4,4) and students scores (4,3±0,53 IC 95% 4,2 4,4) (p=0,742).The variables applied together with the DTI presented significant differences: nursing diagnosis in graduate course (flexibility p=0,001; evidence structure p=0,009); clinical reasoning in graduate course (flexibility p=0,031; evidence structure p>0,001); nursing diagnosis with read and research (evidence structure p=0,001); nursing diagnosis with clinical practice (evidence structure p<0,001); self-evaluation of clinical reasoning ability (flexibility p= 0,003; evidence structure p< 0,001) and for only nurses, the diary clinical practice with use of nursing diagnosis (evidence structure p<0,001).The analysis results lead to the conclusion that to use and to teach about nursing diagnosis is very important to diagnostic reasoning in nursing, although other studies are needed to confirm or adjust the Brazilian version of the DTI.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese_final.pdf (5.47 Mbytes)
Data de Publicação
2013-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.