• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2013.tde-05062013-134232
Documento
Autor
Nome completo
Cintia Hitomi Yamashita
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Maria Amelia de Campos (Presidente)
Alvarenga, Marcia Regina Martins
Marques, Fernanda Amendola
Título em português
Avaliação da rede e do apoio social de cuidadores familiares de pacientes dependentes
Palavras-chave em português
Apoio social
Condições de saúde
Cuidados domiciliares de saúde
família
Resumo em português
Introdução: define-se rede social como o grupo com quem a pessoa mantém algum vínculo social; já o apoio social refere-se ao grau de satisfação do indivíduo com suas relações, podendo ser agrupado em cinco dimensões: material, afetiva, emocional, de informação e interação positiva. Cuidar de um familiar dependente pode ocasionar várias mudanças na vida do cuidador, o que o leva a depender ainda mais do apoio de sua rede social. Objetivo: avaliar a rede e o apoio social de cuidadores familiares de pacientes dependentes atendidos por um Serviço de Assistência Domiciliária. Método: estudo descritivo, transversal, realizado em um Serviço de Assistência Domiciliária localizado na zona sul do município de São Paulo. A amostra foi constituída por 110 cuidadores familiares que realizavam a atividade há mais de três meses e que não recebiam remuneração pelo cuidado prestado. As entrevistas foram realizadas no período de março a novembro de 2011 e foram utilizados os seguintes instrumentos: formulário de caracterização sociodemográfica, Social Network Index, Medical Outcomes Study, Índice de Barthel e Genograma. A análise descritiva foi realizada através de cálculo de medida de tendência central e de dispersão e cálculo de frequências. Foi realizado teste U de Mann-Whitney, Kruskal-Wallis e correlação de Spearman. Foi adotado nível de significância de 5%. Todos os procedimentos éticos foram seguidos. Resultados: a maior parte dos pacientes era do sexo feminino, com idade média de 67 anos e totalmente dependente para atividades da vida diária. Os cuidadores eram, em sua maioria, do sexo feminino, com idade média de 52 anos, casadas e eram filhas do paciente. A rede social era composta principalmente pelos familiares, com média de quatro pessoas. O escore médio de apoio social total foi de 77,5. Cuidadores que não sabiam ler e que nunca haviam estudado apresentaram diferença estatisticamente significativa entre as médias na dimensão material, emocional, de interação positiva e de informação. Verificou-se diferença entre as médias na dimensão afetiva para a variável presença de dor; na dimensão interação positiva também se observou diferença entre o escore médio na variável presença de companheiro e a presença de sobrecarga. A dimensão material apresentou correlação estatisticamente significativa com a variável idade e o número de familiares e amigos apresentou correlação com todas as dimensões de apoio social. Conclusão: a avaliação da rede e do apoio social de cuidadores familiares pode auxiliar os profissionais de saúde no planejamento da assistência e contribuir para amenizar o impacto do cuidado ao familiar que exerce essa função.
Título em inglês
Evaluation of the social network and support of family caregivers of dependent patients
Palavras-chave em inglês
Family
Health conditions
Home health care
Social support
Resumo em inglês
Introduction: social network is defined as the group with whom the person has a social bond, whilst social support refers to the level of satisfaction of the individuals with their relationships and can be grouped into five dimensions: material, affective, emotional, informational and positive interaction. Caring for a dependent relative can cause several changes in the caregivers life, which make them to depend even more on the support of their social network. Objective: to evaluate the social network and the support of family caregivers of dependent patients attended by a Home Care Service. Method: descriptive, cross-sectional study, conducted in a Home Care Service located in the south of Sao Paulo city. The sample consisted of 110 family caregivers, who performed the activity for more than three months and did not receive payment for the care provided. The interviews were conducted from March to November 2011 and the following instruments were used: questionnaire of socio-demographic characteristics, Social Network Index, Medical Outcomes Study, Barthel Index and Genogram. A descriptive analysis was realized by calculating a measure of central tendency and dispersion and frequency calculation. The Mann-Whitney test U, Kruskal-Wallis and Spearman correlation were used. The significance level adopted was 5%. All ethical procedures were followed. Results: Most patients were female, with mean age of 67 years and totally dependent for activities of daily living. Caregivers were mostly female, with an average age of 52 years, married and daughters of the patient. The social network was composed mostly by family members, with an average of four persons. The average of the total social support was 77,5. Caregivers who could not read and who had no formal schooling showed statistically significant differences between the means presented in the material, emotional, positive interaction and information dimensions. There was a difference between the means in the affective dimension and the variable presence of pain; there was a difference in the dimension positive interaction between the mean score in the variable presence of companion and overload. The material dimension showed significant correlation with the variable age, and number of family and friends correlated with all dimensions of social support. Conclusion: The evaluation of social network and support of family caregivers can help health professionals in care planning and to mitigate the impact on the caregiver.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.