• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-23112009-161517
Documento
Autor
Nome completo
Rafael de Paula Santos Cortez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Limongi, Fernando de Magalhaes Papaterra (Presidente)
Almeida, Maria Herminia Brandao Tavares de
Melo, Carlos Ranulfo Félix de
Nicolau, Jairo César Marconi
Rennó Júnior, Lúcio Remuzat
Título em português
Eleições majoritárias e entrada estratégica no sistema partidário-eleitoral brasileiro (1990-2006)
Palavras-chave em português
Coordenação eleitoral
Eleições majoritárias
Eleições presidenciais
Entrada estratégica
Mercado eleitoral
Sistema partidário-eleitoral brasileiro
Resumo em português
O sistema partidário-eleitoral brasileiro é tido como um dos mais fragmentados do mundo. As inferências para esse diagnóstico são extraídas do padrão de competição nas eleições proporcionais. O propósito da tese é estudar o sistema partidário brasileiro a partir das eleições majoritárias de 1989-2006. A tese tem como foco entender a dinâmica da competição política nessas disputas a partir da ação estratégica das elites partidárias. Do ponto de vista substantivo, o trabalho busca contribuir para o entendimento dos mecanismos que garantiram a dominância de PT e PSDB nas eleições presidenciais a partir de 1994. A tese busca demonstrar, ainda, a existência de estabilidade das clivagens políticas se tomarmos os Estados individualmente. O ponto de partida é que as eleições executivas são as mais importantes, tanto para as elites políticas como para os eleitores. Partidos políticos hierarquizam os diferentes pleitos. O argumento do trabalho é que o mecanismo central que garantiu a estabilidade da clivagem PT-PSDB foi a articulação nacional das candidaturas por meio das eleições para o governo do Estado. Esses dois partidos foram capazes de reproduzir essa clivagem nas diferentes disputas estaduais. A evidência empírica utilizada na análise é a frequência do lançamento de candidaturas dos nove maiores partidos nas eleições executivas. O custo de entrada das eleições majoritárias leva à criação de mercados eleitorais distintos no interior do sistema partidário brasileiro. O alto custo decorrente da baixa magnitude das eleições executivas torna esse mercado bastante concentrado. Assim, o padrão da competição política nas eleições majoritárias não apenas se encontra de acordo com a literatura institucionalista mas também apresenta uma estabilidade na identidade dos competidores tanto nas eleições presidenciais como, em menor medida, nas eleições para o governo estadual.
Título em inglês
Majority elections and strategic entry into the party system, electoral Singapore (1990-2006)
Palavras-chave em inglês
Brazilian party system
Electoral coordination
Electoral market
Majority elections
Presidential elections
Strategic entry
Resumo em inglês
The brazilian electoral-party system is considered one of the most fragmented in the world. That diagnosis is based on the pattern of competition in proportional elections. The purpose of this thesis is to study the brazilian party system from the perspective of executive elections from 1989 to 2006. This thesis focuses on understanding the dynamics of political competition in these disputes from the strategic action of the party elites. Our central aim is to contribute to the understanding of the mechanisms that ensured the dominance of PT and PSDB in the presidential elections since 1994. This thesis seeks to demonstrate also the existence of stability of political divisions if the states are taken individually. The starting point of this work is that the executive elections are the most important for both political elites and voters. Political parties rank the different types of competition. The argument of this paper is that the central mechanism which ensured the stability of the PT-PSDB cleavage was the articulation of national contest through the elections to the government of the state. These two parties were able to reproduce the various disputes in the states. The empirical evidence used in the analysis is the frequency of the launch of applications of the nine major parties in the executive elections. The cost of entering the elections majority takes the creation of separate markets within the electoral party system in Brazil. The high costs of low executive elections make this market highly concentrated. Thus, the pattern of the executive elections is not only according to the institutionalist literature, but also shows stability in the identity of competitors both in the presidential elections and, to a lesser extent, in elections to the states governments.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.