• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2018.tde-05112018-130932
Documento
Autor
Nome completo
Elienai de Farias Gama Siqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Maeda, Sayuri Tanaka (Presidente)
Fujimori, Elizabeth
Paiva, Sonia Maria Alves de
Pedro, Paulo Frazão São
Título em português
Produção do cuidado de gestantes dependentes de drogas: um scoping review
Palavras-chave em português
Drogas ilícitas
Enfermagem
Gestantes
Padrão de cuidado
Serviços de saúde
Transtornos relacionados ao uso de substâncias
Resumo em português
Introdução: o presente estudo foi motivado a partir da reflexão e identificação, na prática assistencial, da dificuldade de acesso e adesão das gestantes dependentes de drogas aos serviços de saúde. Pretendeu-se responder à seguinte questão: como as gestantes dependentes de álcool, tabaco e drogas ilícitas estão sendo cuidadas nos serviços de saúde de atenção ambulatorial? Objetivos: caracterizar os estudos selecionados com o foco na modalidade de intervenção e as estratégias de cuidados adotadas com relação às gestantes, e conceituar a produção do cuidado de gestantes dependentes de drogas, tendo como base os conceitos que emergiram dos trabalhos selecionados. Metodologia: trata-se de um estudo de revisão do tipo Scoping Review. Os resultados foram obtidos a partir de pesquisas nas bases de dados LILACS, MEDLINE, BEDENF, PUBMED, WEB OF SCIENCE e CINAHL, realizadas nos idiomas português, inglês e espanhol, a partir dos seguintes descritores controlados: pregnant, street drugs, standard of care, substance abuse treatment centers, susbtance-related disorders, mental health, womens health services ambulatory care. Os descritores não controlados foram: pregnancy [Mesh] OR pregnant women [Mesh], expectant mothers [Cinahl], Drugs OR Drug/Ilicit drugs, care, Treatment, Substance Abuse [Mesh], Mental Health Services [Mesh], Health Services [Mesh], Health Care Quality, Access, and Evaluation [Mesh], Multidisciplinary Care Team [Cinahl]. Utilizaram-se os mnemônicos PCC- População: gestantes dependentes de drogas; Conceito: produção do cuidado; Contexto: serviços de Saúde. Resultados: Identificaram-se 939 estudos relacionados ao tema. Após a aplicação dos critérios de inclusão, exclusão e avaliação dos artigos por juízes, foram selecionados nove estudos da base de dados PUBMED, publicados nos Estados Unidos da América. A totalidade dos estudos tratava de desenho do tipo ensaio clínico randomizado. O período de publicação foi de 2007 a 2015. As gestantes eram solteiras em sua maioria, de baixa renda e com idade entre 18 a 50 anos. A produção do conhecimento foi liderado pela Medicina (66,6%), coparticipação da Enfermagem (22,2%) e Nutrição (11,1%). As principais modalidades de intervenção foram em grupos, de ensaio clínico randomizado e monitoramento de âmbito individual. As principais ferramentas empregadas no acompanhamento desses grupos foram: entrevista motivacional aprimorada, intervenção breve, local de trabalho terapêutico e incentivos de contingência. Emergiram dos trabalhos selecionados os seguintes elementos que permitiram a formulação do conceito de produção do cuidado: cuidado relacional, vínculo, escuta e sensibilidade para abordagem sócio-histórico-cultural, gênero e tempo. Conclusão: a partir do presente estudo foi possível analisar os elementos emergentes e formular um conceito de produção do cuidados de gestantes dependentes de drogas.
Título em inglês
Production of care for pregnant women dependent on drugs: a Scoping Review.
Palavras-chave em inglês
Health services
Nursing
Pregnant women
Standard of care
Street drugs
Substance-related disorders
Resumo em inglês
Introduction: this study was motivated from the reflection and identification in the assistance practice, the difficulty of access and adherence of pregnant and dependent on drugs women to ambulatory care services. We intended to answer the following question: how are pregnant and dependent on alcohol, tobacco and illicit drugs women being cared in outpatient health services? Goals: to characterize the selected studies with the focus on the intervention modality and the strategies of care adopted to the pregnant women; to conceptualize the production of care for pregnant and dependent on drugs women, based on the emerging concepts of the selected work. Methodology: this is a review study of the type Scoping Review. The results were obtained from the LILACS, MEDLINE, BEDENF, PUBMED, WEB OF SCIENCE and CINAHL databases, in Portuguese, English and Spanish, from the following controlled descriptors: pregnant, street drugs, standard of care, substance abuse treatment centers, susbtance-related disorders, mental health, women's health services, ambulatory care. Results: 939 related studies were identified. After the application of inclusion criteria, exclusion and evaluation of articles by judges, nine studies of the PUBMED database, published in the United States of America, were selected. All of the studies involved a randomized clinical trial type design. The period of publication was from 2007 to 2015. The pregnant women were mostly single, low income and aged between 18 and 50 years old. The production of knowledge was led by Medicine (66.6%), participation of Nursing (22.2%) and Nutrition (11.1%). The main intervention modalities were made in groups, randomized clinical trial and individual monitoring. The main tools used to follow up these groups were: improved motivational interview, brief intervention, therapeutic work place and contingency incentives.The following elements emerged from the selected works that allowed the formulation of the concept of care production: relational care, bonding, listening sensitivity to socio-historical-cultural approach, gender and time. Conclusion: from the present study it was possible to analyze the emergent elements and formulate a concept of care production for pregnant women.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.