• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-22032010-121526
Documento
Autor
Nome completo
Anderson de Paula Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Cuter, Joao Vergilio Gallerani (Presidente)
Angioni, Lucas
Bolzani Filho, Roberto
Souza, Eliane Christina de
Zingano, Marco Antonio de Avila
Título em português
Razão e sensação no Teeteto de Platão
Palavras-chave em português
Filosofia antiga
Platonismo
Resumo em português
Neste trabalho argumento que o Teeteto é um diálogo sobre a relação entre o conceito de razão, entendido como uma potência específica da alma, e a sensação, compreendida como um processo inconsciente do corpo. No primeiro capítulo examino a análise platônica da epistemologia protagoreana. Tento mostrar que nesta seção Platão não está argumentando uma tese platônica sobre o mundo sensível. Ele está explicando e criticando os princípios fundamentais da epistemologia protagoreana. No final da seção Platão explica a distinção entre razão e sensação. Na análise da segunda parte defendo que a massa de argumentos dessa seção formula uma tese platônica sobre a essência do conhecimento. Por fim, no comentário da terceira definição examino o conceito de logos da teoria do sonho e o significado da tese de que os elementos são perceptíveis.
Título em inglês
Reason and preception in Plato's Theaetetus
Palavras-chave em inglês
Ancient philosophy
Platonism
Resumo em inglês
In this work I argue that the Theaetetus is a dialogue about the relation between the concept of reason, understood as a kind of power of the mind, and perception, viewed as an unconscious process of the body. In the first chapter I examine Platos analysis of Protagorean epistemology. I try to show that in this section Plato is not arguing his own view about the sensible world. He is, rather, explaining and criticizing the fundamental principles of the protagorean epistemology. At the end of this section Plato explains the distinction between reason and perception. In my analysis of the second part, I argue that the mass of arguments of this section formulates a platonic thesis about the essence of knowledge. Finally, in my commentary of the third definition, I examine Dreams concept of logos and the meaning of the thesis that the elements are perceivable.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.