• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.7.2013.tde-20092013-085831
Documento
Autor
Nombre completo
Simone Alvarez Moretto
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2013
Director
Tribunal
Costa, Ana Lucia Siqueira (Presidente)
Cruz, Fátima das Dores da
Grazziano, Eliane da Silva
Título en portugués
Análise da correlação existente entre Senso de Coerência e adesão ao tratamento em pacientes com diagnóstico de insuficiência cardíaca crônica
Palabras clave en portugués
adesão ao tratamento
insuficiência cardíaca
Senso de Coerência
Resumen en portugués
Introdução: a insuficiência cardíaca (IC) caracteriza-se por uma síndrome complexa, que apresenta, como principais sintomas, falta de ar, fadiga e função cardíaca anormal, o que exige, dos pacientes, mudanças no estilo de vida. Observa-se que as orientações de cuidado, muitas vezes, não são incorporados pelo portador de IC, sendo este um importante aspecto para a piora clínica deste paciente. Na perspectiva do enfrentamento, o Senso de Coerência proposto por Aaron Antonovsky, referencial adotado nesta pesquisa, é um construto que, se bem aplicado aos portadores de IC, pode revelar aos profissionais de saúde a percepção que os pacientes apresentam acerca de sua condição de doença. Objetivo: analisar a existência de correlação entre a adesão ao tratamento e o senso de coerência em pacientes ambulatoriais com diagnóstico de IC. Material e Método: estudo exploratório, descritivo, prospectivo e de abordagem quantitativa, realizado no ambulatório especializado em Insuficiência Cardíaca e Transplante do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com amostra de 100 pacientes. Os instrumentos utilizados na análise foram o Questionário de Senso de Coerência e o Questionário de Adesão em Pacientes com Insuficiência Cardíaca, além de um roteiro de entrevista semiestruturada para a caracterização da amostra da população de estudo. Os dados clínicos foram coletados do prontuário eletrônico dos pacientes. A regressão linear múltipla foi a estratégia utilizada para identificação dos fatores associados à adesão e ao senso de coerência, enquanto o nível de significância utilizado foi 5%. Resultados: o perfil biossocial da amostra foi predominantemente de homens (70%), com idade superior a 40 anos (89%), casados ou com companheiros (66%), baixa escolaridade (65% ensino fundamental), vinculados à religião católica (66%), aposentados (44%), com antecedentes clínicos de hipertensão (54%), dislipidemias (31%) e diabetes (25%). O principal diagnóstico responsável pelo quadro de IC foram as miocardiopatias (91%). Com relação ao senso de coerência, a distribuição da pontuação na amostra da população estudada variou entre 79 e 196, com média de 147,99 e desvio padrão de 23,101. A pontuação do questionário podia variar entre 29 e 203 pontos. A pontuação no questionário de adesão variou entre 26 e 58 pontos, média de 43,13, desvio padrão em 8,099. Neste questionário, a pontuação poderia variar entre 0 e 60 pontos. A idade foi o único fator preditor de adesão ao tratamento. Gênero e renda familiar apareceram como fatores preditores do domínio compreensão do senso de coerência. O gênero, isoladamente, foi determinado como fator preditor dos domínios Manuseio, Significado e para o senso de coerência. A correlação entre senso de coerência e adesão ao tratamento não foi significativa. Houve correlação significativa e negativa entre idade e adesão ao tratamento. A miocardiopatia mostrou-se como significativa, quando se refere à adesão ao tratamento. Neste caso, dentre os indivíduos que apresentaram valores menores ou iguais à média para o escore adesão (51%), 43% eram miocardiopatas. A hipertensão arterial sistêmica apresentou-se como variável significativa para o domínio compreensão do construto senso de coerência. Dentre os indivíduos que apresentaram valores menores ou iguais à média, para o escore em questão (51%), 22% eram hipertensos. Conclusões: a análise do Senso de Coerência e sua relação com a adesão ao tratamento em doenças crônicas é, em geral, pouco estudada. Não houve correlação entre Senso de Coerência e adesão ao tratamento, porém o instrumento de adesão não apresentou consistência interna relevante para a análise. Os resultados desta pesquisa poderão ser utilizados para a melhoria da prática assistencial de enfermeiros no cuidado a pacientes com IC.
Título en inglés
Correlation Analysis between Sense of Coherence and Treatment Compliance of patients with a diagnosis of Heart Failure
Palabras clave en inglés
Heart Failure
Sense of Coherence
Treatment Compliance
Resumen en inglés
Introduction: heart failure (HF) is characterized by a complex syndrome that has as its main symptoms shortness of breath, fatigue, and abnormal cardiac function. It demands a change of lifestyle in patients, that most of the time, are not adequately adopted, causing problems in treatment Compliance. In the confrontation perspective, the Sense of Coherence proposed by Aaron Antonovsky, used in this research as reference, is a construct that, if well applied to the sufferers of heart failure, it could reveal to the health professional, the perception patients have around their illness. Objective: Analyze the existence of a correlation between compliance to treatment and Sense of Coherence in clinical patients with a diagnosis of heart failure. Materials and Method: This is a exploratory study, descriptive, prospective, of a quantitative approach, which took place in the Heart Failure and Transplant Specialty Clinic at the Instituto do Coração (Heart Institute) of Hospital das Clínicas of the Medical College of the University of São Paulo (InCor-HC FMUSP), with a sample of 100 patients. The means used for analysis were Sense of Coherence and Treatment Compliance Questionnaire, as well as a directed semi-structured interview for the characterization of the sample of the population in the study. The clinical data was collected from the patients electronic medical records. Multiple Linear Regression was the strategy used to identify the factors associated to Treatment Compliance and Sense of Coherence, and the significance level used was 5%. Results: The Biosocial profile of the sample was predominantly of males (70%), over 40 years old (89%), married or with partners (66%), retired (44%), with a history of clinical hypertension (54%), dyslipidemia (31%) and diabetes (25%). The primary diagnosis responsible for the Heart Failure Clinical profile was Cardiomyopathy (91%). As for the Sense of Coherence, the distribution of scoring points in the sample of the population studied varied between 79 and 196, with an average of 147, 99 and standard deviation of 23.101. The scoring in the Questionnaire can vary between 29 and 203 points. The scoring in the Treatment Compliance Questionnaire varied between 26 and 58 points, average of 43,13 and Standard Deviation in 8.099. In this questionnaire the scoring can vary between 0 and 60 points. Age was the only predictor in Treatment Compliance. Gender and family income appear as predicting factors in the domain of Sense of Coherence comprehension. Isolated, gender was a determinant as a predicting factor in the domains of handling, Significance and Sense of Coherence. The correlation between Sense of Coherence and Compliance of Treatment wasnt significant. There was a significant and negative correlation between age and Treatment Compliance. Cardiomyopathy appeared as significant when dealing with Treatment Compliance. In this case, among the individuals that showed lower or equal values to the average score of Treatment Compliance (51%), 43% had Cardiomyopathy. Systemic Arterial Hypertension, appeared as a significant variable for the domain of Comprehension of the Sense of Coherence Construct. Among the individuals that showed lower or equal to the average score in question values (51%), 22% were hypertensive. Conclusion: The Analysis of the Sense of Coherence in relation to Treatment Compliance in chronic diseases is in general, not very well researched. There was no correlation between Sense of Coherence and Treatment Compliance, although the Treatment Compliance instrument did not present internal consistence relevant to the analysis. The conclusions of this research can be employed in the improvement of clinical practice of nurses in the caring of patients with Heart Failure.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2013-10-29
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.