• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2010.tde-29092010-142724
Documento
Autor
Nome completo
Lisia Bertonha Correa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2010
Orientador
Banca examinadora
Zanetti, Marcus Antônio (Presidente)
Del Claro, Gustavo Ribeiro
Melo, Mariza Pires de
Pereira, Angélica Simone Cravo
Saran Netto, Arlindo
Título em português
Efeitos de diferentes fontes e níveis de cobre no desempenho, "status" de Cu, fermentação ruminal, metabolismo e oxidação de lipídios em bovinos
Palavras-chave em português
Antioxidantes
Colesterol
Enzimas
Minerais
Resumo em português
O cobre está associado ao metabolismo de lipídios, sendo bastante importante na redução do colesterol, e à estabilidade oxidativa da carne, por fazer parte de algumas enzimas antioxidantes. Porém, quando na forma iônica, é considerado um elemento pró-oxidante. O cobre orgânico não apresenta esse efeito e, além disso, geralmente apresenta maior biodisponibilidade que fontes inorgânicas. Desse modo, o objetivo deste estudo foi determinar o efeito da suplementação com dois níveis e duas fontes de cobre (inorgânica e orgânica) sobre o desempenho, concentração de cobre no fígado, músculo e sangue, fermentação ruminal, parâmetros oxidativos e metabolismo de lipídios e colesterol. Trinta e cinco bovinos da raça Nelore em fase de terminação foram divididos em 5 grupos, com 7 animais por tratamento, conforme descrição: 1) C: Dieta controle, sem a suplementação adicional de cobre; 2) I10: suplementação de 10mg de Cu/kg de MS na forma de sulfato de cobre; 3) I40: suplementação de 40mg de Cu/kg de MS na forma de sulfato de cobre; 4) O10: suplementação de 10mg de Cu/kg de MS na forma de proteinato de cobre; 5) O40: suplementação de 40mg de Cu/kg de MS na forma de proteinato de cobre. A suplementação com cobre proporcionou maior concentração e acúmulo de Cu no fígado (p<0,05), sendo a maior média observada para o tratamento O40, porém, o status de Cu no músculo e no soro não foram alterados pelos tratamentos. A maior atividade da ceruloplasmina (p<0,05) foi observada para o tratamento I40. Não houve efeito significativo (p>0,05) para ganho de peso diário, ingestão de matéria seca, eficiência alimentar, rendimento de carcaça quente e fria, perda pelo frio, espessura de gordura subcutânea e área de olho de lombo dos bovinos, entre os tratamentos controle e suplementação com cobre inorgânico ou orgânico. O pH ruminal, os ácidos graxos voláteis e o nitrogênio amoniacal também não foram influenciados (p>0,05) pelos tratamentos. Em geral, a suplementação com cobre alterou o perfil de ácidos graxos da carne (p<0,05), com aumento na proporção de ácidos graxos insaturados em detrimento dos ácidos graxos saturados. Não houve efeito de tratamento para TBARS (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico) no fígado e na carne embalada a vácuo (p>0,05), porém houve redução nos valores de TBARS na carne dos bovinos suplementados com Cu para as amostras dispostas no Display Life (tratamentos I40 e O40, p=0,06), e na atmosfera modificada (tratamentos I10, I40, O10 ou O40, p<0,05), em relação ao tratamento controle. A suplementação com Cu (tratamentos I40 e O40) aumentou a atividade da SOD (superóxido dismutase) (p<0,05), em relação ao tratamento controle, mas não influenciou a atividade da GSH-Px (glutationa peroxidase) (p>0,05). Não houve efeito da suplementação sobre triglicérides e colesterol no sangue; entretanto, em geral, houve redução da concentração de colesterol no músculo L. dorsi (p<0,05), em relação ao tratamento controle, através da redução (p<0,05) da concentração de GSH e da relação GSH/GSSG.
Título em inglês
Effects of copper sources and levels on performance, Cu status, ruminal fermentation, metabolism and oxidation of lipids in cattle
Palavras-chave em inglês
Antioxidants
Cholesterol
Enzymes
Minerals
Resumo em inglês
Copper is associated with lipid metabolism, becoming very important in reducing cholesterol, and with oxidative stability of meat, because it is part of some antioxidant enzymes. However, when in the ionic form, is considered a pro-oxidant element. The organic copper did not exhibit this effect and, besides, presents higher bioavailability than inorganic sources. Thus, the aim of this study was to determine the supplementation effect of two levels and two sources of copper (inorganic and organic) on the performance, Cu concentration in liver, muscle and blood, ruminal fermentation, oxidative parameters and metabolism of lipids and cholesterol. Thirty-five Nellore cattle in the finishing phase were divided into 5 groups with 7 animals per treatment, as described: 1) C: control diet, without additional Cu supplementation; 2) I10: 10mg Cu/kg DM, as Cu sulfate; 3) I40: 40mg Cu/kg DM, as Cu sulfate; 4) O10: 10mg Cu/kg DM, as Cu proteinate; 5) O40: 40mg Cu/kg DM, as Cu proteinate. Supplementation with copper provided higher Cu concentration and accumulation in the liver (p<0.05), with the highest mean observed for the O40 treatment, nevertheless the Cu status in muscle and serum were not affected by treatments. The highest activity of ceruloplasmin (p<0.05) was observed for the I40 treatment. There was no significant effect (p>0.05) for daily weight gain, dry matter intake, feed efficiency, hot and cold carcass yield, cold loss, backfat and loin eye area of cattle, among control treatment and supplementation with inorganic or organic copper. Ruminal pH, volatile fatty acids and ammonia were not influenced (p>0.05) by treatments. In general, copper supplementation altered the meat fatty acid profile (p<0.05), with an increase in the proportion of unsaturated fatty acids over saturated fatty acids. There was no treatment effect for TBARS (thiobarbituric acid reactive substances) in liver and meat vacuum packed (p>0.05), but there was a reduction in TBARS values in meat from cattle supplemented with Cu for samples prepared on Display Life (treatment I40 and O40, p=0.06), and modified atmosphere (treatment I10, I40, O10 and O40, p <0.05), compared to the control treatment. Supplementation with Cu (treatment I40 and O40) increased the activity of SOD (superoxide dismutase) (p<0.05) compared to control treatment, but did not influence the activity of GSH-Px (glutathione peroxidase) (p>0.05). There was no effect of supplementation on triglycerides and cholesterol in blood, however, there was a reduction in cholesterol concentration in L. dorsi muscle (p<0.05) compared to the control treatment, by reducing (p<0.05) of GSH concentrations and the GSH/GSSG ratio.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO3283923.pdf (1.08 Mbytes)
Data de Publicação
2010-09-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.