• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2017.tde-13042017-170557
Documento
Autor
Nome completo
Érica Gomes Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Bertolozzi, Maria Rita (Presidente)
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita
Egry, Emiko Yoshikawa
Fortuna, Cinira Magali
Oliveira, Maria Amelia de Campos
Título em português
Contribuição da enfermagem para a constituição da saúde coletiva
Palavras-chave em português
Agenda de Pesquisa em Saúde
Educação de pós-graduação
Enfermagem
Saúde Coletiva
Teses
Resumo em português
Introdução: A Saúde Coletiva articula múltiplas disciplinas, incluindo as Ciências Sociais, no intuito de proporcionar maior poder explicativo ao processo saúde-doença. Apesar da institucionalização da Enfermagem evidenciar profícua experiência na formação de doutores e de sua importante participação na produção do conhecimento, além da atuação no processo de produção dos serviços de saúde, ainda persistem lacunas no percurso reflexivo referente à apropriação da complexidade epistemológica do campo da Saúde Coletiva. Objetivos: Analisar a contribuição da produção acadêmica no âmbito do Doutorado em Enfermagem dos Programas de Pós-Graduação Senso Estrito em Enfermagem para a constituição do campo da Saúde Coletiva. Material e métodos: Trata-se de pesquisa documental, com base na hermenêutica dialética. A amostra foi composta por 87 teses de Doutorado de 15 programas de pós-graduação, no período 2011-2012. Após leitura compreensiva, o material empírico foi decomposto em temas que constituem o corpus dos objetos de estudo. A análise hermenêutica também compreendeu a identificação do marco teórico-referencial, sujeitos que constituíram as populações de estudo e locais de ocorrência. Resultados: Os oito temas encontrados foram: Práticas em saúde (26,4%), Avaliação das políticas e serviços de saúde (16,1%), Tecnologias em saúde (13,8%), Sentidos e representações vividos pelos usuários (12,6%), Informação em saúde (10,3%), Violência em saúde (8,1%), Saúde, ambiente e trabalho (8,1%), e Formação em saúde (4,6%). Os três primeiros temas concentraram 56,3% dos estudos. As práticas em saúde tiveram como foco o cotidiano do enfermeiro associado ou não à prática de outros profissionais de saúde. O tema Avaliação das políticas e serviços de saúde refere-se à produção de estudos sobre acesso das pessoas aos serviços de saúde em associação à operacionalização das redes de atenção e políticas de controle da tuberculose, DST/Aids, entre outras. O tema Tecnologias em saúde refere-se, substantivamente, ao desenvolvimento de manuais ou instrumentos para intervenção individual ou coletiva em espaços institucionais específicos, orientados a aprimorar principalmente as práticas à saúde da mulher e DST/Aids. Conclusões: Os temas encontrados contribuem majoritariamente na explicitação e na compreensão das ações de cuidado desenvolvidas no micro espaço das relações interpessoais do enfermeiro com os usuários e outros profissionais da saúde em prol do direito universal à saúde e em consonância ao projeto político do SUS. A predominância da Estratégia Saúde da Família como local de pesquisa confirma a iniciativa do governo federal em promover a reorganização das práticas na atenção primária em saúde. Ademais, a potência analítica dos estudos pode auxiliar a subárea acadêmica Enfermagem em Saúde Coletiva na elaboração de pesquisas com novos objetos e inovações teórico-metodológicas em correspondência às necessidades e problemas de saúde da população brasileira.
Título em inglês
Nursing cooperation to constitution of the Collective Health
Palavras-chave em inglês
Academic Dissertations
Education Graduate
Health Research Agenda
Nursing
Public Health
Resumo em inglês
Introduction: Collective Health articulates multiple subjects, including social Sciences to provide a more comprehensive understanding on the health-disease process. Although Nursing institutionalization presents a profitable experience in doctoral formation and an important participation in production of knowledge, beyond his performance in the process of health services production, gaps still persist in the reflexive course to the epistemological complexity appropriation in the field of Collective Health. Objectives: To analyze the contribution of the academic production from Doctorate in Nursing to the Collective Health field. Material and methods: It is a documental research, based on dialectical hermeneutics. The sample was composed of 87 Doctoral thesis of 15 graduate programs, from 2011 to 2012. After a comprehensive reading, the empirical data was decomposed in themes that constitute the corpus of the study objects. The hermeneutics analysis also comprised the identification of theoretical-reference, subjects that constituted the population of study and places where studies were developed. Results: We found eight themes: Health practices (26.4%), Evaluation of politics and services in health (16.1%), Technologies in health (13.8%), Senses and representations experienced by the users (12.6%), Information in health (10.3%), Violence in health (8.1%), Health, environment and work (8.1%), and Training in health (10.3%). The first three themes focused 56.3% of the studies. The health practices had as focus the nursings everyday associated or not to the practice of other health professionals. The Evaluation of politics and services in health theme refers to studies about the people access to health services in association to the network attention in health and tuberculosis, STD/Aids control policies, among others. The Technologies in health theme refers, substantively, to the development of manuals or tools to individual or collective intervention in specific institutional spaces, mainly oriented to improve the practices in womans health and STD/Aids. Conclusions: The themes mostly contribute to elucidate and to understand care actions in the micro space of interpersonal nursing relationships with patients and other health professionals, in order to benefit the universal right to health and in accordance to the SUS Unified Health System in Brazil. The predominance in Familys Health Strategies as a research place confirm the federal government initiative to promote the reorganization of practices in primary health care. Moreover, the analytic strength of the studies can help the academic subarea of Nursing in Collective Health on the formulation of researches with new objects and theorical-methodological innovations in correspondence to the health needs and of the Brazilian population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.