• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2019.tde-21022019-101602
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Altheman Camargo Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Musse, Ricardo (Presidente)
Alvarez, Marcos Cesar
Antunes, Ricardo Luiz Coltro
Braga Neto, Ruy Gomes
Maar, Wolfgang Leo
Título em português
Por uma teoria crítica do neoliberalismo: Marcuse no século XXI
Palavras-chave em português
Empreendedor de si mesmo
Escola de Frankfurt
Herbert Marcuse
Marxismo
Neoliberalismo
Precarização
Teoria crítica
Resumo em português
A tese debruça-se sobre a obra de Herbert Marcuse, em especial aquela produzida nos anos 1950, 1960 e 1970, em uma tentativa de atualização de suas teorias para o presente. Tendo escrito boa parte de seus livros mais amplamente discutidos em um contexto de pacto de classes, trabalho fordista, Estado keynesiano, e inserido em um período relativamente prolongado e estável de crescimento do capitalismo (os assim chamados trinta anos gloriosos), em que as evidências de manifestações políticas e lutas de classes eram menos evidentes quando comparadas com momentos anteriores de efervescência política nos séculos XIX e XX, suas conclusões teóricas a respeito da integração da classe trabalhadora e da sociedade unidimensional teriam sido impregnadas dos fundamentos sócio-históricos que a embasavam. A ideia é contrastar e comparar tais conclusões com nosso presente histórico, tendo em vista as quatro décadas e meia de expansão neoliberal pelo globo, levando em consideração os fenômenos de precarização laboral e da vida disseminados por ela. Busca-se, com isso, apontar as continuidades e rupturas da teoria de Marcuse para o século XXI.
Título em inglês
Towards a critical theory of neoliberalism: Marcuse in the 21st century
Palavras-chave em inglês
Critical theory
Entrepreneurial self
Frankfurt School
Herbert Marcuse
Marxism
Neoliberalism
Precarization
Resumo em inglês
This dissertation examines the works of Herbert Marcuse, especially those written in the 1950s, 1960s and 1970s, and constitutes an attempt to update his theories to our present. Having written much of his more widely discussed books in a context of class compromise, Fordist labor, Keynesian state, and embedded in a prolonged period of relatively stable capitalist growth (the so-called "thirty glorious years"), in which the evidence of political manifestations and class struggles was less evident when compared with earlier moments of political effervescence in the 19th and 20th centuries, his theoretical conclusions referring to the integration of the working class and one-dimensional society would have been impregnated with the socio-historical foundations that supported it. The idea is to contrast and compare these conclusions with our historical present, considering the four and a half decades of neoliberal expansion across the globe, taking into account the phenomena of labor and life precarization disseminated through this expansion. The dissertation seeks thus to point out the continuities and ruptures of Marcuse's theory for the twenty-first century.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.