• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-27092010-160051
Documento
Autor
Nome completo
Thais Helena de Alcântara Peres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Sallum Junior, Brasilio Joao (Presidente)
Chadarevian, Pedro Caldas
Goldbaum, Sergio
Guimaraes, Nadya Araujo
Ribeiro Filho, Carlos Antonio Costa
Título em português
Educação superior, emprego e renda: uma relação problemática. RMSP. 2002-2009
Palavras-chave em português
Educação superior
Mercado de trabalho
PME
Renda
RMSP
Resumo em português
Este estudo investigou a relação entre educação e renda a fim de entender os limites da educação superior como promotora do bem-estar individual e social. Pretende, assim, contribuir para a análise dos impactos, no curto prazo, da educação superior sobre o mercado de trabalho e sobre a renda dos trabalhadores em seu conjunto. A escolha do recorte de tempo, 2002-2009, é particular porque é o momento no qual as dinâmicas de três processos sociais, aparentemente sem muita sinergia entre eles, começam a se encontrar. Os processos são: (i) a expansão do acesso ao ensino superior, particularmente do setor privado; (ii) a reestruturação do mercado de trabalho na RMSP Região Metropolitana de São Paulo; e (iii) o crescimento da PIA População em Idade Ativa. A questão que se colocou foi entender quais arranjos sociais seriam feitos para dar conta da maior entrada de pessoas mais jovens e mais escolarizadas num mercado de trabalho que redefinia a sua estrutura de oportunidades. Foram utilizados os bancos de dados da PME Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE para as análises cross section dos mesmos pares de indivíduos em dois momentos, 2002-2003 e 2008- 2009, fornecendo elementos descritivos para a compreensão da relação em foco. Modelos probabilísticos Logit e OLogit foram modelados para a mensuração dos impactos, entre 2002 e 2009, da escolaridade sobre a ocupação (emprego ou desemprego); da escolaridade sobre a qualidade da ocupação (mercado formal ou mercado informal); e os impactos na renda recebida pelos indivíduos segundo as características de escolaridade, idade, gênero, cor, condição na família e inserção no mercado de trabalho. Entre outras conclusões, os resultados desta investigação reafirmam as possibilidades muito maiores do trabalhador com ensino superior de estar nos estratos superiores de renda, mas destacam que ele perdeu importância para fins de empregabilidade no período analisado, ao contrário do trabalhador com ensino médio cuja importância aumenta para fins de empregabilidade.
Título em inglês
Higher education, employment and income: a troublesome relation. Sao Paulo Metropolitan Area. 2002 - 2009.
Palavras-chave em inglês
Higher education
Income
Labor market
Montly employment survey/PME
Sao Paulo metropolitan area
Resumo em inglês
This study assesses the relation between education and income in order to understand the limits of higher education as a promoter of individual and social welfare. Thus seeks to contribute to the analysis of the impacts in the short run of higher education on the labor market and the income of workers. The chosen period of analysis, 2002-2009, is special because it is the moment when the dynamics of three social processes begin to meet, though apparently without much synergy among them. The processes are: (i) the expanding access to higher education, particularly at private institutions, (ii) the restructuring of the labor market in Sao Paulo Metropolitan Area, and (iii) the working age population growth. The issue was about social arrangements that would be made to allow more young and educated people entering in the labor market whose structure of opportunities have been redefined. The databases of the PME (Montly Employment Survey)/IBGE were used for cross section analysis of the same pairs of individuals on 2002-2003 and 2008-2009 and provided descriptive statistics to figure out the relation between education and income across the population. Probabilistic Models - Logit and OLogit - were modeled to measure education impacts between 2002 and 2009 on the occupation (employment or unemployment); schooling on the quality of occupation (the formal or informal market), and impacts on individuals income according to characteristics of schooling, age, gender, race, family position and insertion in the labor market. Among other conclusions, the results of this investigation reaffirm the far greater probabilities of workers with higher education earn higher wages, but stressed that higher education became less important for employability in the period analyzed, unlike high school whose importance increases for employability.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.