• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2018.tde-07022018-103241
Documento
Autor
Nombre completo
Karol Vanessa Ramirez Duque
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2017
Director
Tribunal
Fonseca, Fernanda Padovesi (Presidente)
Garay, Jhon Williams Montoya
Queiroz Filho, Alfredo Pereira de
Théry, Hervé Émilien René
Título en portugués
Análise espacial do deslocamento forçado na Colômbia por causa do conflito armado interno
Palabras clave en portugués
Análise espacial
Cartografia
Colômbia
Conflito armado interno
Deslocamento interno
Econometria espacial
Resumen en portugués
O deslocamento forçado na Colômbia entendido como as migrações de pessoas dentro das fronteiras do país geradas ou forçadas pelas ações de violência dos grupos armados colombianos, posiciona hoje o país como o segundo no mundo com o maior numero de pessoas deslocadas forçosamente depois da Síria -segundo o relatório do Centro de Monitoramento do Deslocamento Interno (IDMC, na sigla em inglês) (2015). Desde 1985 a 1º de agosto de 2016, 7.844.527 pessoas têm sido deslocadas no país segundo o Governo da Colômbia, quase 15% da população total na atualidade. Nesta pesquisa se analisa a partir de uma perspectiva espacial o deslocamento forçado na Colômbia analisando através do mapa as relações entre conflitos sociais e espaço geográfico. São representadas e modelizadas as características e dinâmicas do fenômeno ao longo do tempo a partir de diferentes técnicas do mapeamento e da modelização gráfica. Paralelamente, é desenvolvido um estudo da evolução espaço-tempo do fenômeno social utilizando econometria espacial para estabelecer as correlações espaciais entre deslocamento e conflito armado, a partir de uma abordagem estatística. E num terceiro componente desta pesquisa, se desenvolve uma análise da política pública do Governo da Colômbia que responde às vítimas da violência no marco do conflito armado, incorporando como ferramenta de análise a cartografia produzida nesta pesquisa. Como parte dos resultados se constata que o deslocamento forçado é um fenômeno dinâmico que não se distribui aleatoriamente no espaço e pelo contrario apresenta concentração espacial. A cartografia mostra que o deslocamento não tem tido o mesmo comportamento ao longo dos anos, as migrações de pessoas têm diminuído no norte do país incrementando o volume no oriente e pacífico sul, aproximadamente a partir de 2008 quando este conduta se acentua. Da mesma forma se evidencia que os principais destinos da população deslocada são os polos econômicos e populacionais do país, onde geralmente a oferta de programas de atenção e reparação a vítimas é maior.
Título en inglés
Spatial analysis of forced displacement in Colombia because of internal armed conflict
Palabras clave en inglés
Cartography
Colombia
Internal armed conflict
Internal Displacement
Spatial analysis
Spatial econometrics
Resumen en inglés
Forced displacement in Colombia, understood as the migrations of people within the borders of the country generated or forced by the violent actions of the Colombian armed groups, making it the country with the second highest number of internally displaced people in the world after Syria - according to the report from the Internal Displacement Monitoring Centre (IDMC) (2015). Since 1985 to August 1st 2016, 7.844.527 persons have been displaced in the country according the Government of Colombia (GoC), almost 12 percent of the current Colombia's population. In this study is analyzed the internal displacement in Colombia using a spatial perspective, where through the map is analyzed the relations between social conflicts and geographic space. The characteristics and dynamics of the phenomenon are represented and modeled over time from different techniques of mapping and graphic modeling. In parallel, is developed a study of the space-time evolution of the social phenomenon using spatial econometrics to establish the spatial correlations between displacement and armed conflict, from a statistical approach. And in a third component of this research, is developed an analysis of the public policy of the Government of Colombia for attention of the violence's victims within the framework of the armed conflict, incorporating as tool of analysis the cartography produced in this research. As part of the results it is verified that the forced displacement is a dynamic phenomenon that is not distributed randomly in space and on the contrary presents a spatial concentration. The cartography shows that the displacement has not had the same behavior over the years; the migrations of people have diminished in the north of the country, increasing the volume in the east and pacific south, approximately from 2008 when this trend is accentuated. In the same way, it is evident that the main destinations of the displaced population are the economic centers and main cities of the country, where the offer of programs of attention and reparation to victims is greater.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2018-02-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.