• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.76.1996.tde-08042014-143427
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Camolesi Junior
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 1996
Orientador
Banca examinadora
Traina Junior, Caetano (Presidente)
Carvalho, André Carlos Ponce de Leon Ferreira de
Costa, Luciano da Fontoura
Daltrini, Beatriz Mascia
Martucci Junior, Moacyr
Título em português
Um modelo de versões apoiado em objetos compostos para utilização em instâncias e esquemas de bases de dados orientadas a objetos
Palavras-chave em português
Controle de versões
Gerenciamento de projetos
Modelo de dados orientado a objetos
Objetos compostos
Resumo em português
As informações contidas em uma Base de Dados para projeto não são obtidas apenas cumulativamente, mas também através de refinamentos e mudanças sucessivas nas informações já disponíveis. Diversas pesquisas mostram-se preocupadas com este aspecto e propõem conceitos e mecanismos de controle de Versões que podem ser incorporados a Modelos de Bases de Dados Orientadas a Objetos. Alguns destes trabalhos, aqui estudados, focalizam o uso de Versões na evolução não apenas da Base de Dados Extensional (Instâncias), ou seja, nas informações colhidas do mundo real e utilizadas pelas aplicações, mas também sua utilização como um mecanismo eficiente de Evolução do Esquema de Dados (a Base de Dados Intencional). Com o objetivo principal de constituir um núcleo básico de conceitos e mecanismos que possam atender as mais variadas aplicações, este trabalho estabelece um Modelo de Versões apoiado no conceito de Objeto Composto e que permite uma correlação direta e transparente entre Versões de Instâncias e de Esquemas, ou seja, cada Versão na Base Extensional tem relação direta e única com a Versão da Base Intencional utilizada em sua instanciação. Adicionalmente, este trabalho estabelece um Meta-Modelo de Versões cujas especificações poderão direcionar as pesquisas de futuros Modelos de Versões, no sentido de apoiar a elaboração de Modelos de Versões sofisticados ou simples para aplicações específicas ou gerais, e também poderão ser utilizadas para o estabelecimento de mecanismos para a classificação e comparação de Modelos de Versões.
Título em inglês
Versioning model for schemas and composite objects in object-oriented database systems
Palavras-chave em inglês
Composite objects
Object-oriented data model
Project management
Version control
Resumo em inglês
Data stored in project databases are obtained not only by the increasing inclusion of more and more data, but also through refinements and alterations into the already existent information. There are many works involving those subjects, studying concepts and control mechanisms to support data versioning in Object-Oriented Database Systems. Some of these works focus on the Version Control support in the stored data (the Extensional Database), aiming at recognizing and controlling the occurrence of many data versions from the same subject. Other works focus on the support of version control over the Data Schema (the Intentional Database), aiming at finding mechanisms that permit the recovery of different data structured in different ways from the same subject. This work presents a Version Model, based on the Composite Objects concept, providing a homogeneous support to Version Control in the Extensional and the Intentional Databases. In this model, the Extensional data is partitioned into Composite Objects, and the parts of each Object are interpreted with only one of several possible schemes that are used to instantiate the parts of objects of this kind. This Version Model was conceived to be useful to a broad range of application domains, deriving a set of concepts that had permitted to construct a Version Meta-Model. The Meta-Model is sufficiently generic to aid constructing elementary or complex Version Models, applied to generic or specific needs, and depicting mechanisms to aid the classification and comparison of existing or proposed Version Model.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LuizCamolesiD.pdf (9.02 Mbytes)
Data de Publicação
2014-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.