• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-16092010-091837
Documento
Autor
Nome completo
Wilson Alves Sparvoli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Oliva, Luís César Guimarães (Presidente)
Marques, Edgar da Rocha
Silva, Franklin Leopoldo e
Título em português
A questão das substâncias corporais em Leibniz
Palavras-chave em português
Descartes
Leibniz
Substância e Corpo
Resumo em português
Nosso objetivo principal foi esclarecer o papel e o estatuto ontológico dos corpos dos seres vivos no leibnizianismo. Para tanto, partimos da ontologia cartesiana que transforma os corpos em substâncias cuja essência é a extensão entendida geometricamente. Depois disso, analisamos as críticas que Leibniz fez a esta ontologia, bem como a nova ontologia de forças e mônadas que usa para superar todas as limitações e erros do cartesianismo. Enfim, terminamos considerando que, devido a todas as críticas realizadas contra a extensão cartesiana, não existe, como sustentam alguns comentadores, uma noção de substância corporal que reabilite a materialidade ou a extensão; na verdade, a substância corporal leibniziana tem que ser entendida segundo uma ontologia idealista. Nesse percurso, também pudemos constatar alguns dos desdobramentos científicos que a nova ontologia leibniziana acarretava, como, por exemplo, o surgimento de uma física dinâmica e a tese da pré-formação dos seres vivos no âmbito da fisiologia.
Título em inglês
Question of substances bodies in Leibniz
Palavras-chave em inglês
Descartes
Leibniz
Substance and Body
Resumo em inglês
Our main goal was to elucidate the role and ontological status of bodies of living beings in Leibnizianism. To do this, we start from Cartesian ontology which transforms bodies in substances whose essence is the extension comprehended geometrically. Then, we analyze the critics made by Leibniz to this ontology as well as the new ontology of forces and monads that he uses to surpass all the limitations and errors of Cartesianism. Ultimately, we finish with the consideration that, due to all critics made against the Cartesian extension, there is no, as some commentators sustains, notion of corporeal substance which rehabilitates the materiality or extension; actually, the leibnizian corporeal substance has to be understood according to an idealistic ontology. Along the way, we could also perceive some of the scientific developments which the new Leibnizian ontology brought about, as, for example, the appearing of a dynamic physics and the thesis of pre-formation of living beings in the field of physiology.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.