• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-03112010-143452
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Teixeira Cesar de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Furlan, Sueli Angelo (Presidente)
Cruz, Rita de Cassia Ariza da
Neiman, Zysman
Título em português
Bonito para quem? Um estudo sobre um destino turístico no Mato Grosso do Sul: situação atual e perspectivas, Bonito, MS, Brasil
Palavras-chave em português
Bonito
Brasil
Sustentabilidade
Turismo
Resumo em português
A região de Bonito, localizada no estado do Mato Grosso do Sul, tornou-se a mais visitada como turismo de natureza nos últimos anos no Brasil. O objetivo principal desta pesquisa foi o turismo praticado na região desde o seu surgimento na década de 1980 e avaliar alguns aspectos da sua gestão ambiental de sua implantação a seu desenvolvimento. O estudo abrangeu os municípios de Bonito, Jardim e Bodoquena onde a atividade turística se desenvolve. Bonito foi apresentado através da propaganda das operadoras e na mídia como um destino de ecoturismo. O crescimento deste produto de turismo nos últimos 20 anos, a facilitação dos acessos, a expansão dos meios de hospedagem e a recente construção do aeroporto sinalizam para um fluxo em massa que agrava um quadro preocupante que pode ampliar conflitos já existentes entre conservacionistas e o turismo. A experiência somada de 25 anos acompanhando diretamente a atividade de ecoturismo junto a grupos em atividades dirigidas em várias áreas naturais do Brasil serviu como referencial de partida para condução deste trabalho. As viagens a Bonito foram realizadas em quatro períodos nos anos de 1989, 1990, 2000, 2004 num total de 21 dias. Com auxílio de uma base teórica advinda de várias áreas do conhecimento trabalhouse com dados coletados em campo, com os registros de notas e de fotografias. Esses dados serviram de base para a confecção do questionário de entrevistas (semi-estruturadas). Os depoimentos foram colhidos de pessoas-chave que testemunharam o processo de implantação do turismo na região. A coleta de depoimentos ocorreu entre os meses de março e abril de 2010. Os dados levantados foram sistematizados e agrupados por categorias que continham informações do histórico, dos recursos naturais, infra-estrutura e serviços, mídia, marketing e promoção, pesquisa na região, visitação, educação ambiental, conflitos e gestão ambiental. Esses dados compuseram um quadro histórico dos acontecimentos e foram usados, posteriormente, para compor a análise através de três indicadores - conservação, sustentabilidade ambiental e interpretação ambiental. O intuito foi o de verificar se cabe o uso do rótulo eco para o turismo desenvolvido na região. Concluiu-se que a conservação está garantida, mas ressalta-se que foi observado um efeito bolha já que muitos se apresentaram como cenários apenas ao redor dos atrativos turísticos naturais, desvinculados da realidade do entorno. Os mecanismos de gestão não asseguraram a sustentabilidade ambiental da atividade, já que careceram de compromissos mais amplos com relação às responsabilidades socioambientais. A atividade de interpretação ambiental ainda é pouco presente nos programas de turismo pesquisados. Como tal, estas atividades não devem ser promovidas como ecoturismo. Vale nota, no entanto, o fato de que foram identificadas algumas propriedades onde foram aplicados os princípios da conservação, sustentabilidade ambiental e as atividades de interpretação
Título em inglês
Bonito for whom? A study about a tourist destination in Mato Grosso do Sul: present situation and prospects. Bonito, MS, Brazil
Palavras-chave em inglês
Bonito
Brazil
Sustainability
Tourism
Resumo em inglês
In the past years, the Bonito region, located in the state of Mato Grosso do Sul, has become the most visited natural tourism destination in Brazil. The objective of this study was to analyze the tourism activities in the region since the establishment of this industry in early 1980s. The overarching goal is to evaluate the implementation, development, and management of tourism in the region. The study area comprises the counties of Bonito, Jardim, and Bodoquena. These counties have the highest tourism activity in the Bonito region. The region of Bonito is promoted by the media and by the tourism agencies as an ecotourism destination. The growth of the tourism industry in the region over the past two decades, improvement of the transportation system, expansion of the local hotel industry, and the recent construction of an airport foster the development of a large scale tourism flow in the area. Such tourism flow is of a concern because it can aggravate the conflicts between conservationists and tourism developers. My 25 years of ecotourism guiding experience in different ecosystems in Brazil was used as reference point for this study. Exploratory data collection took place during four guiding trips conducted in Bonito (1989, 1990, 2000, and 2004) to a total of 21 days of fieldwork of one week long for each year. Data was collected using a multidisciplinary approach, with extensive field note taking and visual record via photographs. This information was later used to formulate a questionnaire. Between the months of March and April 2010, the questionnaire was administrated with seven key stakeholders of the local tourism industry using semi- structured interviews. The collected information was coded and grouped into categories. The categories are based on historical tourism background; natural resources; infrastructure; services, media, marketing, and promotion; research activities in the region; visitor patterns; environmental education activities; conflicts; and tourism management. These categories form the historical tourism background of the region and were used to understand the interactions each category has with local tourism activities and the contemporary tourism status in the region. Conservation, environmental sustainability, and environmental interpretation were indicators used to access the level of presence of each of the above categories within local tourism activities. This approach aims to determine whether these tourism operations can, in fact, be classified as eco tourism operations. A Bubble Effect was found regarding the conservation component, which means that conservation is mostly taking place surrounding the natural tourism destinations. Current management approaches implemented in the region do not allow for environmental sustainability to take place. The absence of environmental sustainability results from a lack of efforts to fulfill social and environmental responsibilities. Environmental education practices are also limited. In summary, though conservation efforts are in place surrounding the natural tourism destinations, only a few private landowners in the region of Bonito provide tourism activities that incorporate both environmental sustainability and interpretation. As such, these activities should not be promoted as ecotourism activities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.