• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-20122007-140625
Documento
Autor
Nome completo
Daniel de Lucca Reis Costa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Frúgoli Junior, Heitor (Presidente)
Rizek, Cibele Saliba
Simoes, Julio Assis
Título em português
A rua em movimento - experiências urbanas e jogos sociais em torno da população de rua
Palavras-chave em português
Albergue
Centro de São Paulo
Dispositivo
Movimentos sociais
População de rua
Resumo em português
Partindo da hipótese de que a população de rua, tal como é concebida hoje, não existiu desde sempre, o objetivo deste trabalho é interrogar parcialmente os jogos de relações que definem este fenômeno enquanto uma questão social. Isto através de três perspectivas fundamentais: sua constituição histórica, sua contestação política e sua regulação institucional. Para tal, utilizo-me do conceito foucaultiano de dispositivo, de modo a tratar esta realidade como efeito de correlações dinâmicas entre agentes, discursos e instituições, estrategicamente situadas no centro da cidade de São Paulo. No primeiro capítulo, busco, através de trajetórias entrecruzadas de atores diretamente envolvidos com o tema, traçar a trama de uma história capaz de expor o nascimento da população de rua como questão social, bem como delinear seu campo de aparição. No segundo capítulo, através de uma cadeia de cinco mobilizações sociais, apresento rituais políticos capazes de exporem as dimensões públicas e conflituosas do fenômeno, assim como o campo de forças em que este se situa, dando especial destaque para os modos no qual o Movimento Nacional da População de Rua (MNPR) elabora um discurso sobre si frente a outras alteridades políticas. No terceiro e último capítulo, apresento a população de rua como um problema de gestão e segurança, descrevendo alguns componentes da rede de atendimento e proteção deste contingente, destacando a importância do albergue nesta composição, e problematizando etnograficamente os usos destes equipamentos institucionais. Entende-se, neste trabalho, que a definição do fenômeno população de rua é um objeto provisório, foco de múltiplos agenciamentos urbanos, e cujo contorno constitui-se como o alvo privilegiado dos questionamentos que o presente estudo busca interrogar.
Título em inglês
The street in movement - urban experiences and social configurations among the homeless population.
Palavras-chave em inglês
Centre of São Paulo
Dispositif
Homeless population
Hostel
Social movements
Resumo em inglês
This study works from the hypothesis that the homeless population (população de rua) of São Paulo, today considered a problem in terms of its growth and control, has not always been considered in these terms. The study seeks, therefore, to interrogate the sets of relations that define this phenomenon as a social question. This approach is developed through three central perspectives: the historical formation of this population, the political conflicts that surround it and its institutional regulation. To this end, the Foucaultian concept of dispositif is considered as a way of treating this reality as the consequence of dynamic correlations between agents, discourses and institutions, strategically situated in the centre of the city of São Paulo. In chapter one, the history of the appearance of the homeless population as a social question is explored through a series of intertwined trajectories of individuals and organizations directly involved with this issue. In chapter 2, through the analysis of a sequence of five political protests, the study explores the ways in which political rituals expose the public and conflictive dimensions of this phenomenon, as well as the political context in which it is situated, with particular emphasis on the ways in which the National Movement of the Homeless Population (Movimento Nacional da População de Rua) elaborates its discourse in dialogue with other political entities. In the third and last chapter of this study, the homeless population is considered as a management and security problem. This chapter describes some of the components of the network of assistance and protection services offered to the homeless, highlighting among these the importance of the hostel, and exploring, from an ethnographic perspective, the uses of these institutional services. This study considers the definition of the phenomenon of homelessness as a provisional object, the focus of a multitude of urban agencies whose configurations represent the field of reference that this study seeks to explore.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.