• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.7.2012.tde-18042012-100341
Document
Auteur
Nom complet
Marcia Eiko Karino
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2012
Directeur
Jury
Felli, Vanda Elisa Andres (Président)
Baptista, Patricia Campos Pavan
Haddad, Maria do Carmo Fernandez Lourenço
Marziale, Maria Helena Palucci
Soares, Cassia Baldini
Titre en portugais
As causas de morte dos enfermeiros: uma revisão sistemática
Mots-clés en portugais
Condições de trabalho
Instituto Joanna Briggs
Mortalidade do enfermeiro
Revisão sistemática
Saúde do Trabalhador
Resumé en portugais
O trabalho de enfermagem oferece constantes perigos para o enfermeiro ao expô-lo às diversas cargas de trabalho que são geradoras de acidentes e doenças, com graves consequências pessoais, institucionais e sociais. O enfermeiro exerce suas atividades em um contexto que por suas próprias características é insalubre e possui muitos estressores, dada a forma de organização adotada, com trabalho em turnos, duplo emprego, carência de informações sobre seus riscos, falta de recursos e instalações inadequadas. Essas condições possibilitam os acidentes de trabalho e a contaminação por doenças e, em seu extremo, causam a morte do enfermeiro, subentendida pela gravidade da exposição no trabalho. Nesse sentido, esse estudo tem como objetivo identificar as melhores evidências sobre as causas de morte do enfermeiro, relacionadas às suas condições de trabalho e que permitam evidenciar o seu perfil de mortalidade. O estudo é de revisão sistemática, segundo o modelo do Instituto Joanna Briggs. Pauta-se na seguinte questão norteadora: Qual é a melhor evidência sobre as causas de morte dos enfermeiros, relacionadas ao trabalho? A população foi de estudos realizados com enfermeiros e escritos em português, inglês e espanhol; pesquisados até julho de 2011. As buscas foram realizadas nas bases de dados preconizadas pelo Instituto Joanna Briggs por meio dos seguintes descritores: mortalidade ocupacional; morbidade, câncer ocupacional, envelhecimento; suicídio; depressão; grupo de risco; riscos ocupacionais; compostos químicos; anormalidades induzidas por radiação; trabalho em turnos; morte súbita; tabaco; usuários de drogas; estresse fisiológico; trabalhadores; condições de trabalho; enfermagem do trabalho; esgotamento profissional; serviços de saúde do trabalhador; infecção; enfermeira, enfermeiro; enfermagem; profissionais da saúde; morte; pessoal de saúde. De acordo com a estratégia, foram selecionados oito artigos e sua análise permitiu identificar que as causas de mortalidade estão relacionadas aos diferentes tipos de cânceres e suicídios entre os enfermeiros e, ainda, avaliar as evidências apresentadas segundo o Instituto Joanna Briggs. Os resultados assinalam que a mortalidade dos enfermeiros relaciona-se, principalmente, à exposição às cargas químicas e psíquicas na vida profissional. Demonstram, ainda, a necessidade de novas pesquisas, dado o pequeno número de publicações existentes que abordam os prejuízos causados à saúde do enfermeiro nas funções exercidas no cotidiano de sua prática profissional
Titre en anglais
Causes of death among nurses a systematic review
Mots-clés en anglais
Mortality of the nurse
Occupational health
Systematic review
Working conditions
Resumé en anglais
The nursing work offers constant dangers for nurses due to exposure to many workloads that generate accidents and diseases with serious personal consequences, institutional and social. The nurse carries out its activities in a context that by own characteristics has many unhealthy stressors, due form of organization adopted, with shift work, double job, lack of information about its risks, lack of resources and inadequate facilities. These conditions make it possible workplace accidents and contamination by disease and, in extreme cases, cause the death of the nurse by the severity of the exposure at work. Thus, this study aims identify the best evidence on the causes of death of the nurse related to their working conditions, and to evidence their profile of mortality. The study is a systematic review by model of the Joanna Briggs Institute. It is guided by the following question: "What is the best evidence on the causes of death among nurses, work-related?" The chosen population was studies about nurses, written in Portuguese, English and Spanish, searched by July 2011. The searches were conducted in the databases recommended by the Joanna Briggs Institute and identified the following key words: occupational mortality, morbidity, occupational cancer, aging, suicide, depression, risk group; occupational hazards, chemicals, radiation-induced abnormalities, shift work, sudden death, tobacco, drug users, physiological stress, workers, working conditions, occupational nursing, burnout, health care worker infection; nurse, nursing, occupational health, death, health personnel. According to the strategy, we selected eight articles and their analysis allowed identify that the causes of death are related to different types of cancers and suicide among nurses and also assess the evidence presented according to the Joanna Briggs Institute. The results show that the mortality of nurses is related mainly to exposure to chemical and psych workloads in professional life. Demonstrate the need for further research, given the small number of existing publications that approach the damage caused to the health of nurses in the roles played in the daily professional practice
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Marcia_Eiko.pdf (3.63 Mbytes)
Date de Publication
2012-04-19
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.