• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2015.tde-15072015-124136
Documento
Autor
Nome completo
Filipe Lazzeri Vieira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Pessoa Junior, Osvaldo Frota (Presidente)
Abath, André Joffily
Dutra, Luiz Henrique de Araujo
Hunziker, Maria Helena Leite
Plastino, Caetano Ernesto
Título em português
Categorias psicológicas ordinárias, comportamento e análise do comportamento
Palavras-chave em português
Análise do comportamento
Behaviorismo
Behaviorismo teleológico
Categorias psicológicas
Comportamento
Definições de comportamento
Externismo
Mente estendida
Taxonomia do mental
Tradição de pesquisa científica
Resumo em português
Este trabalho diz respeito às três seguintes questões gerais (e que possuem certas inter-relações): (i) Qual seria o lugar do comportamento em uma análise plausível das categorias psicológicas ordinárias (tais como as emoções, os humores, as chamadas atitudes proposicionais, dentre outras)? (ii) O que é comportamento, isto é, quais são as condições que delimitam o que conta e o que não conta como tal? (iii) Seria ou não valiosa a adoção de conceitos psicológicos ordinários em análise do comportamento? Com respeito à questão (i), eu procuro: (i.1) clarificar o leque de categorias exatamente envolvidas nela, por meio da elaboração de uma taxonomia relativamente neutra dessas categorias; e (i.2) formular e apoiar uma forma de perspectiva comportamental como resposta, com base em algumas abordagens comportamentais anteriores, dentre outras. Com respeito à questão (ii), procuro: (ii.1) clarificar a noção de comportamento, elucidando suas diferentes acepções e, em especial, as fronteiras que delimitam o que conta como comportamento em uma acepção aqui relevante dela (a saber, comportamento como ocorrência de uma ação ou reação de um organismo), por meio de análise conceitual; e (ii.2) apontar dificuldades (conceituais) em várias definições de comportamento (naquela acepção específica) encontradas na literatura científica e filosófica. Com respeito à questão (iii), procuro: (iii.1) apresentar uma reconstituição semiformal de argumentos de Skinner (behaviorismo radical), Rachlin (behaviorismo teleológico) e Foxall (behaviorismo intencional) sobre ela, com base no modelo de solução de problemas de Laudan sobre a estrutura e a dinâmica de teorias; e (iii.2) oferecer um breve balanço crítico dessas três perspectivas nesse tocante, com base na abordagem que sugiro como resposta a (i).
Título em inglês
Ordinary psychological categories, behavior, and behavior analysis
Palavras-chave em inglês
Behavior
Behavior analysis
Behaviorism
Definitions of behavior
Extended mind
Externalism
Psychological categories
Scientific research tradition
Taxonomy of the mental
Teleological behaviorism
Resumo em inglês
This work deals with the following three (to some extent interrelated) questions: (i) What is the place of behavior in a plausible analysis of ordinary psychological categories (such as emotions, moods, so-called propositional attitudes, and so on)? (ii) What is behavior, that is, what are the conditions that distinguish behaviors from non-behaviors? (iii) Would it be useful enough to embrace ordinary psychological concepts in behavior analysis? Concerning question (i), I attempt (i.1) to clarify the range of categories pertaining thereto, by providing a relatively neutral taxonomy of these categories; and (i.2) to put forward and support a particular form of behavioral approach as an answer, by drawing upon some previous behavioral approaches, among others. Concerning question (ii), I attempt (ii.1) to clarify the concept of behavior, by distinguishing different senses thereof and elucidating, in particular, the boundaries of behavior qua occurrence of an organism's action or reaction; and (ii.2) to identify (conceptual) difficulties with some definitions of behavior (in that particular sense of the concept) found in the scientific and philosophical literature. Finally, concerning question (iii), I endeavor (iii.1) to present a semiformal reconstruction of arguments supported by Skinner (radical behaviorism), Rachlin (teleological behaviorism), and Foxall (intentional behaviorism), by taking advantage of Laudan's problem-solving model of the dynamic and structure of theories; and, based upon the approach outlined as an answer to (i), (iii.2) to provide a brief critical assessment of these three perspectives in this regard.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.