• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.75.2016.tde-08012016-113748
Document
Auteur
Nom complet
Jerino Queiroz Ferreira
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Carlos, 2015
Directeur
Jury
Queiroz, Salete Linhares (Président)
Kasseboehmer, Ana Claudia
Massi, Luciana
Pierson, Alice Helena Campos
Silva, Jackson Gois da
Titre en portugais
Formação inicial de professores de química: explorando possibilidades a partir da promoção de oficinas pedagógicas em argumentação
Mots-clés en portugais
argumentação
formação de professores
química
Resumé en portugais
Durante as duas últimas décadas a discussão a respeito do papel da argumentação no ensino de ciências vem se destacando em vários países. No Brasil são ainda escassos os estudos dedicados à temática, especialmente com relação ao ensino de química. Vários pesquisadores afirmam que a sua prática pode favorecer a compreensão de conceitos científicos, o desenvolvimento do pensamento crítico e o entendimento sobre a natureza da ciência pelos alunos. No presente trabalho investigamos aspectos relacionados à elaboração e aplicação de oficinas de formação sobre a argumentação, tendo em vista o entendimento das suas contribuições na preparação e implementação, por parte dos licenciandos, de projetos de regência que fomentem a sua manifestação no ensino básico de química. Procuramos também analisar as características de argumentos produzidos pelos licenciandos na busca de explicações para a ocorrência de um fenômeno natural e identificar se valorizam a argumentação na prática pedagógica. Lançamos mão do Modelo de Argumentação de Sampson e Blanchard para analisar as características dos argumentos produzidos pelos licenciandos durante o processo de formação e verificamos que estes, em sua maioria, não apresentam todos os elementos esperados em uma argumentação científica, de acordo com o referido Modelo. Para avaliarmos em que medida os licenciandos valorizam a argumentação como uma alternativa para melhorar o ensino e a aprendizagem de ciências nos pautamos na análise dos projetos de regência elaborados e de entrevistas semiestruturadas realizadas ao final do processo. As estratégias e objetivos adotados na elaboração dos projetos se mostraram alinhados com aqueles enfatizados nas oficinas de formação e os depoimentos prestados revelaram indícios de valorização da argumentação por parte dos licenciandos. Analisamos ainda as regências com a finalidade de investigar a forma como os licenciandos se apropriam do discurso argumentativo e realizam ações pró-argumentação, assim como a possível influência do processo de formação na adoção de tal postura. Nas regências dos licenciandos identificamos ações desencadeadoras de processos argumentativos, como posicionar-se na construção dos argumentos e justificar com evidências. Estas ações sugerem a influência e as contribuições das oficinas no planejamento e execução das regências, uma vez que nas oficinas os licenciandos participaram de atividades cujos objetivos residiam, principalmente, no oferecimento de estratégias de ensino promotoras da argumentação e na caracterização da argumentação e distinção entre os diferentes componentes que constituem um argumento. Os resultados indicaram a relevância do processo de formação e proporcionaram subsídios para a análise e reflexão sobre o potencial da argumentação na prática educativa em química.
Titre en anglais
Initial Teacher Training in Chemistry: exploring possibilities concerning promoting educational workshops in argumentation
Mots-clés en anglais
argument
chemistry
teacher training
Resumé en anglais
Over the last two decades, the discussion concerning the role of argumentation in science teaching has come to the forefront in various countries. In Brazil, there are still few studies regarding this subject, especially in relation to chemistry teaching. Various researchers state that its practice can help students understand scientific concepts, develop critical thinking and understand the nature of science. In this thesis, we investigate aspects related to developing and running training workshops on argumentation, with a view to understanding pre-service teachers´ contributions in the preparation and implementation of conducting projects which foment argumentation in chemistry teaching. We also attempted to analyse the characteristics of arguments produced by pre-service teachers to look for explanations for the occurrence of a natural phenomenon and identify if they value argumentation in the pedagogical practice. We lay hold of the Argumentation Model proposed by Sampson and Blanchard to analyse characteristics of the arguments produced by the pre-service teachers during the training process and observed that, on the whole, they do not present all the elements expected in scientific argumentation, according to the aforementioned model. In order to evaluate the extent to which the pre-service teachers value argumentation as an alternative to improve science teaching and learning, we used as a base the analysis of the developed projects and semi-structured interviews carried out at the end of the process. The strategies and objectives adopted in the projects development showed to be compatible with those emphasized in the training workshops and the testimonies given showed evidence of the pre-service teachers valuing argumentation. Furthermore, we analysed the dominion provided by the pre-service teachers so as to investigate the way the pre-service teachers take control of the argumentative discourse and take pro-argumentation actions, as well as the possible influence of the training process in adopting such a posture. When the pre-service teachers took command, we identified triggering actions of argumentative processes, such as positioning oneself when putting forward arguments and giving reasons based on evidence. These actions suggest the influence and contributions from the workshops in planning and taking command, as in the workshops the pre-service teachers took part in activities whose objectives were mainly to offer teaching strategies to encourage argumentation and argumentation characterisation, as well as distinguishing between the different components that comprise an argument. The results showed the importance of the training process and provided a basis to analyse and reflect on the potential aspect of argumentation in the educational practice in chemistry.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2016-02-03
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.