• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-23032016-151857
Documento
Autor
Nome completo
Heitor Vianna Moura
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Frehse, Fraya (Presidente)
Medeiros, Bianca Stella Pinheiro de Freire
Perez, Jenny Zoila Baldiviezo
Título em português
Os outros Rios de Janeiro: estudo sociológico sobre o imaginário dos arquitetos no contexto de preparação dos Jogos Olímpicos de 2016
Palavras-chave em português
Arquiteto
Imaginário
Jogos Olímpicos de 2016
Rio de Janeiro
Resumo em português
Tendo em conta o contexto de preparação dos Jogos Olímpicos de 2016, em que parte do espaço físico da cidade do Rio de Janeiro é redesenhado a partir de intervenções arquitetônicas e urbanísticas, este estudo se interessa pela atuação de um sujeito específico: o arquiteto. Mais especificamente, investigo as visões deste profissional sobre o Rio de Janeiro no contexto referido, tornando presentes imagens sobre o passado, o presente e o futuro dessa cidade. O objetivo teórico é apreender sociologicamente o imaginário dos arquitetos sobre a cidade em questão, procurando indícios da base social que subjaz às representações que medeiam esse imaginário. Para tanto, os projetos arquitetônicos e urbanísticos premiados pelo Concurso Porto Olímpico e pelo Concurso Sede do Campo Olímpico de Golfe são objetos de uma análise documental e seus respectivos autores e coautores, entrevistados. Como resultado, chega-se a um imaginário que parece se alimentar ora de imagens de espaços empiricamente existentes (bairros e logradouros cariocas e cidades estrangeiras), ora de imagens que não encontram lugar no mundo empiricamente existente. As representações de cidade reveladas por esse imaginário podem ser relacionadas com duas dimensões da vida social dos arquitetos em questão: sua vivência cotidiana nessa e em outras cidades e sua formação acadêmica. Orientado teoricamente pelos escritos de Henri Lefebvre sobre a produção do espaço e as representações, este estudo busca alargar as possibilidades interpretativas do arcabouço conceitual produzido pelo sociólogo francês e, ao mesmo tempo, dar voz aos arquitetos nos estudos urbanos brasileiros, em que ele raramente aparece como protagonista.
Título em inglês
The other Rios de Janeiro: a sociological study on the imaginary of architects within the arrangements for the 2016 Olympic Games
Palavras-chave em inglês
2016 Olympic Games
Architect
Imaginary
Rio de Janeiro
Resumo em inglês
Considering the arrangements for the 2016 Olympic Games, where part of the physical space of the city of Rio de Janeiro is redesigned by architectural and urban interventions, this study is concerned with the performance of a very specific character: the architect. More specifically, I explore the conception of architects about the city within the above-mentioned context, bringing to light images of past, present and future of this city. The theoretical purpose herein is to sociologically understand the (Lefebvrean) imaginary of architects about Rio, seeking evidence of the social basis underlying the representations mediated by such imaginary. For that purpose, the architectural and urban designs that won the Porto Olímpico Contest (Concurso Porto Olímpico) and the Olympic Golf Course Clubhouse Contest (Concurso Sede do Campo Olímpico de Golfe) are subject to a document analysis. In addition, their respective authors and co-authors were also interviewed. As a result, such approach enabled discovering an imaginary that seems to be sustained either by images of empirically existing spaces (neighborhoods and public sites of Rio and foreign cities) or images that do not find their places in the empirically existing world. This imaginary revealed representations of the city that can be associated with two dimensions of the social life of these architects: their life experience in Rio de Janeiro and other cities, and their academic background. Theoretically guided by the concepts of Henri Lefebvre on the production of space and its representations, this study aims to extend the interpretative possibilities of the conceptual framework of the French sociologist, while giving voice to architects in Brazilian urban studies, a field where such subjects are rarely seen as protagonists.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.