• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.7.2015.tde-13052015-103633
Document
Author
Full name
Mariana Cabral Schveitzer
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2015
Supervisor
Committee
Zoboli, Elma Lourdes Campos Pavone (President)
Araújo, Beatriz Rodrigues
Fracolli, Lislaine Aparecida
Sá, Ana Cristina de
Silva, Maria Julia Paes da
Soares, Cassia Baldini
Title in Portuguese
Concepções de saúde e cuidado de práticas integrativas/complementares e humanizadoras na atenção básica: uma revisão sistemática
Keywords in Portuguese
Atenção Básica
Humanização da Assistência
Pessoal de saúde
Revisão sistemática
Terapias complementares
Abstract in Portuguese
Profissionais são multiplicadores de conhecimento e de concepções de cuidado e saúde. A variedade destas concepções de cuidado e saúde interfere nas práticas assistenciais e no desenvolvimento de políticas públicas. Com isso, pode-se gerar dificuldades, como no desenvolvimento das práticas integrativas/complementares e humanizadoras na Atenção Básica. No Brasil, desde 2006, políticas foram publicadas para transformar as práticas de cuidado, no sentido de acolher e empoderar os usuários, valorizar a integralidade, o protagonismo dos sujeitos e as diferentes racionalidades médicas, como a Política Nacional de Práticas Integrativas/PNPIC e a HumanizaSUS. Essas duas políticas apresentam práticas que podem nos auxiliar a repensar concepções de cuidado e saúde na Atenção Básica. O objetivo desta tese foi construir, a partir da revisão sistemática, quais são as concepções de saúde e cuidado subjacentes às práticas integrativas/complementares e humanizadoras para o atendimento na Atenção Básica. Método: Revisão Sistemática e Metassíntese. Esta revisão considerou estudos que abordaram atitudes/crenças de profissionais da saúde sobre prática/uso de práticas integrativas/complementares e humanizadoras na Atenção Básica. Fontes de informação: artigos científicos publicados nas seguintes bases de dados: AMED, PubMed, Embase, Web of Science, PeriEnf, PsycINFO, CINAHL, Scopus, BVS, DEDALUS e PsicoDoc. Coleta de dados: o descritor Atenção Básica foi associado, separadamente, aos seguintes descritores: terapias complementares, plantas medicinais, fitoterapia, homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa, acupuntura, antroposofia, banhos, acolhimento, autonomia pessoal, humanização da assistência, saúde holística. Incluíram-se estudos publicados em inglês, português e espanhol, no período entre 1986-2011. Os estudos selecionados foram avaliados por dois revisores independentes e organizou-se a análise dos resultados por meio de uma versão modificada do Guia de Extração de Dados de Estudos Quantitativos e Qualitativos (Knafl & Sandelowski, 2012). Resultados: No total, foram incluídos 84 estudos sobre 15.941 profissionais de 18 países. Profissionais da Atenção Básica apresentaram as seguintes concepções de saúde e cuidado em relação às práticas integrativas/complementares e humanizadoras: saúde foi descrita como a busca pela qualidade de vida em uma perspectiva bio-psico-socio-espiritual e cuidado foi relacionado à individualização do cuidado, uso de tecnologias leves, trabalho em equipe, acesso e empoderamento. A metassíntese incluiu quatro domínios: 1) concepções de saúde e cuidado de práticas integrativas/complementares e humanizadoras na AB; 2) oferta de práticas integrativas/complementares e humanizadoras; 3) implicações para a prática de enfermagem e 4) influência da formação inicial e continuada dos profissionais em relação às práticas integrativas/complementares e humanizadoras. Conclusões: Os achados desta revisão sistemática e metassíntese indicam que a inclusão de práticas integrativas/complementares e humanizadoras na Atenção Básica é uma forma de ampliar as concepções de saúde e cuidado dos profissionais de saúde. Os resultados apresentam evidências de como essas práticas auxiliam a promover um sistema de saúde mais humano e holístico, mas que não são suficientes em si para modificar uma prática fragmentada e médico-centrada na Atenção Básica. Os resultados indicaram que essas práticas e as concepções ampliadas de saúde e cuidado podem melhorar a assistência realizada pelos trabalhadores de saúde e favorecer a implementação da universalidade e integralidade nos sistemas de saúde, em busca de uma cobertura universal de saúde que promova qualidade de vida para todos
Title in English
Conceptions of health and care of integrative / complementary and humanizing practices in primary health care: a systematic review
Keywords in English
Complementary Therapies
Health Personnel
Humanization of Assistance
Primary Health Care
Systematic Review
Abstract in English
Professionals are multipliers of knowledge and healthcare concepts. The variety of care and health concepts interferes in care practices and in the development of health policies. As a consequence, difficulties related to the development of integrative/complementary and humanizing practices in primary health care may be generated. In Brazil, since 2006, policies were published to transform care practices in order to receive and empower users, enhance the integrity, the leadership of the subjects and the various medical fields, such as the National Policy on Integrative and Complementary Practices/PNPIC and the HumanizaSUS. These two policies present practices that can help rethink care and health concepts in Primary Health Care. The objective of this thesis was to build, from systematic review, what are the concepts of health and care underlying integrative/complementary and humanizing practices in Primary Health Care. Method: Systematic Review and Meta-synthesis. This review considered studies addressing attitudes/beliefs of health professionals about practice/use of integrative/complementary and humanizing