• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Rogério Jerônimo Barbosa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2017
Director
Tribunal
Guimaraes, Nadya Araujo (Presidente)
Cardoso, Adalberto Moreira
Comin, Alvaro Augusto
Ribeiro, Carlos Antonio Costa
Souza, Marcelo Medeiros Coelho de
Título en portugués
A educação e a desigualdade da renda do trabalho: um enfoque sociológico
Palabras clave en portugués
Capital Humano
Educação
Fechamento
Prerrogativas
Renda do trabalho
Retornos
Resumen en portugués
O objetivo desta tese é questionar a interpretação da relação entre educação e renda do trabalho como sendo fundamentalmente aquela entre investimento e retorno. Argumenta-se que a renda pode ser enquadrada numa abordagem sociológica relacional e mostra-se de que modo as desigualdades de renda se configuram como um tipo específico e irredutível de desigualdade social. Restringindo o foco às desigualdades da renda auferida na esfera do trabalho, procura-se compreender como a educação veio a se tornar o principal componente explicativo em grande parte das perspectivas contemporâneas. A narrativa atualmente mais importante associa os seus efeitos a retornos de investimentos produtivos e lê o movimento dos indicadores empíricos como expressão de sua variação. Argumenta-se que essa leitura não é necessária, do ponto de vista lógico, nem tem consistência teórica ou empírica. Ainda assim, há grande insistência em compreender a educação como investimento será preciso compreender as bases desse fenômeno. Veremos que esse modo de associar educação e renda resolveria, do ponto de vista da teoria econômica, certos enigmas sobre o crescimento da produtividade agregada; além disso, configurou-se como importante explicação não apenas analítica, mas também moral sobre a origem da desigualdade entre indivíduos, descartando perspectivas inatistas e racistas. Argumenta-se que não é necessário compreender a educação como investimento que traz benefícios pessoais para se valer dos ganhos analíticos trazidos por essas soluções. Além disso, mostra-se que os métodos de cálculo dos retornos mantêm ligação frouxa com a perspectiva dos investimentos e poderiam facilmente ser compatíveis com quaisquer processos de vantagens cumulativas ao longo do tempo. Por fim, arriscam-se, por meio de um ensaio, os primeiros passos para uma compreensão sociológica e histórica da relação entre renda do trabalho e educação a partir da perspectiva dos fechamentos e das prerrogativas sociais exclusivas.
Título en inglés
Education and earnings inequality: a sociological approach
Palabras clave en inglés
Closure
Earnings
Education
Human Capital
Prerogatives
Returns
Resumen en inglés
The purpose of this thesis is to investigate the interpretation of the relationship between education and labor income as that between investment and return. It is argued that income can be framed in a relational sociological approach and that it shows that income inequalities can be defined as a specific and irreducible type of social inequality. Focusing on income inequalities in the sphere of work, it is sought to understand how education has become the main explanatory component in most contemporary perspectives. Today's most important narrative associates the educational effects with "returns" of productive investments and reads the movement of empirical indicators as an expression of its variation. It is argued that this interpretation is not necessary, from the logical point of view, and that it lacks theoretical or empirical consistency. Nevertheless, since there is a great insistence on understanding education as an investment - it is necessary to understand the basis of this phenomenon. We will see that this way of associating education and income would solve, from the point of view of the economic theory, certain puzzles about aggregate productivity growth; Moreover, it was an important - not only analytical, but also moral[ - explanation of the origin of inequality between individuals, in opposition to inattentive and racist perspectives. It is argued that it is not necessary to understand education as an investment that brings personal benefits in order to profit from the analytical gains brought by these solutions. In addition, it is shown that the methods used for calculating the "returns" are loosely connected with the investment perspective and could easily be compatible with any processes of cumulative advantages over time. Finally, the first steps towards a sociological and historical understanding of the relationship between labor income and education from the perspective of closures and exclusive social prerogatives are put to the test.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-08-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.