• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Nayara Ruiz Cintra
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Bellini, Maria Luiza Gonzalez Riesco (Presidente)
Narchi, Nadia Zanon
Oliveira, Maria Amelia de Campos
Salim, Natália Rejane
Título en portugués
Cursos de obstetrícia em países da América do Sul: caracterização e análise da estrutura curricular
Palabras clave en portugués
Competência Profissional
Confederação Internacional de Obstetrizes
Currículo
Educação
Enfermagem Obstétrica
Obstetrícia
Resumen en portugués
Introdução: A contribuição das obstetrizes e enfermeiras obstétricas é fundamental para a melhora na assistência à saúde da mulher, especialmente em relação às taxas de mortalidade materna, qualidade, disponibilidade e acessibilidade dos serviços de saúde e redução na quantidade de cesarianas. Daí a importância de conhecer como ocorre a formação desses profissionais. Objetivos: 1. Caracterizar os cursos de Obstetrícia de entrada direta e as instituições de ensino superior que os oferecem, nos países da América do Sul; 2. Analisar o projeto pedagógico dos cursos, especialmente sua estrutura curricular. Método: Estudo documental, descritivo-exploratório. Teve como referencial teórico o ensino por competências, apoiado pelos documentos sobre a educação e a prática profissional de obstetrizes publicados pela Confederação Internacional de Obstetrizes (ICM). Foram incluídos cursos de Obstetrícia de nível superior, de entrada direta, dos países da América do Sul, filiados à ICM em 2017. Cinco estruturas curriculares foram analisadas de acordo com uma matriz de conteúdos baseada no modelo de currículo da ICM. Para cada um deles, foi construída uma ficha com as características básicas do curso. Foi realizada análise quantitativa e qualitativa dos dados. Resultados: Foram localizados 75 cursos, distribuídos em sete países: Argentina (n=9), Brasil (n=1), Chile (n=20), Equador (n=1), Paraguai (n=6), Peru (n=36), Uruguai (n=1) e binacional Argentina e Uruguai (n=1). Entre outros dados, foi apurado que todos os cursos são oferecidos em universidades e exigem uma prova ou curso preparatório para ingresso. A carga horária dos cursos varia de 3.322 a 9.000 horas e a duração é de 8 a 12 semestres, sendo 10 semestres a mais frequente. Majoritariamente, denominam-se Curso de Obstetricia e outorgam o grau de licenciado e o título de Licenciado em Obstetrícia, Matrona/Matrón ou Obstetriz/Obstetra. É grande a heterogeneidade em relação à visão, missão e perfil do egresso. A análise das estruturas curriculares dos cursos mostrou que os conteúdos correspondem às recomendações da ICM, exceto para os módulos relacionados a habilidades básicas em saúde para parteiras, assuntos profissionais da Obstetrícia e atendimento obstétrico para mulheres que precisam se submeter a um aborto. Isto pode refletir um compromisso da educação de obstetrizes para a aquisição das competências essenciais estabelecidas pela ICM. Conclusões: São oferecidos 75 cursos nos sete países estudados e existem muitas diferenças em suas características, em particular, quanto à quantidade e distribuição geográfica dos cursos, duração, carga horária e perfil do egresso. Nas estruturas curriculares analisadas, identificou-se a quase totalidade dos conteúdos curriculares recomendado pela ICM. A principal lacuna nas ementas dos cursos se refere à competência para atenção às mulheres em situação de abortamento.
Título en inglés
Midwifery programmes in South American countries: characterisation and curricular structure analysis
Palabras clave en inglés
Curriculum
Education
International Confederation of Midwives
Midwifery
Nursing Midwifery
Professional Competence
Resumen en inglés
Introduction: The contribution of midwives and nurse-midwives is essential to achieve an improvement in women's health care, especially regarding quality, availability and accessibility of health services, reduction in the number of caesarean sections and maternal mortality rates. Hence the importance of knowing how the training of these professionals is currently taking place. Aim: 1. Characterise the direct entry Midwifery programmes and the higher education institutions that offer them, in South American countries; 2. Analyse the pedagogical project of the programmes, particularly its curricular structure. Method: Descriptive-exploratory, documentary study. The theoretical reference was based on competency education, supported by the documents of the International Confederation of Midwives (ICM) on education and professional practice of midwives. Were included undergraduate direct entry Midwifery programmes from the South American countries affiliated to the ICM in 2017. Five curricular structures were analysed according to a content matrix based on the ICM curriculum model. Quantitative and qualitative data analysis were performed. Results: 75 programmes were found, distributed in seven countries: Argentina (n = 9), Brazil (n = 1), Chile (n = 20), Ecuador (n = 1), Paraguay = 36), Uruguay (n = 1) and binational Argentina and Uruguay (n = 1). Among other data, it was found that all programmes are offered in universities and require a test or preparatory course for admission. The total number of hours of the programmes varies from 3,322 to 9,000 hours and the duration is 8 to 12 semesters, 10 semesters being the most frequent. They are mainly denominated Curso de Obstetricia and the majority grants the degree of licensee and title of Licenciado em Obstetricia, Matrona/Matrón or Obstetriz/Obstetra. There is great heterogeneity regarding the vision, mission and graduates profile. The analysis of the programmes curricular structures showed a correspondence between the programmes contents and the recommendations of the ICM, except for the modules related to basic health skills for midwives, professional midwifery subjects and obstetric care for women who need to undergo abortion. This may compromise midwifery education for the acquisition of the core competencies established by the ICM. Conclusions: 75 programmes are offered in the seven countries studied and there are many differences in their characteristics, in particular, the quantity and geographical distribution of the programmes, duration, number of hours and graduate profile. Almost all of the curricular contents recommended by the ICM were identified within the analysed curricular structures. The main gap in the programmes syllabuses refers to the competence to provide abortion-related care.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-11-28
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.