• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2013.tde-10092013-144343
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Martins Ricardo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Fugulin, Fernanda Maria Togeiro (Presidente)
Gaidzinski, Raquel Rapone
Laus, Ana Maria
Título em português
Tempo das intervenções e atividades de enfermagem na sala de recuperação pós-anestésica: subsídio para determinação da carga de trabalho
Palavras-chave em português
Carga de Trabalho
Enfermagem
Recuperação Pós-Anestésica
Resumo em português
A escassez de pesquisas, instrumentos e parâmetros que subsidie o planejamento e a avaliação quantitativa e qualitativa de profissionais de enfermagem em salas de recuperação pós-anestésicas (SRPA) dificulta a provisão adequada de profissionais nessa área. Objetivo: Identificar o tempo médio das intervenções e atividades realizadas pela equipe de enfermagem em SRPA, como subsídio para a determinação da carga de trabalho. Método: Trata-se de um estudo de caso, observacional, transversal, de natureza quantitativa, realizado na SRPA do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP). Participaram do estudo todos os profissionais de enfermagem que trabalharam na SRPA durante o período de coleta de dados. Os dados da pesquisa foram coletados e organizados de acordo com as seguintes etapas: identificação das atividades realizadas pela equipe de enfermagem, por meio da análise dos prontuários dos pacientes e da observação direta dos profissionais; mapeamento das atividades identificadas em intervenções de enfermagem, segundo a Nursing Intervention Classification (NIC); validação do mapeamento das atividades em intervenções de enfermagem, por meio de Oficinas de trabalho; mensuração do tempo despendido na execução das intervenções e atividades, utilizando a técnica Tempos Cronometrados. Resultados: Foram coletadas 6032 amostras de intervenções e atividades realizadas pelos profissionais de enfermagem na SRPA. O tempo total de execução dessas intervenções e atividades, cronometrados por observadores de campo, correspondeu a 192 horas, 56 minutos e 40 segundos. A distribuição da proporção do tempo de execução das intervenções de enfermagem evidenciou que as principais intervenções executadas foram Cuidados Pós-ANESTESIA (16,9%), DOCUMENTAÇÃO (14,3%), Controle de INFEÇÃO (5,9%). Os Domínios de maior representatividade foram: Domínio 6 - Sistema de Saúde (37%), Domínio 2 - Fisiológico Complexo (36%), Domínio 4 - Segurança (16%), Domínio 1 - Fisiológico Básico (10%) e Domínio 5 - Família (1%). O tempo da equipe está dividido em: 67% de intervenções de enfermagem; 9% de atividades associadas; 11% de atividades pessoais; 11% de tempo de espera e 2% de atividades realizadas no CC. A produtividade das enfermeiras foi de 92%, enquanto o tempo produtivo dos técnicos/auxiliares correspondeu à 86%. O tempo médio das intervenções e atividades correspondeu a dois minutos e treze segundos. A literatura não oferece dados que possibilite a comparação dos tempos médios das intervenções e atividades de enfermagem encontrados na presente pesquisa. Conclusão: A realização deste estudo permitiu identificar os tempos médios das intervenções e atividades executadas pela equipe de enfermagem na SRPA, contribuindo para a determinação da carga de trabalho e, consequentemente, para a superação das dificuldades relacionadas ao dimensionamento de profissionais nessa área
Título em inglês
Nursing activity and intervention time in the post-anesthesia recovery room: subsidy for determining workload
Palavras-chave em inglês
Anesthesia Recovery Period
Nursing
Workload.
Resumo em inglês
The scarcity of studies, tools and parameters to subsidize the planning and quantitative and qualitative evaluation of nursing professionals in post-anesthesia recovery room (PARR) hinders the adequate supply of professionals in this area. Objective: To identify the mean time of interventions and activities performed by the nursing staff in PARR, as the basis to determine the workload. Method: This is an observational, cross-sectional, quantitative case study, performed in the PARR of Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP). All study participants were nurses who worked in the PARR during the data collection. The study data were collected and organized according to the following steps: identification of the activities performed by the nursing staff, analysis of patients' medical records and direct observation of professionals; mapping of activities identified in nursing interventions according to Nursing Intervention Classification (NIC); validation of activity mapping in nursing interventions through workshops; measuring the time spent on the implementation of interventions and activities, using the Clocked Time. Results: A total of 6032 samples of interventions and activities performed by nurses in the PARR were collected. The total performance time of these interventions and activities, timed by field observers, corresponded to 192 hours, 56 minutes and 40 seconds. The distribution of the performance time proportion of nursing interventions showed that the main interventions performed were: POST-ANESTHESIA care (16.9%), DOCUMENTATION (14.3%), INFECTION control (5.9%). The most representative domains were: Domain 6 - Health System (37%), Domain 2 - Physiological Complex (36%), Domain 4 - Security (16%), Domain 1 - Basic Physiologic (10%) and Domain 5 - Family (1%). The team's time is divided into: 67% of nursing interventions; 9% of associated activities 11% of personal activities, 11% waiting time and 2% for activities in the OR. The nurses productivity was 92%, whereas the productive time of technical/auxiliary staff corresponded to 86%. The mean time of interventions and activities corresponded to two minutes and thirteen seconds. The literature does not provide data that allows the comparison of the mean time of nursing interventions and activities found in this study. Conclusion: This study identified the mean times of interventions and activities performed by the nursing staff in the PARR, contributing to determine the workload and, consequently, to overcome the difficulties related to the activities of professionals in this area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.