practices in Primary Health Care. Information sources: scientific articles published in the following databases: AMED, PubMed, Embase, Web of Science, PeriEnf, PsycINFO, CINAHL, Scopus, VHL, and DEDALUS PSICODOC. Data collection: Primary Health Care descriptor was associated separately to the following descriptors: complementary therapies, medicinal plants, herbal medicine, homeopathy, Traditional Chinese Medicine, acupuncture, anthroposophy, baths, embracement, personal autonomy, humanization of assistance, holistic health. It included studies published in English, Portuguese and Spanish, in the period between 1986-2011. Two independent reviewers assessed the selected studies and the analysis of the results was organized by a modified version of the Data Extraction Guide for Quantitative and Qualitative Studies (Knafl & Sandelowski, 2012). Results: In total, 84 studies were included with 15,941 professionals from 18 countries. Primary Health Care professionals presented the following concepts of health and care in relation to integrative/complementary and humanizing practices: health was described as the search for quality of life in a bio-psycho-socio-spiritual perspective and care was related to the individualization of care, use of lightweight technologies, teamwork, access and empowerment. The meta-synthesis included four areas: 1) health and care conceptions of integrative/complementary and humanizing practices; 2) provision of integrative/complementary and humanizing practices; 3) implications for nursing practice and 4) influence of initial and continuing training of professionals in relation to integrative/complementary and humanizing practices. Conclusions: The findings of this systematic review and meta-synthesis indicate that the inclusion of integrative/complementary and humanizing practices in primary health care is a way of expanding the concepts of health and care of health professionals. The results show evidence of how these practices help to promote a more humane and holistic health system, but are not sufficient on their own to modify a fragmented and doctor-centered practice in primary health care. The results indicated that these practices and the wider concepts of health and care can improve the assistance provided by health workers and the implementation of universality and integrality in health systems, in search of a universal health coverage that promotes quality of life for all
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2015-09-14
 
WARNING: The material described below relates to works resulting from this thesis or dissertation. The contents of these works are the author's responsibility.
  • SANGALETI, C. T., et al. The experiences and shared meaning of teamwork and interprofessional collaboration to health care professionals in primary health care settings: a systematic review protocol. JBI Database of Systematic Reviews and Implementation Reports, 2014, vol. 12, p. 24-33.
  • Zoboli ELCP, and Schveitzer, M.C. Nursing values as social practice: a qualitative meta-synthesis [doi:10.1590/S0104-11692013000300007]. Revista Latino-Americana de Enfermagem (USP. Ribeirão Preto. Impresso) [online], 2013, vol. 21, p. 695-703.
  • GOMES, J. B., et al. Atitudes dos estudantes de enfermagem frente às doenças transmissíveis. Cogitare Enfermagem (UFPR), 2012, vol. 17, p. 423-429.
  • SAITO, DANIELLE YURI TAKAUTI, et al. Usuário, cliente ou paciente?: qual o termo mais utilizado pelos estudantes de enfermagem? [doi:10.1590/S0104-07072013000100021]. Texto & Contexto Enfermagem (UFSC. Impresso) [online], 2013, vol. 22, p. 175-183.
  • SILVA, A.C.O., et al. Promoção da saúde no trabalho das equipes de saúde da família: um relato de experiência. O Mundo da Saúde (CUSC. Impresso), 2011, vol. 35, p. 443-447.
  • Schveitzer, M.C., et al. Humaniza SUS e práticas integrativas e complementares: uma revisão sistemática. In X Congresso Brasileiro de Bioética II Congresso Brasileiro de Bioética Clínica, Florianópolis - SC, 2013. Revista Brasileira de Bioética: Anais do X Congresso Brasileiro de Bioética, II Congresso Brasileiro de Bioética Clínica., 2013. Resumo.
  • Schveitzer, M.C., ZOBOLI, E. L. C. P., e JORGE, G. R. Valores éticos para a enfermagem como prática social; uma visão da produção científica nacional. In X Congresso Brasileiro de Bioética II Congresso Brasileiro de Bioética Clínica, Florianópolis - SC, 2013. Revista Brasileira de Bioética: Anais do X Congresso Brasileiro de Bioética, II Congresso Brasileiro de Bioética Clínica., 2013. Resumo.
  • SAITO, D.Y.T., et al. Qual o termo mais utilizado pelas estudantes de enfermagem em suas práticas de cuidado: usuário, cliente ou paciente?. In 2º Simpósio Internacional de Políticas e Práticas em Saúde Coletiva na Perspectiva da Enfermagem, São Paulo - SP, 2011. Anais do 2º Simpósio Internacional de Políticas e Práticas em Saúde Coletiva na Perspectiva da Enfermagem., 2011. Resumo.
  • Schveitzer, M.C., et al. Promoção da saúde no trabalho das equipes de saúde da família: um relato de experiência. In XII Congresso Paulista de Saúde Pública, São Bernardo do Campo - SP, 2011. Anais do XII Congresso Paulista de Saúde Pública., 2011. Resumo.
  • Schveitzer, M.C., e ZOBOLI, E. L. C. P. Bioética e espiritualidade: em busca de uma visão ampliada de cuidado em saúde. In VI Encontro Luso-Brasileiro de Enfermagem, São Paulo - SP, 2011. Anais do VI Encontro Luso-Brasileiro de Enfermagem (CD-Rom)., 2011. Resumo.
  • ZOBOLI, E. L. C. P., et al. Novas demandas para a atenção primária à saúde: os cuidados paliativos. In XIII Congresso Paulista de Saúde Pública, São Paulo - SP, 2013. Saúde e Sociedade - Anais do XIII Congresso Paulista de Saúde Pública., 2013. Resumo. Dispon?vel em: http://www.congressoapsp.com.br/.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.