• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.7.2011.tde-31052011-120626
Documento
Autor
Nombre completo
Karla de Melo Batista
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Bianchi, Estela Regina Ferraz (Presidente)
Castro, Denise Silveira de
Costa, Ana Lucia Siqueira
Grazziano, Eliane da Silva
Guido, Laura de Azevedo
Título en portugués
Stress e Hardiness entre enfermeiros hospitalares
Palabras clave en portugués
Enfermeiro
Hardiness
hospital
Saúde do trabalhador
Stress
Resumen en portugués
Introdução: Para minimizar o stress no trabalho e as suas influências na saúde do profissional, bem como todas as suas repercussões negativas no campo profissional, tais como, custos com absenteísmo, acidentes de trabalho, doenças profissionais e a falta de motivação, algumas estratégias são atualmente utilizadas e dentre elas a Personalidade Resistente Hardiness, no qual o indivíduo apresenta características relacionadas ao controle, compromisso e desafio. Objetivos: identificar e determinar o nível de Hardiness e stress em enfermeiros de um hospital público no município de Vitória ES. Método: Estudo exploratório, descritivo, de campo, com abordagem quantitativa, realizado junto a 72 enfermeiros de uma instituição hospitalar da esfera federal. Os dados foram coletados por meio dos instrumentos Escala Bianchi de Stress EBS, Escala de Stress Percebido PSS10, Escala de Hardiness HS e Escala de Stress no Trabalho EET. A análise estatística para a caracterização da amostra foi determinada por freqüência relativa (%) e absoluta (N). Para EBS, PSS 10, HS e EET utilizou-se média, mediana, desvio padrão e mínimo e máximo para resumir as informações indicar a variabilidade dos dados. Testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis foram utilizados para a análise entre os instrumentos e as variáveis, considerando-se p < 0,05. O teste de Spearman foi usado para as correlações entre os instrumentos. Considerou-se um Alfa de Cronbach com valor maior que 0,40. Com o teste de qui-quadrado selecionou-se variáveis com p-valor < 0,200, compondo os modelos logísticos de cada instrumento. A regressão logística foi realizada pelo teste de Hosmer-Lemeshow. Resultados: Os enfermeiros apresentaram nível médio de stress geral (escore de 3,96), sendo os maiores estressores relacionados às atividades de coordenação das atividades da unidade (escore de 4,65) e condições de trabalho para o desempenho das atividades de enfermeiro (escore de 4,15). Com relação à hardiness, houve maior média de pontuação para hardiness subescala controle (média = 20,58) e hardiness subescala compromisso (média = 20,34), sendo a menor média atribuída a hardiness subescala desafio (média = 14,25). As correlações demonstraram que hardiness não foi influenciado pelo EET, PSS ou EBS, que houve uma relação inversamente proporcional entre o nível de stress e hardiness, que hardiness e stress no trabalho não estão relacionados a características pessoais e que hardiness é fator preditor ao stress no trabalho. Conclusão: Hardiness não é uma resposta a todos os conflitos que emergem do trabalho, mas sim uma possibilidade de modificação da percepção do stress, mobilizando estratégias para um melhor enfrentamento das dificuldades que emergem do mundo do trabalho.
Título en inglés
Stress and hardiness among hospital nurses
Palabras clave en inglés
Hardiness
Hospital.
Nurse
Professional health
Stress
Resumen en inglés
Introduction: Some strategies are currently to minimize the stress at work and its influences on the professional health, as well as all its negative repercussions in the professional field, such as: cost of absenteeism, accidents at work, occupational diseases and the lack of motivation. The present study analyzed Hardiness as personality characteristic and composed by control, commitment and challenge. Objectives: identify and determine the level of Hardiness and stress in a public hospital nurses Vitória ES, Brazil. Method: descriptive and exploratory study and quantitative approach. The population was constituted by 72 hospital nurses. The data were collected using Stress Scale by Bianchi EBS, Perceived Stress Scale PSS10, Hardiness Scale HS and Scale of Stress at Work EET. The data was analyzed using absolute frequencie (N) and relative frequncie (%). Media were used to study the scales: EBS, PSS 10, HS and EET. The statistical tests were: Mann-Whitney and Kruskal-Wallis, Spearman, Hosmer-Lemeshow. The level o significance adopted was p<0,05. Logistic regression was performed for variables with p<0,20. Results: The results demonstrated that nurses have in medium level of stress (score 3.96), and stressors were related to activities of coordination in the unit (score 4.65) and working conditions for the performance of nurse activities (score 4.15). Regarding to hardiness, there were highest average score for hardiness subscale control (average = 20.58) and hardiness subscale commitment (average = 20.34), being the smallest average assigned to hardiness subscale challenge (average = 14.25). Hardiness was not influenced by stress or work stress. There was inverse correlation between stress and hardiness. Hardiness and stress were not related to personal characteristics. Hardiness was predictor to work stress. Conclusion: Hardiness is not an answer to all conflicts that emerge from work, but it is a chance of modification in the stress perception, mobilizing strategies for a better confront the difficulties at work world.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Tese_Karla_Melo.pdf (697.01 Kbytes)
Fecha de Publicación
2011-06-03
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.