• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Marcia Marcolino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Marcelino, Paula Regina Pereira (Presidente)
Aguiar, Thiago Trindade de
Faria, Maria da Graça Druck de
Venturi Junior, Gustavo
Título em português
Balanço da produção acadêmica brasileira sobre condições e relações de trabalho dos terceirizados
Palavras-chave em português
Condições de trabalho
Precarização do trabalho
Relações de trabalho
Sociologia do trabalho
Terceirização
Resumo em português
Diversos autores destacam a terceirização como um dos principais dispositivos utilizados para a superação da crise do Ford ismo e para o estabelecimento de um novo padrão de acumulação nas últimas décadas do século XX. Há uma vasta produção acadêmica que analisa as condições e relações de trabalho dos terceirizados e demonstra que seu objetivo é reduzir os gastos com força de trabalho, através de sua precarização. Essas pesquisas empíricas possuem uma riqueza de detalhes do levantamento in loco de como se dá o processo, mas por se tratar Estudos de caso apresentam uma análise fragmentada, geográfica ou setorialmente. Utilizamos esses estudos para a realização de um balanço da produção acadêmica sobre terceirização, através de um estudo síntese das teses e dissertações sobre condições e relações de trabalho que nos possibilitou elaborar um painel nacional sobre esse fenômeno. Através desse estudo procuramos responder às seguintes questões: qual o alcance regional e setorial do processo de terceirização como um dos principais componentes da precarização do trabalho no Brasil? Quais são as formas de mais recorrentes de trabalho precário nos processos de terceirização? É possível afirmar que os processos de terceirização, se bem aplicados como sugerem alguns manuais de administração empresarial, não resultem em precarização do trabalho? Nossa hipótese é de que os processos de terceirização têm a tendência à precarização, mas é possível encontrar graus variados a depender do lugar na cadeia de fornecimento (de insumos ou de serviços) que a empresa terceira ocupa e do nível de organização dos trabalhadores. Esses diferentes graus são utilizados para justificar que pode existir uma "boa aplicação" e uma "má aplicação" da terceirização. Para realizar nossa pesquisa utilizamos duas bases documentais: 1) as fichas catalográficas das teses e dissertações, que foram sistematizadas através de uma análise bibliométrica, com o objetivo de mapear a produção acadêmica e que colaboraram para a seleção dos documentos que tratassem das condições e relações de trabalho dos terceirizados; 2) análise de conteúdo das teses e dissertações selecionadas, através da Revisão Bibliográfica Sistemática (RBS), que nos auxiliou na sistematização de evidência e na construção dos indicadores de precarização da terceirização.
Título em inglês
Balance of brazilian academic production about conditions and work relations in outsourcing
Palavras-chave em inglês
Labour sociology
Outsourcing
Work conditions
Work precarious
Work relationships
Resumo em inglês
Several authors highlight outsourcing as one of the main devices used to overcome the crisis of Faradism and to establish a new standard of accumulation in the last decades of the twentieth century. There is a vast academic production that analyzes the conditions and labor relations of the outsourced workers, which demonstrates that the purpose of this device is to reduce labor costs through the precariousness of work. These researches case studies and empirical have a wealth of details of the on-site survey about how the process and its effects occur. Nevertheless, they are limited due to the fragmentation of the analysis. We verified the academic production on outsourcing by selecting theses and dissertations about conditions and labor relations. Then, we systematized and analyzed the information available in these documents on the impacts of outsourcing process for the working class. Considering several sectors of economic activity and regions of the country, we answer the follow questions: what is the scope of the outsourcing process as one of the main components of the precariousness of work in Brazil? What are the most recurrent forms of precarious work used in outsourcing processes? Is it possible to affirm that the outsourcing processes, if well applied as suggested by some business administration manuals, do not result in precarious works? Our hypothesis is that outsourcing tends to be precarious, but it is possible to find varying degrees of precariousness, depending on the place in the supply chain (inputs or services) that the outsourced company occupies and the level of mobilization of the workers, and that these different grades are used to justify that there may be "good application" and "misapplication" of outsourcing. To carry out our research we use two documentary bases: 1. the catalogs of the theses and dissertations, which were systematized by bibliométrica analysis, in order to map the academic production and to find out information that both enabled a first analysis on the subject and collaborated for the selection of the documents to deal about the conditions and relations of outsourced workers; 2. the content of selected theses and dissertations, analyzed by Systematic Bibliographic Review (SBR), which also helped us in the systematization of evidences and to construct indicators of precarious outsourcing.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.