• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2013.tde-31102013-121716
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Luiz Monteiro de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Guimaraes, Antonio Sergio Alfredo (Presidente)
Alcantara, Maria de Lourdes Beldi de
Hirata, Helena Sumiko
Leite, Marcia de Paula
Rodrigues, Iram Jácome
Título em português
O ativismo de mulheres negras e a política de promoção da igualdade de gênero e raça em Santo André (SP)
Palavras-chave em português
Movimento negro
Mulheres negras
Partido dos trabalhadores
Resumo em português
A análise desta tese foi centrada na relação entre raça e política, e considerou como seu objeto o ativismo feminista e de mulheres negras na criação da política de promoção de gênero e raça no município de Santo André, governado pelo PT, durante os anos de 1989 a 2005 O percurso da análise procurou responder em primeiro lugar à questão: por que, após a Conferência Durban em 2001, quando a questão racial ganhou destaque e reconhecimento nacional, o PT, ao conquistar a Presidência da República, criou um órgão, com status de ministério, para desenvolver a política de promoção da igualdade racial? Em segundo lugar, dentre os governos administrados pelo PT, em que medida a experiência de Santo André e a profissionalização política de ativistas negros foram relevantes na definição do modelo de política racial adotado em nível nacional? O desenvolvimento da tese compreendeu a análise da bibliografia sobre raça e política, dos documentos e relatos das ativistas feministas e de mulheres negras para confirmar, primeiro, que a confluência histórica entre a organização política da esquerda, o feminismo e o ativismo negro permitiu na região do grande ABC, em especial em Santo André, a emergência de uma experiência de política racial; em seguida, demonstrar que o alinhamento político do ativismo feminista e negro com a tendência hegemônica no PT foi uma potente estratégia para conquista de poder, cujos efeitos foram a mobilidade das ativistas, a sua institucionalização, a implementação da agenda racial e o fortalecimento eleitoral do PT. A tese conclui que o processo de redemocratização brasileira possibilitou a institucionalização dos ativistas dos movimentos sociais negros por meio da política de promoção da igualdade racial. No entanto, o posicionamento da temática racial no partido e em Santo André correspondeu não apenas ao ciclo organizacional do ativismo negro, mas também à estrutura de oportunidades políticas e restrições e à relevância dada à questão racial, configuradas na permeabilidade da estrutura partidária e do governo, especialmente nos períodos eleitorais.
Título em inglês
Black women activism and the policy of promoting gender and race equality in Santo André (SP)
Palavras-chave em inglês
Black movement
Black women
Workers party
Resumo em inglês
The analysis of this thesis was focused on the relationship between race and politics, and considered as its object feminist and black women activism in the creation of a policy promoting gender and race in Santo André, governed by the PT during the years 1989 to 2005 The route of the first analysis sought to answer: Why, after Durban Conference in 2001, when the racial issue gained prominence and national recognition, PT, after winning presidential elections,, created a body with ministerial status to develop a policy promoting racial equality? Second, among the governments run by PT, to what extent the experience of Santo André and the professionalization of political black activists were relevant in defining the model of racial policy adopted at the national level? The development of the thesis included analysis of the literature on race and politics, the documents and reports of feminist activists and black women to confirm, first, that the historical confluence between the political left, feminism and black activism, allowed in the Region of Greater ABC, especially in Santo André, the emergence of an experience of racial politics, and secondly, to demonstrate that the political alignment of feminist and black activism with the hegemonic trend in PT, was a powerful strategy for gaining power, whose effects were the mobility of activists, their institutionalization, implementation of racial agenda and electoral strengthening of PT. The thesis concludes that the process of Brazilian democratization enabled the institutionalization of social black movement activists through a racial equality promotion policy. However, the positioning of the race issue in the party and in Santo André corresponded not only to the organizational cycle of black activism, but also to the structure of political opportunities and constraints, and relevancy given to the racial question, configured in the permeability of the party structure and the government, especially at election times.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.