• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2009.tde-11012010-143100
Documento
Autor
Nome completo
Marcel Oliveira Bataiero
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Bertolozzi, Maria Rita (Presidente)
Takahashi, Renata Ferreira
Villa, Tereza Cristina Scatena
Título em português
Acesso, vínculo e adesão ao tratamento para a tuberculose: dimensões organizacionais e de desempenho dos serviços de saúde
Palavras-chave em português
Acesso aos serviços de saúde
Cooperação do paciente
Cuidados primários de saúde
Tuberculose
Resumo em português
Considerando a magnitude global da tuberculose, destaca-se que os elementos da dimensão organizacional e de desempenho dos serviços de saúde que integram a Atenção Primária em Saúde (APS), são preponderantes para o controle da doença, quer seja em relação ao acesso, elenco de serviços, vínculo, coordenação da atenção, enfoque familiar, orientação na comunidade ou formação profissional. Nesta perspectiva, o presente estudo objetivou analisar a operacionalização do acesso e do vínculo, aos quais se integrou à adesão ao tratamento, dado que esta se refere, diretamente, as primeiras, além da sua importância para o controle da enfermidade. Trata-se de pesquisa quantitativa, ramo de um Projeto Matriz intitulado Avaliação das Dimensões Organizacionais e de Desempenho dos Serviços de Atenção Básica no Controle da Tuberculose em Municípios do Estado de São Paulo, tendo como referencial a teoria da determinação social do processo saúde-doença e o marco da APS. O projeto foi submetido e aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa, e os dados foram coletados, de Julho a Setembro de 2008, por meio de instrumentos específicos, com questões fechadas, destinados a dois grupos de sujeitos: usuários portadores de tuberculose e profissionais de saúde que atuavam no controle da enfermidade, no âmbito de cinco Unidades Básicas de Saúde da Supervisão Técnica de Saúde da Subprefeitura Sé, no Município de São Paulo. Foram entrevistados 53 usuários e 40 profissionais de saúde. Apresentam-se os principais resultados: 79,2% dos usuários eram homens, em idade economicamente ativa (69,9%), com baixa escolaridade (77,3%) e que viviam sós (45,3%); 17,0% eram imigrantes provenientes da Bolívia e 90,5% viviam em áreas vulneráveis, que predispunham à ocorrência da tuberculose, como cortiços (39,6%), ocupações (7,5%) ou em situação de rua (43,4%); 62,2% tinham renda familiar mensal menor que um salário mínimo; 37,8% não tinham ocupação e importante parcela desenvolvia trabalhos esporádicos, com baixa qualificação; ressalta-se que 26,6% deixaram de trabalhar, após o início dos sintomas. Quanto aos profissionais entrevistados, 30,0% eram agentes comunitários de saúde, 30,0% eram auxiliares de enfermagem, 5,0% eram técnicos de enfermagem, 22,5% eram enfermeiros e 12,5% eram médicos. Quanto ao acesso, os principais pontos de estrangulamento foram: a restrição de benefícios; o número diminuído de visitas domiciliarias; dificuldade no encaminhamento para outros serviços, quando necessário; e oferecimento reduzido de informações acerca de outros problemas de saúde. Quanto ao vínculo, de modo geral, os entrevistados apontaram que se efetiva, destacando-se que, quanto menor a qualificação do trabalhador, mais importante é sua relação com os usuários. Quanto à adesão, os usuários apontaram que ocorre em função da motivação para a melhoria das condições de vida, para a recuperação da auto-estima e que os incentivos (cesta básica, vale-transporte e lanche) são importantes neste processo. Conclusão: ainda que o acesso e o vínculo se operacionalizem na região estudada, os resultados deste estudo apontam para a necessidade de aprimoramento da organização e do desempenho dos serviços de saúde da região, com o sentido de contribuir para a adesão ao tratamento e para o controle da tuberculose
Título em inglês
Access, bonding and adherence to tuberculosis treatment: organizational and effectiveness dimensions of health services
Palavras-chave em inglês
Access to health services
Patient compliance
Primary health care
Tuberculosis
Resumo em inglês
Considering the global magnitude of tuberculosis, it is emphasized that the elements of the organizational and effectiveness dimensions of health services that integrate the Primary Health Care (PHC), are fundamental to the control of the disease, whether in relation to accessibility, continuity (bonding), comprehensiveness, coordination, interpersonal and technical accountability. Therefore, this study aimed to analyze the operation of the access and the bonding, to which was integrated the treatment adherence, as it refers directly to them and because of its importance to the control of the disease. It is quantitative research, a branch of a major project entitled Organizational and effectiveness dimensions of Primary Care Services in the Control of Tuberculosis in counties in the State of Sao Paulo", adopting the theory of social determination of health-illness process and in the mark of PHC. The project was approved by a Committee of Ethics in Research, and the data were collected from July to September of 2008, through specific instruments, with closed questions, aimed at two groups of subjects: patients with tuberculosis and health professionals who worked with them in five Primary Care Units from the Technical Supervision of Health of the Sub-prefecture Sé, in the City of São Paulo. 53 users and 40 professionals were interviewed. The main results: 79.2% of the patients were men, in the economically active age (69.9%), with low education (77.3%) and living alone (45.3%); 17.0 % were immigrants from Bolivia and 90.5% were living in vulnerable areas, that predisposed the occurrence of tuberculosis, as tenements (39.6%), occupations (7.5%) or homeless (43, 4%); 62.2% had family income less than a minimum wage, 37.8% had no job and a important part had sporadic work, with low qualifications, emphasizing that 26.6% stopped working after the beginning of the symptoms. As for the professionals, 30.0% were community health workers, 30.0% were nursing assistants, 5.0% were nursing technicians, 22.5% were nurses and 12.5% were physicians. Regarding the accessibility, the main problems were the restriction of the treatment incentives; the decreased number of home visits; difficulty in being referral to other services, when in need; and limited offering of information about other health problems. Regarding the bonding, in general, the respondents indicated that was effective, pointing out that as lower is the qualification of the professionals, the better was its relationship with users. As for adherence, users indicated that it occurs according the motivation to improve living conditions, for the recovery of self-esteem and, also, the incentives (food basket, bus-tickets and snacks) are important in this process. Conclusion: Although the access and the bond occurred within the study area, the results of this study points to the necessity to improve the organization and effectiveness of health services in the area, in order to contribute to treatment adherence and the control of tuberculosis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Marcel_Bataiero.pdf (3.59 Mbytes)
Data de Publicação
2010-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.