• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-22122015-110930
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Vilas Boas Gatti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Pinheiro Filho, Fernando Antonio (Presidente)
Barros, Sergio Miceli Pessoa de
Dias, Marcia Regina Tosta
Título em português
Súditos da rebelião: estrutura de sentimento da Nova MPB (2009-2015)
Palavras-chave em português
Estrutura de sentimento
Indústria cultural
MPB
Música independente
Música popular
Produção cultural
Resumo em português
Este trabalho analisa a inserção de um grupo de músicos e compositores que surge no final da década de 2000 em São Paulo, denominado Nova MPB, num arranjo de forças que constitui o campo da música popular brasileira. Trata-se de caracterizar a estrutura de sentimento, definindo princípios implícitos e explícitos que permeiam a formação da Nova MPB, cristalizada na sua produção musical. Partindo do pressuposto de que a produção musical é uma produção social, o enredamento que sofrem esses artistas, tanto ao se inserirem num arranjo de forças em curso, quanto nas relações que mantém internas ao grupo, tem efeitos nos seus posicionamentos e composições. O objetivo deste trabalho é problematizar os processos sociais que envolvem a produção musical deste grupo enfocado. Dadas as novas formas de produção, distribuição e divulgação arranjadas pelos artistas, valendo-se de avanços tecnológicos, a Nova MPB colocase como protagonista de uma nova produção musical independente, de maneira autônoma e empreendedora. Os artistas formam uma rede colaborativa abrindo caminhos alternativos aos instituídos pela indústria fonográfica. Ademais, o pertencimento à fração artística da classe média intelectualizada e a proximidade da sonoridade de suas composições, ainda que com algumas exceções, reforçam os valores e princípios que conformam o grupo. Os artistas da Nova MPB se relacionam com a tradição da música brasileira de forma peculiar, se aproximando de figuras consagradas e enaltecendo nomes e momentos da história da música popular brasileira que foram obscurecidos pela atuação da indústria fonográfica. Os novos artistas intentam reescrever a história da música brasileira à sua maneira, incorporando gêneros e nomes antes desconsiderados. Por meio de homenagens, parcerias e releituras, eles se aproximam de figuras icônicas, consagradas ou em vias de consagração. A exaltação de momentos do passado dessa história pode ser interpretada como um dos princípios implícitos que compõe a estrutura de sentimento da Nova MPB.
Título em inglês
Vassals of rebellion: the Nova MPB structure of feeling (2009-2015)
Palavras-chave em inglês
Brazilian Popular Music (MPB)
Cultural industry
Cultural production
Independent music
Popular music
Structure of feeling
Resumo em inglês
This study aims at analyzing the insertion of a group of Brazilian musicians and composers, collectively known as Nova MPB, in the popular music field, understood here as a power structure. Our purpose is to understand the processes of collective construction of the symbolic positions within this field. The structure of feeling of the Nova MPB group is characterized by both the explicitly and the implicitly principles that guide its formation, which is crystalized in the musical production. Taking for granted that any musical production is a social production, we consider the artists suffer an entanglement as they are inserted in an undergoing power arrangement and as they build relations inside of the group. This entanglement affects their positioning and their compositions. The purpose of this study is to problematize the social processes involved in the musical production of the Nova MPB. Given the new forms of production, distribution, and diffusion proposed by the artists with the help of the new technologies, the Nova MPB, in an autonomous and entrepreneurial way, places itself as the protagonist of a new and independent musical production. A collaborative web is formed as the artists try to find alternatives to the imperatives of the phonographic industry. Although there are a few exceptions, the fact that the artists in general come from an intellectualized middle class and have a similar music style helps the creation of this notion of group. The Nova MPB artists have a peculiar relationship with the Brazilian music: they approach famous and recognized artists, as well as they praise obscure artists and musical movements that the phonographic industry has despised. The new artists intend to rewrite their history by means of the incorporation of long forgotten genres and artists. They approach the already renowned artists and the ascending ones as they organize tributes, produce new versions of their songs, and propose partnerships. The celebration of past moments of the Brazilian popular music history can be interpreted as an implicit principle that compose the structure of feeling of the Nova MPB.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.