• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.74.2016.tde-03052016-163823
Documento
Autor
Nome completo
Fausto Makishi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2015
Orientador
Banca examinadora
Rossignolo, Vivian Lara dos Santos Silva (Presidente)
Nunes, Rubens
Piao, Roberta de Castro Souza
Saes, Maria Sylvia Macchione
Veiga, João Paulo Candia
Título em português
Estratégia de diversificação e coordenação em cadeias da sociobiodiversidade
Palavras-chave em português
Cadeia de suprimento resiliente
Incentivos
Produção rural familiar
Renda
Sementes oleaginosas
Resumo em português
O presente trabalho trata da relação entre estratégias de diversificação junto a produção rural familiar e os incentivos decorrentes das diferentes estruturas de governança que determinam as relações sistêmicas de troca e divisão do trabalho. A necessidade de manutenção no nível de bem-estar social associado a renda familiar e as contingências do ambiente em que este segmento se insere leva a considerar o processo de inovação como fenômeno transitório onde a firma rural adote diferentes fontes de rendimento, dentro e fora da propriedade. A compreensão de como as variáveis transacionais (incerteza, especificidade dos ativos, frequência e interação entre transações) interferem na decisão de alocação de recursos pode ser útil no delineamento de políticas voltadas ao desenvolvimento local sustentável. Para isso, um modelo heurístico é proposto relacionando duas variáveis: complementariedade estratégica e mobilidade. Quatro comunidades fornecedoras de insumos da sociobiodiversidade brasileira ajudam a ilustrar a proposta analítica, a saber: Salvaterra, Bragança, Breves, no estado do Pará, e Palmeira do Piauí no estado do Piauí. A conclusão é que os atores econômicos agem conforme suas capacidades tecnológicas e gerenciais e combinação de incentivos externos a firma, o que reflete em sua capacidade de manter o nível de renda.
Título em inglês
Diversification strategy and coordination in socio-biodiversity chain
Palavras-chave em inglês
Family smallholdings
Incentives
Income
Oilseeds
Resilient supply chains
Resumo em inglês
The aim of this work is the relationship between diversification strategies with rural family production and incentives stemming from different governance structures which determine the systemic relationships of trade and division of labor. The need to sustain the social welfare level associated with family income and environmental contingencies should be consider. The innovation process is described as a transitory phenomenon where rural firm adopts a diversification of income-generating activities. The company can be regarded as transactions link. An empirical model was proposed based on two variables: strategic complementarity and mobility. The purpose is to provide parameters to serve as decision subsidies for formulation of public policies and business practices (including technology transfer mechanisms) aimed at reducing poverty in the rural environment. Four communities were studied in relation to the Brazilian socio-biodiversity chain: Salvaterra, Bragança, Breves, at Pará state and Palmeira do Piauí, at Piauí state. This study concludes that economic actors operate according to their technological and managerial capabilities and combination of incentives external from the firm.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO4886308COR.pdf (2.52 Mbytes)
Data de Publicação
2016-05-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.