• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-06062011-153355
Documento
Autor
Nome completo
Dalila Vasconcellos de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Peixoto, Fernanda Arêas (Presidente)
Almeida, Heloisa Buarque de
Pontes, Heloisa André
Título em português
Renome, vocação e gênero: duas musicistas brasileiras
Palavras-chave em português
Convenções de gênero
Helza Camêu
Joanídia Sodré
Sociologia da cultura
Vocação
Resumo em português
O presente trabalho trata da trajetória de duas musicistas brasileiras: Helza Camêu (1903-1995), pianista, compositora e musicóloga, e Joanídia Sodré (1903-1975), pianista, regente e ex-diretora da Escola Nacional de Música (atualmente Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro) cujas carreiras tiveram início, respectivamente, em 1923 e 1927 no cenário musical do Rio de Janeiro. A construção da trajetória destas artistas visa a uma reflexão acerca de como as convenções de gênero estão imbricadas no processo social de construção de uma vocação musical neste período. Trata-se de compreender a vocação como um fato social, isto é, como um conjunto de práticas e representações sociais constituidoras da experiência do artista. A análise da trajetória de Helza Camêu e de Joanídia Sodré constitui um modo privilegiado para compreender de que maneira, na busca pela profissão de artista, estas duas mulheres criaram novos valores e sentidos que lhes permitiram transitar entre profissões masculinas e femininas.
Título em inglês
Fame, vocation and gender: two barzilian musicians
Palavras-chave em inglês
Gender conventions
Helza Camêu
Joanídia Sodré
Sociology of culture
Vocation
Resumo em inglês
The present study concerns the trajectory of two Brazilian musicians: Helza Camêu (1903-1995), pianist, composer and musicologist, and Joanídia Sodré (1903-1975), pianist, conductor and former director of the National School of Music (currently, the School of Music of the Federal University of Rio de Janeiro). Their career began in 1923 and 1927, respectively, in the music scene of Rio de Janeiro. The construction of the trajectory of the above mentioned artists aims at conducting a careful thought about how gender conventions are closely linked in the social process of the construction of a musical vocation during that period. It is about to understand vocation as a social fact, that is, as a set of practices and social representations that shapes the artists experience. The analysis of the trajectory of Helza Camêu and of Joanídia Sodré constitutes a privileged way to understand how those two female artists, in search for the artist profession, created new values and meanings that allowed them to make their way through male and female professions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-06-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.