• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2016.tde-26062015-131208
Documento
Autor
Nome completo
Débora Cristina Ignacio Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lacerda, Rubia Aparecida (Presidente)
Barbosa, Dulce Aparecida
Barbosa, Maria Clara Padoveze Fonseca
Silva, Cristiane Pavanello Rodrigues
Turrini, Ruth Natalia Teresa
Título em português
Programas de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde: diagnóstico de situações em hospitais do estado do Paraná.
Palavras-chave em português
avaliação
Infecção e prevenção
Infecções associadas à saúde
programas
Resumo em português
Programas de prevenção e controle de infecção associada a assistência à saúde (PCIRAS), ao contribuírem para reduzir as ocorrências dessas infecções, constituem componentes relevantes de sistemas de avaliação da qualidade de instituições de assistência a saúde. Contudo, pouco tem sido investido para reconhecer a própria qualidade desses programas. A finalidade deste estudo foi caracterizar o desempenho desses programas em hospitais do Estado do Paraná-Brasil, tendo como hipótese um resultado mínimo de 75% de conformidade. Estudo prospectivo e transversal de avaliação processual, por meio de um instrumento previamente validado, composto por quatro indicadores cujos conteúdos contemplam o desempenho esperado/desejado desses programas em relação às exigências governamentais brasileiras e à literatura internacional. Os indicadores são: 1) Estrutura Técnico-operacional (PCET); 2) Diretrizes Operacionais (PCDO); 3) Sistema de Vigilância Epidemiológica (PCVE); 4) Atividades de Controle e Prevenção (PCPP). Cada um desses indicadores, por sua vez, possui vários componentes ou unidades de avaliação. O estudo foi realizado de 2013 a 2014 em 50 hospitais definidos estatisticamente por amostra de acesso. A conformidade geral obtida por esses programas foi 71,0%, com dispersão (dp) de 23,88. As conformidades de cada indicador foram: PCET - 79,4% e 18,9dp; PCVE 76,0% e 30.5dp; PCDO - 65,5% e 26,9dp; PCPP-63,2%/39,5dp. O desempenho geral ficou pouco abaixo daquele previamente esperado, devido aos indicadores PCDO e PCPP. Já, os indicadores PCET e PCVE apresentaram desempenho acima do mínimo geral previamente considerado. Como conclusão, os programas apresentam adequação mínima para sua operacionalização e para realizar a vigilância epidemiológica, mas é possível considerar que o processo adequado está prejudicado devido à insuficiência quantitativa e qualitativa de diretrizes operacionais e de ações para o controle e prevenção dessas infecções. A presença de certificação em qualidade em saúde, realização de auditorias internas, presença de enfermeiro exclusivo para atuar no Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), presença de profissionais médicos contratados e concursados, maior carga horária de dedicação exclusiva e tempo de experiência de médicos e enfermeiros, apresentaram associação significativa para melhor desempenho dos PCIRAS, respectivamente. Sendo o Paraná um dos estados mais desenvolvidos do Brasil, o resultado desse estudo é preocupante e motiva a necessidade de reconhecer e caracterizar esses programas nas outras regiões do país. Finalmente, a avaliação aplicada com esses indicadores permitiu um reconhecimento mais aprofundado do modus operandi dos PCIRAS. Por outro lado, futuras investigações precisam ser desenvolvidas com o intuito de reconhecer o impacto da conformidade desses programas com a ocorrência de infecções nas instituições de saúde.
Título em inglês
Prevention and Infection Control Programs related to Health Assistance: diagnosis of hospitals in the state of Paraná
Palavras-chave em inglês
evaluation
Infection and prevention
Infections associated with health
programs
Resumo em inglês
Prevention and Infection control programs associated with health assistance (PCIRAS), when contributed to reduce the number of these infections, build up relevant components of quality evaluation system from health assistance. However, little has been invested to recognize the quality of these programs. The objective of this study was to characterize the development of these programs in hospitals in the state of Paraná-Brazil, having the hypothesis a minimum result of 75% of conformity. Prospective and transversal study of processual evaluation, through an instrument previously validated, built up by four indicators whose contents are the expected development of these programs in relation to Brazilian and international literature requirements. The indicators are: 1) Technical-operational structure (TOS); 2) Operational Guidelines (OGS); 3) Epidemiological Surveillance System (ESS); 4) Control and Prevention Proceedings (CPP). Each one of these indicators have several components or evaluation units. The study was performed from 2013 to 2014 in 50 hospitals statistically defined by access. The general conformity obtained by these programs were 71,0%, with dispersion (dp) of 23,88. The conformities of each indicator were: TOS - 79,4% and 18,9dp; ESS 76,0% and 30.5dp; OGS - 65,5% and 26,9dp; CPP - 63,2%/39,5dp. The general development was a bit below those previously expected, due to OGS and CPP indicators. On the other hand, the TOS and ESS presented development above the minimum previously considered. As conclusion, the programs presented minimum data to be operated and to provide epidemiologic observation, but it is possible to consider that the adequate process is damaged due to quantitative and qualitative insuficience of operational and action norms to the control and prevention of these infections. The presence of health quality certification, internal fiscalization control, presence of an exclusive nurse to work on the Hospital Infection Control Service (HICS), presence of contracted and state physicians, longer hours of exclusive dedication and wider experience of physicians and nurses, present great association to improve the development of CPIRAH, respectively. As Paraná is one of the most developed states in Brazil, the result of this study is something to be worried about. It motivates the necessity to recognize and characterize these programs in other regions of Brazil. Finally, the evaluation applied with these indicators allowed a deeper recognition of PCIRAS modus operandi. On the other hand, future studies need to be done with the objective of recognize the conformity impact of these programs with the infection numbers in health institutions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.