• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-22082016-121815
Document
Auteur
Nom complet
Tais Rodrigues Pereira Magalhães
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2015
Directeur
Titre en portugais
Campos de disputa e gestão do espaço urbano: o caso da 'cracolândia' paulistana
Resumé en portugais
A presente pesquisa tem como objetivo reconstruir os acontecimentos em torno da Operação Integrada Centro Legal (mais conhecida como Operação Sufoco), deflagrada na região central de São Paulo conhecida como cracolândia, em janeiro de 2012. Trata-se de uma intervenção policial que parece evidenciar o que todo um campo de pesquisas vem flagrando em outras cidades do Brasil e do mundo como uma lógica securitária nas formas de gestão e produção do espaço urbano. Além disso, dentro do contexto da cracolândia, essa operação pode ser tida como um ponto de virada na forma como o Estado intervém atualmente nesse território, que passou a ser foco de políticas das três esferas de governo nos últimos três anos. A hipótese que orienta a análise da operação, seus efeitos e a configuração atual da região da cracolândia é a de que as inovações nas formas de gerir esse território observadas recentemente podem ser entendidas tendo como referência as limitações e resistências geradas pelos campos de disputa que surgiram em torno desta ação policial. A partir da análise da atuação judicial de defensores e promotores públicos com vistas a fazer cessar a operação na região, são apresentados neste trabalho alguns dos conflitos e disputas que se processaram em torno da "cracolândia" e das formas de gerir esse espaço, por exemplo, sobre qual o papel que as forças repressivas deveriam ter (ou não) no trato da questão do crack, o embate entre o direito de ir, vir e permanecer dos usuários de cracke o direito à segurança, e as disputas entre diferentes saberes médicos sobre as formas de tratamento de usuários e dependentes químicos. Nesse sentido, a cracolândia, a Operação Sufoco e toda a reconfiguração que ela engendrou nesse território foram escolhidos como cenas privilegiadas para observar as conflituosidades que esse tipo de intervenção securitária engendra e como tais disputas influenciam na dinâmica reconfiguração dos dispositivos de controle que visam garantir a ordem nesse espaço urbano.
Titre en anglais
Fields of dispute and urban space management: the São Paulo 'crackland' case
Resumé en anglais
This research aims to reconstruct the events around the "Operação Integrada Centro Legal" (known as Operation Suffocation), deflagrated in the central region of São Paulocityknown as "crackland" in January 2012. This is a policeintervention thatseems to evidencewhatawhole field of research is capturingin other cities in Brazil and in the world as a security-logic in the forms of managing and producing urban space. In addition, within the context of "crackland", this operation can be seen as a turning point in the way the state currently intervenes in that territory, which became the focus of policies of the three levels of government in the last three years. The hypothesis that guides the analysis of this intervention, its effects and the current setting of "crackland" region is that innovations in ways of managing this territory recently observed can be understood with reference to the limitations and resistance generated by the fields of dispute that emerged around this police operation. From the analysis of the judicial action of public defenders and prosecutors in order to end the operation in the region, some of the conflicts and disputes about "crackland" and ways to manage this spaceare presented in this work, e.g on what role the repressive forces should (or should not) have at the crackissue, the battlebetween thecrackusers'right to go, come and stay versusthe right to security, and disputes between different medical knowledge on ways to treat users and addicts. In this sense, "crackland", "Operation Suffocation" and all reconfiguration itengendered in that territory were chosen as privileged scenes to observe the conflictsthat this type of security-intervention engenders and how these disputes influencein the dynamic reconfiguration of control devices that aim to ensure order in this urban space.
 
Date de Publication
2016-08-22
 
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.