• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2017.tde-10042017-124411
Documento
Autor
Nome completo
Oséias Teixeira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Lencioni, Sandra (Presidente)
Alvarez, Isabel Aparecida Pinto
Alves, Gloria da Anunciação
Firkowski, Olga Lúcia Castreghini de Freitas
Oliveira, Floriano José Godinho de
Título em português
O ponto de ruptura: reestruturação espacial na região metropolitana do Rio de Janeiro
Palavras-chave em português
Dispersão metropolitana
Reconfiguração da centralidade metropolitana
Reestruturação espacial
Resumo em português
Nesse trabalho partimos da hipótese de que associado à recuperação econômica da região metropolitana do Rio de Janeiro em meados da década de 1990 estaria ocorrendo um processo de reestruturação espacial, marcado pela ocorrência da dispersão metropolitana e da reconfiguração da centralidade metropolitana. A dispersão metropolitana e a reconfiguração da centralidade metropolitana são vistas como facetas de um mesmo processo de reestruturação espacial que se desenvolve com ritmos diferenciados em diferentes regiões metropolitanas. A dispersão metropolitana significa o esgarçamento do tecido metropolitano, com a ampliação dos vazios entre as áreas efetivamente ocupadas e entre os extremos da região metropolitana, o que se dá a partir da produção de áreas urbanizadas descontínuas que conjugam enclaves e outras formas de urbanização como loteamentos populares e conjuntos habitacionais. A reconfiguração da centralidade metropolitana representa a transição de uma estrutura monocêntrica para uma estrutura policêntrica de centros, que se dá à medida que alguns municípios metropolitanos ampliam o grau de concentração de funções centrais além de passar a concentrar algumas funções anteriormente somente encontradas na metrópole. Ambas as facetas da reestruturação espacial na atualidade apontam para uma forma de produção do espaço mais dispersa, fragmentada e articulada em escala regional. Na região metropolitana do Rio de Janeiro, região essa marcada por uma extrema concentração de população e atividades econômicas na metrópole, a reestruturação espacial se evidencia a partir de um ponto de ruptura nas tendências seculares de concentração econômica e populacional na metrópole.
Título em inglês
The breaking point: spatial restructuring in the metropolitan region of Rio de Janeiro
Palavras-chave em inglês
Metropolitan dispersion
Reconfiguration of metropolitan centrality
Spatial restructuring
Resumo em inglês
In this work, we start from the hypothesis that associated with the economic recovery in the mid-1990s was occurring a restructuring process, marked by the occurrence of metropolitan dispersion and reconfiguration of metropolitan centrality. The metropolitan dispersion and reconfiguration of metropolitan centrality are seen as facets of the same spatial restructuring process that develops at different paces in different metropolitan regions. The metropolitan dispersion means the fraying of the metropolitan urban area, with the expansion of the voids between the effectively occupied areas and between the extremes of the metropolitan region, what happens from the production of discontinuous urban areas that combine enclaves and another form of urbanization like popular allotments and housing states. The reconfiguration of metropolitan centrality represents the transition from a monocentric structure to a policentric structure of centers, thats happen according as some metropolitan municipalities extend the degree of concentration of central functions besides passing to concentrate some central functions previously only found in the metropolis. Both facets of present spatial restructuring point to a form of production of space more dispersed, fragmented and articulated on a regional scale. In the metropolitan region of Rio de Janeiro, region marked by an extreme concentration of population and economic activities in the metropolis, the spatial restructuring is evidenced from of a breaking point in the secular trends of economic and population concentration in the metropolis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.