• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-08032010-124510
Documento
Autor
Nome completo
Waldirene Ribeiro do Carmo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Regina Araujo de (Presidente)
Almeida, Rosângela Doin de
Pontuschka, Nidia Nacib
Título em português
Cartografia tátil escolar: experiências com a construção de materiais didáticos e com a formação continuada de professores
Palavras-chave em português
Cartografia escolar
Cartografia tátil
Ensino de geografia
Formação de professores
Resumo em português
O presente trabalho aborda a Cartografia Tátil Escolar, com destaque para a análise e discussão da importância do mapa tátil na formação continuada de professores, assim como sua aplicação no ensino de Geografia e Cartografia para pessoas com deficiência visual, em escolas de ensino fundamental e médio. Foi incluído um estudo sobre a produção e uso de materiais didáticos táteis, de forma a orientar professores e prepará-los para o ensino de Geografia voltado a estudantes com deficiência visual. A Cartografia Escolar está na interface entre a Cartografia, a Educação e a Geografia, na busca de desenvolver metodologias de ensino/aprendizagem do mapa e de construção do espaço pela criança. As atividades cartográficas nas aulas de Geografia são importantes para auxiliar análises e para desenvolver habilidades de observação, percepção e representação do espaço. Daí a importância do manuseio, reprodução, interpretação e construção de mapas. Os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) do Brasil destacam a importância da Cartografia Escolar ao apontar como um dos objetivos do ensino da Geografia no ensino fundamental saber utilizar a linguagem cartográfica para obter informações e representar a espacialidade dos fenômenos geográficos. Os PCNs também sugerem blocos temáticos, listando conteúdos que incluem a leitura e compreensão das informações expressas em linguagem cartográfica. As representações gráficas que são apreendidas essencialmente pela visão, também podem ser percebidas pelo tato, desde que construídas com este objetivo. A inclusão de estudantes com deficiência visual em classes regulares requer que as escolas possam disponibilizar materiais cartográficos adaptados ao tato e professores preparados para lidar com esta realidade. Este trabalho apresenta e discute experiências com cursos de formação continuada de professores e sua aplicação no ensino de Cartografia na educação básica, particularmente para pessoas com deficiência visual, tanto em escolas especializadas no atendimento destes estudantes, quanto em escolas em geral. Fez parte da pesquisa, uma descrição e análise dos cursos e oficinas sobre cartografia tátil e ensino de geografia para pessoas com deficiência visual, realizados entre agosto de 2006 e outubro de 2009, no Brasil e no Chile, dentro de um projeto internacional desenvolvido em conjunto pela Universidade de São Paulo e Universidade Tecnológica Metropolitana. Durante estes cursos percebeu-se a dificuldade dos professores em trabalhar a cartografia em sala de aula, particularmente, a cartografia tátil. Os cursos de formação continuada significam um avanço na qualidade de ensino de estudantes com deficiência visual e a difusão de técnicas de construção de materiais didáticos adaptados, assim como orientações para sua utilização são renovações pedagógicas significativas que ampliam o uso dos materiais para todos os estudantes.
Título em inglês
School tactile cartography: experiences with the construction of educational materials and wih the continuing teacher training
Palavras-chave em inglês
Geography education
School cartography
Tactile maps
Teacher training
Resumo em inglês
The main theme of this research is School Tactile Cartography, particularly the analysis and discussion of the tactile map production and use, including its relevance in the teaching of geography and cartography. The study also highlighted the need to improve the continuing education of school teachers, in order to prepare them to include students with visual impairment at the classroom. School Cartography is at the crossroads between Cartography, Education and Geography, and it is taught with the aim of developing map teaching and learning methodologies, and children 's conceptualization of space. NCPs (National Curricular Parameters) in Brazil emphasize the importance of "knowing how to use cartographic language in order to obtain information and create a spatial representation of geographical phenomena", through the teaching of Cartography as one of the objectives in the Geography teaching program in the primary and high school education system. NCPs also suggest thematic issues, listing content that includes "the assessment and interpretation of information expressed in cartographic language". Cartographic activities in Geography classes are important to develop spatial abilities of an observational, perceptual and representative nature. Graphic representations are essentially visual and perceived by sight, but they may also be analyzed by touch, as long as they are designed with this purpose in mind. The presence of visually-challenged students in regular class rooms requires schools to make cartographic material that may be adapted for touch available to these students and to prepare teachers to deal with this reality. As for the training of teachers, it can be stated that the quality of teaching, educational reforms and pedagogic renovations are fundamental elements in the initial and further education programs for these teachers. This study analyzes the importance of further education courses for teachers and their application to the teaching of Cartography in schools, particularly for students with visual impairment, both in specialized or regular schools. Courses and workshops on Tactile Cartography and the teaching of Geography, held between August 2006 and October 2008 in Brazil and Chile, were selected for description and analysis in this study. This is part of an international project developed in cooperation with the University of São Paulo and the Metropolitan Technological University in Chile. Through these courses, it was possible to see the difficulties that teachers face in working with Cartography, and especially Tactile Cartography, in the classroom. Further education courses can be an improvement in the teaching and the dissemination of techniques involved in the creation of tactile didactic material, in the same manner that guidelines for their use may represent significant pedagogic renovation that will increase the use this material by all students.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.