• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.7.2015.tde-29062015-150220
Documento
Autor
Nombre completo
Ingrid de Almeida Barbosa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Silva, Maria Julia Paes da (Presidente)
Pereira, Luciane Lucio
Wen, Chao Lung
Título en portugués
Avaliação dos elementos de comunicação percebidos por médicos e enfermeiros no cuidado por telessaúde
Palabras clave en portugués
comunicação em saúde
telenfermagem
Telessaúde
Resumen en portugués
Introdução: A comunicação é o processo pelo qual ocorrem compreensão e compartilhamento de mensagens enviadas e recebidas, sendo que o conteúdo destas mensagens exerce influência no comportamento das pessoas envolvidas. Atualmente, a área da saúde tem utilizado ferramentas de cuidado à distância para prestar assistência aos pacientes em diversos contextos - a chamada Telessaúde. A influência desta modalidade de cuidado sobre a natureza e o conteúdo da comunicação deve ser muito bem compreendida, visto que o processo de comunicação humana adequado é essencial na assistência à saúde com qualidade. Objetivos: avaliar a percepção do profissional da saúde referente a elementos de Comunicação Humana no cuidado por Telessaúde. Os objetivos específicos foram: verificar que elementos de Comunicação Humana o enfermeiro e o médico identificam no cuidado por Telessaúde, e discutir, por meio dos achados, em que aspectos essa modalidade de cuidado pode impactar na comunicação interpessoal entre os profissionais de saúde e, consequentemente, na assistência aos pacientes. Método: pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, realizada com 20 profissionais que atuam em telessaúde no Brasil. Os dados foram coletados com médicos e enfermeiros por meio de sistema de vídeo ou áudio, no período de junho a outubro de 2014. O número de participantes foi determinado pela saturação de dados, conforme metodologia adotada. Os dados foram analisados pela proposta de análise de conteúdo de Bardin. Resultados: Dos discursos emergiram quatro categorias principais, sendo a maioria composta de subcategorias: Entendendo a importância da comunicação (Comunicação adequada é fundamental, pois interfere na conduta; Identificando as barreiras de comunicação); O relacionamento interpessoal interferindo na comunicação; Comunicando-se por meio da tecnologia (Tecnologia facilita a prática; Entendendo os fatores que dificultam a comunicação à distância; Identificar o não verbal por telessaúde é mais difícil) e Aprendendo o processo de comunicação (Não há dificuldades em comunicar-se; Importância do aprendizado da comunicação verbal e não verbal; Importância do aprendizado da telessaúde). Conclusão: Concluímos com este estudo que a comunicação interpessoal adequada na área da saúde é considerada primordial por médicos e enfermeiros que atuam em Telessaúde no Brasil porque acreditam interferir em sua conduta profissional. O relacionamento interpessoal é o principal fator de interferência nesse processo. A tecnologia tem facilitado a prática profissional, porém, do ponto de vista comunicacional, o cuidado à distância apresenta nuances que dificultam o processo de comunicação, principalmente devido à dificuldade de percepção do não verbal na assistência por telessaúde. Para superar estas dificuldades, médicos e enfermeiros concordam que a comunicação é uma competência que deve ser lecionada aos profissionais durante sua formação e, especificamente para atuação à distância, esta habilidade deve ser ensinada considerando as nuances que a distância pode trazer no processo comunicacional entre as pessoas.
Título en inglés
Evaluation of Communication Elements perceived by physicians and nurses in telehealth care
Palabras clave en inglés
Health Communication
Telemedicine
Telenursing
Resumen en inglés
Introduction: Communication is the process through which understanding and sharing of sent and received messages occur, considering that the content of these messages influences the behaviour of people involved. Nowadays, the health care segment has used distance care tools to serve patients in different contexts - the so-called Telehealth. The influence of this type of care on the nature and content of communication must be well understood, since the adequate process of human communication is essential in quality health assistance. Objectives: evaluate the perception of the health care professional regarding Human Communication elements in Telehealth care. The specific objectives were: verifying which elements of Human Communication the nurse and the doctor identify in Telehealth care, and dissussing, through findings, in which aspects this type of care can impact the interpersonal communication among health care professionals and, consequently, patients care. Method: descriptive research, with qualitative approach, performed with 20 professionals who work in Telehealth in Brazil. Data were collected from doctors and nurses through audio or video system, from June to October 2014. The number of participants was determined by saturation of data, according to adopted methodology. Data were analyzed by the content analysis proposal of Bardin. Results: From the discourses, four main categories emerged, and most are composed of subcategories: understanding the importance of communication (dequate communication is fundamental, because it interferes in behaviour; Identifying the limitations of communication); The interpersonal relationship interfering in the communication; Communicating through technology (Technologies facilitates practice; Understanding the factors that make distance communication difficult; Identifying the non-verbal through Telehealth is more difficult) and Learning the process of communication (There are no difficulties in communicating; The Importance of learnig verbal and non-verbal communication; The importance of Telehealth learning). Conclusion: We have concluded in this study that adequate interpersonal communication in health care is considered fundamental by doctors and nurses that work in Telehealth in Brazil because it is believed that it interferes with their professional behaviour. Interpersonal relationship is the main factor of interference in this process. Technology has facilitated professional practice, however, from a communicational perspective, distance health care presents nuances that make the process of communication difficult , maily due to the difficulty of perception of non-verbal aspects in Telehealth care. To overcome these difficulties, doctors and nurses agree that communication is a competence that must be taught to professionals during their professional education and, especifically to work at distance, this ability must be taught taking into consideration the nuances that distance may bring in the communication process among people.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Projeto_Ingrid.pdf (1.46 Mbytes)
Fecha de Publicación
2015-07-14
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.