• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.7.2014.tde-30102014-165103
Document
Auteur
Nom complet
Mariana Charantola Silva
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2014
Directeur
Jury
Peduzzi, Marina (Président)
Reichenheim, Michael Eduardo
Silva, Dirceu da
Titre en portugais
Adaptação trancultural e validação de instrumento de avaliação de trabalho em equipe: Team Climate Inventory no contexto da Atenção Primária à Saúde no Brasil
Mots-clés en portugais
Atenção Primária à Saúde
Equipe de Assistência ao Paciente
Estudos de Validação
Tradução
Resumé en portugais
Na Atenção Primária em Saúde (APS) do Sistema Único de Saúde (SUS) que tem a Estratégia Saúde da Família (ESF) como modelo estruturante, as práticas se organizam com base no trabalho em equipe. É necessário avaliar a efetividade das equipes para promover atenção integral às necessidades de saúde dos usuários e população e distinguir equipes efetivas e pseudo equipes. Na literatura internacional, identificam-se diversos instrumentos que mensuram trabalho em equipe, com destaque para o Team Climate Inventory (TCI) dos autores Neil Anderson e Michael West adaptado e validado em 11 países com bons resultados psicométricos. A escala é composta por 38 itens distribuídos em quatro fatores: participação na equipe, apoio para novas ideias, objetivos da equipe e orientação para as tarefas. Objetivos: Realizar adaptação transcultural (ATC) do instrumento TCI para língua portuguesa falada no Brasil e validar a versão adaptada com trabalhadores de saúde da APS. Método: A ATC seguiu as seguintes etapas: tradução, síntese, retrotradução, comitê com sete especialistas de APS e do método e pré-teste aplicado a 27 trabalhadores da APS. A validação foi realizada no município de Campinas-SP e participaram do estudo 497 profissionais da APS inseridos em 72 equipes (ESF e Saúde Bucal). A validade do construto foi analisada através do método confirmatório de Modelagem de Equações Estruturais (MEE), utilizando-se o método de estimação Partial Least Squares Path Modeling (PLSPM) e a confiabilidade foi testada por meio do alfa de Cronbach e da confiabilidade composta. Utilizou-se o programa SPSS versão 20.0 para as análises descritivas, o software SmartPLS versão 2.0M3 para avaliação das propriedades psicométricas do instrumento e a validade convergente por correlação com a escala Occupation Stress Indicator (OSI) que mensura satisfação no trabalho. Resultados: Na ATC o comitê de especialistas produziu a versão pré-final da escala em português aplicada para validação. Contudo problematizou dois aspectos: a sobreposição dos itens 9, 10 e 12 do fator participação na equipe e o fator objetivos da equipe no tocante à sua definição na APS. A validação mostrou que não houve sobreposição dos itens acima referidos e que a confiabilidade da escala variou entre 0.92 a 0.94 para os quatro fatores. A análise fatorial confirmatória aferiu a adequação do modelo proposto pelos autores com a distribuição dos 38 itens nos quatros fatores e a medida da correlação entre clima de trabalho em equipe e satisfação no trabalho foi significativa, embora fraca. Conclusão: A versão brasileira do TCI foi adaptada e validada no contexto de APS estudado, porém indica-se a aplicação da escala em outros cenários de APS do país, para análises de suas propriedades psicométricas. O TCI constitui uma ferramenta adequada para a avaliação do trabalho em equipe.
Titre en anglais
Cross cultural adaptation and validation of the instrument for evaluating teamwork Team Climate Inventory (TCI) in the Brazilian Primary Health Care context
Mots-clés en anglais
Patient Care Team.
Primary Health Care
Translating
Validation Studies
Resumé en anglais
Primary Health Care (PHC), the Health Family Programme, work processes are organized in a teamwork basis. It is therefore needed to evaluate the effectiveness of teams to promote comprehensive responsiveness to users´ health needs and to be able to discriminate effective teams from pseudo-teams. The international literature describe different tools to measure teamwork, highlighting the Team Climate Inventory from Anderson and West, that was adapted and validated in 11 countries with good psychometric outcomes. The scale is composed by 38 items allocated in four factors: Participative safety; Support for innovation; Team objectives and Task orientation. Objectives: To perform cross cultural adaptation (CCA) of the TCI tool in Brazilian Portuguese and to validate the adapted version in Primary Health Care workers. Methods: The CCA progressed through the following phases: Translation, synthesis, back-translation, review committee of 7 PHC specialists and pre- test in 27 PHC workers. The validation was done in Campinas municipality in Sao Paulo State and comprised 497 PHC providers belonging to 72 teams from Health of the Family program and Oral Health. The validity of the construct was tested through the Structural Equation Model (SEM) using as estimating method, the Partial Least Squares Path Modeling (PLS-PM) and the reliability was tested through Cronbach´s Alpha and composite validity. The program used was SPSS v.20.0 for descriptive analysis and SmartPLS v.2.0M3 for evaluating the psychometric properties of the tool and the convergent validity through correlation with the Occupational Stress Indicator (OSI) that measures job satisfaction. Results: The specialists committee crafted the pre- final version of the Brazilian Portuguese scale used for validation. At the same time, it questioned two aspects: the overlapping of items 9, 10 and 12 of the factor `Participative Safety` and the factor `Team Objectives` as they are understood in PHC context. The validation showed that there is no overlapping of the aforementioned items and the reliability of the scale ranged from 0.92 to 0.94 for all four factors. The confirmatory factor analysis measured the adequacy of the model as formulated by the authors with 38 items and 4 factors. The convergent validation showed significant albeit weak correlation between team climate and job satisfaction. Conclusions: the Brazilian Portuguese version of the TCI was adapted and validated in the studied PHC context. It is suggested to validate it in other PHC contexts in the country for further psychometric analyses. TCI is proposed as a suitable tool for evaluating teamwork.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2014-11-27
 
AVERTISSEMENT: Le matériau se réfère à des documents provenant de cette thèse ou mémoire. Le contenu de ces documents est la responsabilité de l'auteur de la thèse ou mémoire.
  • PEDUZZI, Marina, et al. Educação e prática interprofissional: Necessidade de definição dos construtos e avaliação dos efeitos. In 10. Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, Porto Alegre, 2012. Ciência e Saúde Coletiva .Porto Alegre - RS : Abrasco, 2012. Resumo.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.