• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2017.tde-19062017-175103
Documento
Autor
Nome completo
Denisse Ruth Parra Giordano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Felli, Vanda Elisa Andres (Presidente)
Baptista, Patricia Campos Pavan
Mininel, Vivian Aline
Peduzzi, Marina
Silva, Fabio José da
Título em português
Qualidade de vida: percepção de enfermeiros docentes
Palavras-chave em português
Condições de Trabalho
Docentes de Enfermagem
Qualidade de vida
Saúde do Trabalhador
Resumo em português
Introdução: O trabalho é um aspecto fundamental da vida, a globalização tem trazido mudanças nos processos do trabalho de enfermagem conforme decorrentes do capitalismo avançado. Objetivo: Analisar a qualidade de vida no trabalho, referida pelos enfermeiros docentes e suas estratégias de melhoria em uma universidade pública. Método: Estudo descritivo, exploratório de abordagem qualitativa fundamentado no Materialismo Histórico e Dialético. O cenário foi a uma escola pública de graduação de Enfermagem no Chile. A população foi constituída por 50 docentes da instituição, sendo que destes 17 atenderam aos critérios de inclusão para responderem a entrevista semiestruturada e nove participaram do grupo focal. O projeto foi Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. Foi realizada análise quantitativa dos dados sócio demográficos. As falas do grupo focal sofreram análise de conteúdo proposta por Bardin, segundo categorizas previamente definidas fundamentadas em Breilh. Resultados: Obteve-se que 88% dos participantes são do sexo feminino, maioria adulto jovem; média de 2,9 anos de trabalho na instituição, jornada semanal de 44h maioritariamente e 53% dos docentes está fazendo mestrado. Com a análise do Processo do Trabalho identificou que o objeto de trabalho são os estudantes. Os meios são o conhecimento e a experiência em enfermagem; o ambiente laboral é considerado bom e a forma de organização do trabalho é considerada comprometida pela extensa carga de trabalho contratada. Dentro dos fatores geradores da qualidade de vida no trabalho, os fatores favoráveis foram: a relação com os estudantes, sentimentos de satisfação pessoal, capacitação e atualização constante e em docência, atividades saudáveis, apoio econômico, infraestrutura, flexibilidade no desenvolvimento do trabalho de enfermagem e de horário, liberdade de cátedra, objetivo comum, compromisso docente, trabalho em equipe e trabalho como plataforma. Os fatores desgastantes: falta de infraestrutura e de materiais didático pedagógicos para o ensino, extensão da jornada e sobrecarga de trabalho, ocupação do tempo de lazer e de outras atividades com o trabalho, tempo de deslocamentos, demandas dos estudantes, introdução do docente no contexto do ensino e autocuidado, ruídos na comunicação, distribuição de carga, remuneração, multiplicidade de tarefas, dificuldades no ensino teórico e prático. Os patrões de saúde-doença exibem necessidades básicas comprometidas como cansaço e privação de sono, maus hábitos de autocuidado e alimentação inadequada, insatisfação e desmotivação com o processo de trabalho docente enfermagem; e doenças manifestadas são distúrbio osteoarticular relacionado ao trabalho (DORT) e estresse. Para o grupo de docentes o significado de QV é multifatorial, mas, principalmente influído pôr a relação com os estudantes; e se reconhecem como viciados no trabalho e ter outras gratificações, que finalmente produzem um bem estar no trabalho. Se construíram estratégias de melhoria da QVT, a partir da empresa política institucional y sistema contratual y coletivo, infraestrutura, clima e relações laborais; a partir do trabalhador assumir a própria responsabilidade na QVT. As estratégias propostas são reconhecidas como viáveis de serem implementadas. Conclusões: O estudo evidenciou a semelhança de resultados com outros estudos desenvolvidos e a necessidade de implementação de estratégias para a melhoria da qualidade de vida do enfermeiro docente, que permitam manter o equilíbrio de fatores favoráveis por sobre os desgastantes no trabalho.
Título em inglês
Quality of working life reported by nursing professors
Palavras-chave em inglês
Faculty; Nursing
Occupational Health
Quality of life
Working conditions
Resumo em inglês
Work is a fundamental aspect of life. In the current context, globalization has brought changes in the working process of nursing, according to the capitalism ideology. The aim of this research is to analyse the quality of working life reported by nursing professors, and their improvement strategies in a public university. Method: This was a descriptive and exploratory qualitative study based on the Historical and Dialectical Materialism. It was conducted in a Chilean Public Nursing School. The population were 50 professors of the institution aforementioned, from which 17 people met the inclusion criteria. The first phase comprised 17 semi-structured interviews, and in a second phase, focus group was used with nine participants. This inquiry was approved by the Ethics Committee of the Nursing School of the University of São Paulo. The focus group underwent content analysis proposed by Bardin, according to predetermined Breilh benchmark categories. Results: 88% of participants were female, mostly young adults, 53% doing a master's degree, 2.9 years working in the institution on average, working typically 44hrs/week. The Working Process analysis identified the students as their object of study. The used tools are nursing knowledge and experience; working environment is considered good and the form of work organization is considered compromised based on the extensive workload. Among the factors causing the quality of working life, the favourable factors were: relationship with the students, feelings of personal satisfaction, training and constant teaching updating, healthy activities, economic support, infrastructure, flexibility in the nursing schedule, academic freedom, common goal, teaching commitment, team work and work as platform. Exhausting factors: lack of infrastructure and didactic teaching materials for teaching, extension of hours and workload, occupation of leisure time in work related activities, time shifts, demands of the students, teaching introduction to educational context of and self-care, difficult communication, load distribution, compensation, multitude of tasks, difficulties in theoretical and practical teaching. The patterns of health and disease exhibit basic needs compromised, such as fatigue, sleep deprivation, bad habits of self-care, inadequate nutrition, dissatisfaction and demotivation with the teaching nursing work process, which are manifested in diseases, stress, and work related Musculoskeletal Disorders (MSD). Professors said that the meaning of QOL is multifactorial, but mainly influenced by the relationship with the students; they recognize themselves as workaholics that have parallel benefits which ultimately produce a well-being at work. There will be development of QWL strategies, from the institutional political system company and contractual collective, infrastructure, social environment and work relations, starting from workers taking their own responsibility in the QWL. The proposed strategies are recognized as feasible to implement. In conclusion the study showed similar results with other research about the same topic and the need to implement strategies to improve the quality of life of the nursing professors, in order to maintain the balance of favourable factors over the stressful ones at work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.