• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.7.2011.tde-15022012-121601
Documento
Autor
Nombre completo
Selisvane Ribeiro da Fonseca Domingos
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Merighi, Miriam Aparecida Barbosa (Presidente)
Jesus, Maria Cristina Pinto de
Lescovar, Gabriel Zaia
Praça, Neide de Souza
Tocantins, Florence Romijn
Título en portugués
O significado da ação de provocar o aborto na adolescência: uma abordagem da fenomenologia social sob a perspectiva de mulheres
Palabras clave en portugués
Aborto
Enfermagem
Gravidez na adolescência
Pesquisa qualitativa
Saúde da mulher
Resumen en portugués
Por reconhecer que o aborto provocado é um importante problema de saúde pública e um evento marcante na vida de muitas mulheres, principalmente quando ocorre em uma fase de amadurecimento fisiológico, psíquico e social caracterizada pela adolescência, realizou-se este estudo com o objetivo de compreender o significado da ação de provocar o aborto na adolescência sob a perspectiva de mulheres. Para tanto, optou-se pela pesquisa qualitativa, com a abordagem da fenomenologia social de Alfred Schütz. Os dados foram coletados no período de junho de 2010 a março de 2011, por meio de entrevistas abertas com as seguintes questões norteadoras: conte-me, como foi para você descobrir que estava grávida? Como você se sentiu? Como foi para você decidir pelo aborto e realizá-lo? Como você vivenciou esse momento? Quais são seus planos? Participaram da pesquisa sete mulheres que provocaram o aborto na adolescência, residentes em uma cidade do interior do leste mineiro. Três delas fizeram o aborto por imposição da mãe e as demais tiveram autonomia para tomar esta decisão, independentemente das pessoas e riscos envolvidos. O significado da ação de provocar o aborto, desde a descoberta da gravidez, incluindo sua decisão e realização foi desvelado por meio das categorias: o impacto da gravidez, a decisão e a realização do aborto, o sofrimento resultante, as consequências do aborto e a vida pós-abortamento. Para as participantes, a descoberta da gravidez foi vivenciada com insegurança e desespero, uma vez que não haviam planejado a gestação. Desse modo, evidenciou-se o medo da não aceitação da gravidez pela mãe e piora das condições financeiras e conflitos familiares. Independentemente do modo como o aborto foi realizado, a maioria vivenciou complicações e necessitou de internação hospitalar para tratamento. Após o aborto, o que restou foi sofrimento, culpa e arrependimento. Hoje, o que elas buscam é cuidar da saúde. Porém, aquelas que fizeram o aborto por imposição da mãe querem engravidar novamente e aquelas que tiveram autonomia na opção buscam encerrar a vida reprodutiva. O que se mostrou como típico na ação social das mulheres aponta para uma preocupação no que diz respeito às questões relacionadas à comunicação interpessoal e às decisões sobre a vida reprodutiva que poderão fundamentar ações de cuidado às adolescentes e às mulheres, sobretudo no que diz respeito às ações preventivas em saúde, especificamente ao planejamento familiar.
Título en inglés
The significance of the action of provoking abortion in adolescence: an approach of social phenomenology from the women perspective
Palabras clave en inglés
Abortion
Adolescence pregnancy
Nursing
Qualitative research
Women\'s health
Resumen en inglés
By recognizing that the provoked abortion is a major public health problem and a marking event in the lives of many women, especially when it occurs in a physiological, psychological and social maturing phase characterized by adolescence, it was performed this study with the aim to understand the significance of the action of provoking abortion in adolescence from the women perspective. For such purpose it was opted for a qualitative research, with the approach of social phenomenology of Alfred Schütz. The data were collected between June 2010 and March 2011, by means of open interviews with the following guiding questions: Tell me, how was it for you to discover that you were pregnant? How did you feel? How was it for you to decide by the abortion and make it? How did you experience this moment? What are your plans? Seven women who provoked abortion in their adolescence participated in this research. They presently live in an eastern town of Minas Gerais State. Three of them made the abortion by imposition of their mother and the others had autonomy to make this decision regardless of the people and the risks involved. The significance of the action of provoking abortion, since the discovery of pregnancy, including its decision and implementation was unveiled by the following categories: the pregnancy impact, the decision and the abortion implementation, the caused suffering, the consequences of abortion and life after abortion. For the participants, the pregnancy discovery was experienced with insecurity and despair, since they had not planned the pregnancy. Thus, there was the fear of pregnancy rejection by the mother and worsening of financial conditions and family conflicts. Regardless of how the abortion was performed, most of them experienced complications and required hospitalization for treatment. After the abortion, just suffering, guilt and regret were left. Today, they eager for health care. However, those who had abortion by imposition of their mother want to get pregnant again and those who had autonomy for such option seek to quit the reproductive life. What proved to be typical in the women social action points to a concern regarding issues related to interpersonal communication and to decisions of the reproductive life that in the future may support care actions for adolescents and women, especially regarding the preventive health, specifically for the family planning.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2012-02-15
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.