• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.7.2012.tde-22082012-111812
Document
Auteur
Nom complet
Rita Tereza de Almeida
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2012
Directeur
Jury
Ciosak, Suely Itsuko (Président)
Fracolli, Lislaine Aparecida
Yassuda, Monica Sanches
Titre en portugais
Comunicação do idoso e equipe de saúde da família no município de Porto Feliz - SP: acesso a integralidade?
Mots-clés en portugais
Comunicação
Idoso
Saúde da família
Resumé en portugais
Este estudo, teve como objetivo, verificar as formas de comunicação utilizadas nas Unidades Básicas de Saúde para o atendimento aos idosos e suas consequências no controle da saúde. Buscou-se através da pesquisa qualitativa, apreender como ocorria a comunicação, entre esta população e os profissionais de saúde em quatro Unidades Básicas de Saúde do município de Porto Feliz-SP, que atuam com equipes da Estratégia Saúde da Família. Foram realizadas 20 entrevistas com idosos de ambos os sexos, sendo 14 idosos, do sexo feminino e com idade entre 60 a 69 anos, 11 idosos. Chama a atenção que os idosos participantes da pesquisa na faixa etária entre 70 à 79 anos de idade, tenham um número maior de homens: 5 homens e 3 mulheres. Na faixa etária de 80 à 89 anos apenas uma mulher e nenhum homem. Os idosos entrevistados apresentaram baixo grau de escolaridade. Quanto às formas de comunicação utilizadas nas Unidades Básicas de Saúde, pudemos apreender através das observações e dos discursos dos idosos, duas categorias centrais de análise classificados em: comunicação assertiva e comunicação bloqueada, das quais emergiram duas unidades temáticas: elemento verbal e elemento não verbal. Na unidade temática, elemento verbal da comunicação assertiva, emergiram as seguintes unidades de registro: tonalidade da voz, reciprocidade de intenção e tecnologia. Na unidade temática, elemento não verbal, emergiram as seguintes unidades de registro: gestual, escuta e olhar. Quanto à comunicação bloqueada, foi desvelado na unidade temática elemento verbal, as seguintes unidades de registro: barreira psicossocial e rotinas de agendamento; na unidade temática elemento não verbal, as seguintes unidades de registro: barreira física, ausência da escuta e gestual. Neste estudo, a subjetividade que envolve o processo de comunicação, a cultura local e os fatores psicossociais revelaram aspectos positivos e negativos, sentimentos de satisfação e insatisfação vivenciados pelos idosos. Estes aspectos apreendidos nas formas de comunicação utilizadas pelas Unidades Básicas de Saúde do município de Porto Feliz-SP, mostraram não trazer consequências totalmente prejudiciais ao controle da saúde dos idosos, porém os aspectos negativos devem ser evitados, objetivando maior facilidade e agilidade no atendimento ao idoso. A conscientização da equipe de saúde sobre a importância da comunicação em saúde, através do aprimoramento constante, fortalece e permite a criação de tecnologia inovadora para o atendimento em saúde, favorecendo ao controle da saúde dos idosos, sua eficácia e consequentemente melhor qualidade de vida para esta população.
Titre en anglais
Communication of the elderly and Family Health Team in the city of Porto Feliz - SP: Access to integrality?
Mots-clés en anglais
Communication
Elderly
Family health
Resumé en anglais
The present study aimed to verify the forms of communication used in Basic Health Units for elderly care and its consequences in health management. The intention of using qualitative research was to learn how the communication among this population and health professionals occurred in four of the Basic Health Units of the city of Porto Feliz, São Paulo, by working with teams from the Family Health Strategy. Twenty interviews were conducted with elderly of both genders, the majority of which (14) were female. 11 elderly aged between 60-69 years old were interviewed. The fact that men outnumbered women by 5 to 3 in participants aged between 70 and 79 years old must be emphasized. At the age of 80 to 89 years old there was only one woman and no men. The elderly interviewed presented low educational level. In regard to forms of communication used in Basic Health Units, two central categories of analysis were observed through comments and speeches of the elderly, classified as: assertive communication and blocked communication, from which emerged two thematic units: verbal and nonverbal elements. In the thematic unit, verbal element of assertive communication emerged as the following recording units: tone of voice, reciprocity of intention and technology. In the thematic unit, nonverbal element appeared as the following recording units: gesture, listening and looking. As for blocked communication, the following recording units were unveiled in the thematic unit for verbal element: psychosocial barrier and scheduling routines. And for thematic unit for nonverbal element: physical barrier, lack of listening and gestures. In this study, the subjectivity regarding the communication process, local culture and psychosocial factors revealed positive and negative aspects, pleasant and unpleasant feelings experienced by the elderly. These aspects learned through forms of communication of the Basic Health Units of Porto Feliz SP did not show to cause harmful consequences to control the elderly health, however, negative aspects should be prevented in order to achieve a more prompt and agile attendance to the elderly. The health team awareness about the importance of health communication, through constant improvement, strengthens and promotes the creation of innovative technology for health attendance, enabling to control the elderly health, its effectiveness and, consequently, a better quality of life for this population.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2012-08-31
 
AVERTISSEMENT: Le matériau se réfère à des documents provenant de cette thèse ou mémoire. Le contenu de ces documents est la responsabilité de l'auteur de la thèse ou mémoire.
  • ALMEIDA, Rita Tereza. Comunicação do Idoso e Equipe de Saúde da Família: há integralidade?. Revista Latino Americana de Enfermagem [online], 2013, vol. 4, n. 21. [acesso 2013-08-09]. Disponível em : <http://www.scielo.br>
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.