• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-20062011-094615
Documento
Autor
Nombre completo
Rogério Jerônimo Barbosa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Negrao, Lisias Nogueira (Presidente)
Benedetti, Luiz Roberto
Pierucci, Antonio Flavio de Oliveira
Título en portugués
A caridade e o interesse. A construção da plausibilidade da idéia de "gestão" no catolicismo brasileiro
Palabras clave en portugués
Gestão eclesial
Igreja católica
Justificação
Planejamento pastoral
Procedimentos administrativos
Resumen en portugués
A proposta deste trabalho é apresentar uma explicação para a adoção de práticas administrativas e econômicas modernas pela Igreja Católica no Brasil. O objetivo é compreender como os atores religiosos justificam para si mesmos o envolvimento naquilo que anteriormente consideravam absurdo e oposto ao ideal da caridade (cf. Bourdieu, 1996a; Durkheim, 1989; Weber, 1982). Constata-se a existência de um conjunto amplo de fatos e acontecimentos recentes que indicam a entrada e a ampla difusão de conceitos econômicos e empresariais no interior do catolicismo. Esses fenômenos não parecem ter recebido explicações muito adequadas. O modelo de Bourdieu (1996) sobre a Economia dos Bens Simbólicos leva à um paradoxo insolúvel entre interesse e desinteresse, encerrando-se em uma duplicidade que não explica o movimento crescente de modernização das Igrejas. Também as teorias do mercado religioso não fornecem uma base para a compreensão. Para Berger (1985), a modernização leva ao enfraquecimento das igrejas, o que ocorre. Stark e Iannaccone (1994) não tratam de questões sobre administração e organização (cf. Frigério, 2008). O modelo explicativo adotado foi então o de Boltanski e Thévenot (1999; 2006), que permite fugir ao problema da duplicidade e compreender como são feitas críticas e associações entre ordens de valor. As análises empíricas se procederam em dois planos. Primeiramente, diacrônico, através da identificação das alterações dos formatos da crítica e compromisso entre os universos eclesial e secular. Foi feito então um histórico da idéia e das práticas de planejamento pastoral, desde 1890. Em segundo lugar, uma análise dos discursos contemporâneo daqueles atores que visam difundir, no meio católico, o pensamento e as práticas administrativas modernas. As análises corroboram a explicação proposta, de que a adoção de práticas empresariais se torna possível quando há um deslocamento da ênfase crítica para a ênfase nas figuras de compromisso entre os princípios de valor religiosos e seculares. A construção da plausibilidade da adoção de práticas econômicas capitalistas contemporâneas pela Igreja Católica se realiza quando os religiosos, ao invés de apontarem as atividades seculares ligadas aos bens temporais como expressões de egoísmo, individualismo e declínio dos valores tradicionais, passam a se apropriar delas como reforços para justificar seus objetivos organizacionais. Ou seja, administração moderna é justificada como um meio para evangelizar, promover o bem comum e a justiça; em suma, realizar a missão.
Título en inglés
Charity and interest: the construction of the plausibility of the idea of the management in the brazilian catholicism
Palabras clave en inglés
Administrative procedures
Catholic church
Church management
Justification
Pastoral planning
Resumen en inglés
I propose to give an explanation for the adoption of modern administrative, managerial and economic practices by the Catholic Church in Brazil. The objective is to understand how the religious actors justify for themselves their involvement in something once considered absurd and the opposite to the ideals of charity. (cf. Bourdieu, 1996a; Durkheim,1989; Weber, 1982). One can find many recent facts and events which indicate the entrance and ample diffusion of entrepreneurial and economic concepts inside Catholicism. There hasnt been an adequate explanation for such phenomena. Bourdieus (1996) model on the Economy of Symbolic Goods leads to an irresolvable paradox between interest and disinterest, closing itself in a duplicity which does not explain the churchs growing movement towards modernization. At the same time, the religious market theories do not provide a basis for comprehension. For Berger (1985), modernization leads to the weakening of the churches, which isnt true. Stark and Iannaccone (1994) do not discuss issues related to the subject of organization and administration (cf. Frigério, 2008). The explanatory model I adopted was that of Boltanski and Thévenot (1999; 2006), which allows one to escape such duplicity and comprehend the dynamics of criticism and compromises among orders of values. The empiric research had two levels. Firstly, the diachronic level, through the identification of changes in different forms of critiques and compromises amongst the ecclesial and secular world. I then reconstructed a history of the idea and practices of pastoral management since 1890. Secondly, I analyzed the contemporary discourses of the actors who aim to propagate modern administrative thoughts and practices, in the catholic world. The analysis corroborate the proposed explanation: the adoption of managerial practices become possible when there is a displacement from the critical operations to the figures of compromise amongst the religious and secular principles of values. The construction of plausibility in the adoption of contemporary capitalist economic practices by the Catholic Church happens when its members, instead of denouncing secular practices related to temporal goods as expressions of egoism, individualism and decline of traditional values, appropriate them in order to justify their organizational objectives. That is to say, the modern administration is justified as a means to evangelize, promote common good and justice; in short, to carry on the mission.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2011-06-20
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.